23 de julho de 2021
Mais
    Capa Notícias Mato Grosso Rondonópolis receberá vacinas da Pfizer e pode dar suporte às cidades vizinhas
    MAIS VACINAS

    Rondonópolis receberá vacinas da Pfizer e pode dar suporte às cidades vizinhas

    Rondonópolis têm super freezer para armazenar o imunizante e pode servir de base para atender cidades vizinhas; Vinicius Amoroso também cobrou envio de mais doses da Coronavac

    Imagem: Vinicius reuniao cba Rondonópolis receberá vacinas da Pfizer e pode dar suporte às cidades vizinhas
    O secretário de Saúde de Rondonópolis, Vinicius Amoroso, e a secretária estadual, Danielle Carmona, se reuniram ontem em Cuiabá – Foto: Assessoria

    Rondonópolis vai receber vacinas da Pfizer contra a Covid-19 e pode dar suporte para os municípios vizinhos que também forem beneficiados. A informação foi confirmada ontem (03) após reunião entre o secretário municipal de Saúde, Vinicius Amoroso, e a secretária interina de Saúde do Estado, Danielle Carmona.

    Inicialmente a previsão era que as vacinas da Pfizer fossem usadas apenas nas capitais, devido a necessidade de armazená-las sob temperatura de 70 graus negativos. Na reunião de ontem o secretário Vinicius Amoroso informou que Rondonópolis dispõe de superfreezer para acondicionar o imunizante nas temperaturas indicadas pelo fabricante.

    Conforme a última orientação da Anvisa, as vacinas da Pfizer vem dentro de um reservatório que permite temporariamente a conservação em temperaturas um pouco mais altas (até 20 graus negativos) e, após a abertura, suportam até cinco horas sem perder a eficácia. Com isso, é possível montar uma logística para atender também os municípios mais próximos de Rondonópolis.

    A informação foi considerada muito positiva, já que o Ministério da Saúde anunciou ter feito contrato para a aquisição de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer e pode dobrar esse volume – o que agilizará bastante a campanha de imunização contra a Covid-19.

    CORONAVAC
    Durante a reunião Vinicius Amoroso reforçou o pedido para o envio de mais doses da vacina Coronavac. Ele explicou que milhares pessoas que já receberam a primeira dose do imunizante aguardam a segunda dose, que é fundamental para garantir a imunização.

    Conforme a assessoria de comunicação da Prefeitura de Rondonópolis, a secretária Danielle Carmona explicou que o Ministério da Saúde deve enviar para o estado na próxima semana um lote maior da Coronavac e Rondonópolis será priorizada nesta distribuição.

    A campanha de imunização com a Coronavac foi suspensa em Rondonópolis na semana passada, devido a falta de vacinas. O município chegou a receber 90 doses, número insuficiente para atender as 4. 4.295 pessoas que já tomaram a primeira dose e precisam concluir a imunização.