18 de junho de 2021
Mais
    Capa Destaques “2021 é ano de sobrevivência, mas torneio trará saldo positivo a MT”
    COPA AMÉRICA EM CUIABÁ

    “2021 é ano de sobrevivência, mas torneio trará saldo positivo a MT”

    Capital receberá cinco partidas e seis seleções ao longo do torneio

    Imagem: Presidente do Sindieventos MT Alcimar Moretti “2021 é ano de sobrevivência, mas torneio trará saldo positivo a MT”
    A presidente do sindicato, Alcimar Moretti, que vê saldo positivo na realização da Copa em Cuiabá – Foto: Assessoria

    A presidente do Sindicato das Empresas de Eventos de Mato Grosso (Sindieventos), Alcimar Moretti, classificou como positivo para o setor a realização de jogos da Copa América, em Cuiabá.

    Ao todo, a Capital receberá cinco partidas e seis seleções. Na avaliação de Alcimar, os resultados mais significativos serão colhidos pela Capital após a realização da competição, já que a cidade será vitrine, especialmente, para o turismo de evento e negócios.

    “Terei seis países da América do Sul assistindo jogos na minha cidade, que é um destino turístico. Então, é importante que esse destino seja divulgado. Talvez não vá repercutir positivamente esse ano, mas no próximo ano, vai sim. Acredito que é positiva a vinda da Copa América para cá”, disse ela.

    “2021 ainda é um ano de sobrevivência, porque as empresas estão muito endividadas, em uma situação bastante difícil. Mas a partir do ano que vem, já será possivel falar em retomada e a realização da Copa contribui para isso”, emendou.

    A presidente garantiu ainda que, mesmo após mais de um ano em uma situação delicada em razão da pandemia da Cvid-19, o segmento está preparado para receber a competição.

    O primeiro jogo na Capital acontece no próximo dia 13 de junho e, apesar de não contar com público nas arquibancadas, a Capital receberá membros das comissões das seleções.

    “Já sediamos uma Copa do Mundo. E Cuiabá, em todos os requisitos na época da Copa, foi super bem avaliada. Temos todos os requisitos. Nós não teremos público, o que é uma variável a menos para a gente poder cuidar”, pontuou.

    “No mais, são ações pequenas. O que vai repercutir mesmo é a visibilidade da cidade quanto ao destino turístico”, concluiu a presidente.