21 de junho de 2021
Mais
    Capa Notícias Suspeito de matar e esconder corpo de menina de 10 anos é...
    ABUSO SEXUAL

    Suspeito de matar e esconder corpo de menina de 10 anos é preso

    José Costa Silva foi preso em Goiânia-GO com documentos falsos e se passando por pastor evangélico

    Imagem: Design sem nome 44 1 Suspeito de matar e esconder corpo de menina de 10 anos é preso
    Andrelina Lima Marques – Foto: Arquivo Pessoal

    Após 9 anos, a Polícia Civil concluiu o inquérito sobre o desaparecimento de Andrelina Lima Marques e prendeu o principal suspeito de sequestrar e assassinar a menina, que na época do crime tinha de 10 anos. Até hoje o corpo da criança não foi encontrado. O suspeito, de 50 anos, foi preso em Goiânia-GO.

    José Costa Silva era vizinho da família de Andrelina. As investigações, lideradas pelo delegado Adil Pinheiro, indicam que o suspeito teria abusado sexualmente da menina e parar acobertar o crime, matou e escondeu o corpo da criança.

    Ele foi preso pela Polícia Civil de Goiás, após os investigadores daquele Estado descobrirem que José era um foragido da Justiça. Contra ele, além do mandado de prisão pela morte de Andrelina, havia ainda um outro expedido pela Justiça de Alagoas, pelo crime de homicídio contra o próprio pai.

    De acordo com o delegado, o suspeito se passava por pastor evangélico, usava documentos falsos e já chegou a morar em seis Estados diferentes, mas acabou preso em Goiás.

    Imagem: suspeito jose costa silva Suspeito de matar e esconder corpo de menina de 10 anos é preso
    José Costa Silva, principal suspeito de abusar e matar menina de 10 anos – Foto: Divulgação

    INVESTIGAÇÃO

    O inquérito concluiu, com base em indícios e informações levantadas durantes todos esses anos de investigação, que José Silva abusou sexualmente da menina, de quem era vizinho.

    Imagem: WhatsApp Image 2021 06 01 at 10.46.27 Suspeito de matar e esconder corpo de menina de 10 anos é preso
    Casa onde Andrelina e a família morava – Foto: Vandréia de Paula/ TV VALE RECORD

    “Para encobrir os abusos sexuais praticados contra a menina, ele a matou e enterrou. A esperança era de que ele revelasse o local onde enterrou a criança, mas ele demonstra um perfil frio e nega os crimes, apesar de todas as provas apontarem o contrário”, afirma o delegado Adil Pinheiro.

    A imagem de José Costa Silva foi divulgada pela Polícia Civil, pois se acredita que ele tenha cometido outros crimes pelas cidade onde passou.

    “Temos a certeza de dois homicídios bárbaros e mais um que ele alega ter ocorrido em Rondonópolis, que vamos solicitar a apuração à Polícia Civil em Rondonópolis”, esclarece o delegado.

    José Costa Silva é indiciado pelos crimes de homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver.