19 de junho de 2021
Mais
    Capa Destaques Deputado diz que Emanuel pode “negociar” vacinas com Bolsonaro
    COPA AMÉRICA EM CUIABÁ

    Deputado diz que Emanuel pode “negociar” vacinas com Bolsonaro

    Wilson defende a Arena Pantanal como uma das sedes da competição

    Imagem: Arena Pantanal 1
    A Arena Pantanal, que pode ser palco da Copa América – Foto: Divulgação

    O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) se reuniu nesta terça-feira (1º) com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o deputado federal Emanuelzinho (PTB) para tentar “convencer” o emedebista a ter Cuiabá como uma das sedes da Copa América de Futebol.

    Na última segunda (31), a Conmebol confirmou o Brasil como sede da competição, que terá início no próximo dia 11. Tão logo a decisão foi anunciada, o Governo do Estado iniciou tratativas para que a Arena Pantanal receba um dos jogos.

    A decisão, no entanto, – ao menos no primeiro momento – não contou com a simpatia do prefeito da Capital.

    O deputado Wilson Santos, por sua vez, disse que a realização dos jogos seriam uma oportunidade, inclusive, de o prefeito da Capital tentar a liberação junto ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de um grande lote de vacinas contra a Covid-19.

    “Cabe ao prefeito com sua experiência e habilidade política trazer ganhos para Cuiabá. Há muitos projetos que estão parados em Brasília e pode até discutir um grande lote de vacinas. É uma oportunidade de Cuiabá se mostrar ao mundo e o presidente Bolsonaro atender pleitos da capital mato-grossense”, argumentou o tucano.

    “É uma oportunidade para Cuiabá vender o seu potencial econômico, turístico e histórico. Que façamos a Copa América de forma rigorosa. Todos os atletas e membros das delegações já chegam devidamente vacinados. Não haverá público no estádio. Todas as medidas de biossegurança serão adotadas e rigorosamente fiscalizadas”, emendou o deputado.

    Medidas de biossegurança

    Ainda durante a reunião com o prefeito, Wilson chegou a intermediar um diálogo por telefone com o secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman.

    “Cuiabá já teve a experiência bem sucedida de ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 e a CBF deseja tê-la como parceira na Copa América. Entendemos que medidas sanitárias devem ser adotadas e terá nosso apoio para o cumprimento integral disso”, disse Feldman.

    O prefeito Pinheiro disse ter ressalvas quanto à realização da competição na cidade, mas se mostrou disposto a discutir a possibilidade.

    “A princípio considero desaconselhável um espetáculo desta natureza em um período de pandemia. O foco do gestor da classe política é a vacinação da população e não abrirmos novos flancos que dão uma mensagem nada positiva a sociedade. Estou pensando na população e vou ouvir a sociedade para tomar a melhor decisão por Cuiabá”.