03 de agosto de 2021
Mais
    Capa Variedades Chile cobre marca da Nike em jogo contra Bolívia na Arena Pantanal
    COPA AMÉRICA

    Chile cobre marca da Nike em jogo contra Bolívia na Arena Pantanal

    A decisão de esconder a marca da Nike nos uniformes da seleção chilena aconteceu de na última quarta

    Imagem: vestiario do Chile Chile cobre marca da Nike em jogo contra Bolívia na Arena Pantanal
    Vestiário do Chile – Foto: Divulgação / Chile

    A seleção do Chile cumpriu o que havia planejado e cobriu a marca da Nike no uniforme da partida contra a Bolívia, na Arena Pantanal (MT), pela segunda rodada da Copa América. Sobre a logo foi colocada uma bandeira do país.

    A escolha de não mais usar a Nike teve a alegação de que a fornecedora de material esportivo não pagou valores na casa dos US$ 4,2 milhões (cerca de R$ 21 milhões) referentes à temporada 2019/2020. Já a empresa norte-americana ingressou com uma ação de rescisão sob a argumentação de que a federação chilena não cumpriu itens previstos no contrato. O caso será resolvido no Tribunal Arbitral da Câmara de Comércio Internacional, em Nova York, nos Estados Unidos.

    A decisão de esconder a marca da Nike nos uniformes da seleção chilena aconteceu de na última quarta, quando a delegação estava em trânsito do Rio de Janeiro – onde empatou com a Argentina em 1 a 1 no último domingo (13) – para Cuiabá, onde enfrentará a Bolívia.

    Demais materiais ainda exibem Nike

    O Chile cobriu o símbolo da Nike somente no uniforme de jogo. Os demais materiais, como agasalho, roupa de aquecimento e camisas de integrantes da delegação ainda exibiam a logomarca da empresa norte-americana.

    A tendência é a de que a seleção chilena jogue toda a Copa América sem a marca de material esportivo em seu uniforme.