16 de junho de 2021
Mais
    Capa Notícias Economia Trabalhadores aceitam reposição de 7,59% e cancelam greve no transporte coletivo
    RONDONÓPOLIS

    Trabalhadores aceitam reposição de 7,59% e cancelam greve no transporte coletivo

    Trabalhadores aceitaram proposta de reposição integral da inflação calculada pelo INPC e pagamento de gratificação por função

    Imagem: Trabalhadores cruzam os brasos no transporte coletivos
    Acordo firmado com direção da empresa garante normalidade do serviço no município – Foto: Varlei Cordova /AGORA MATO GROSSO

    Os trabalhadores do transporte coletivo em Rondonópolis decidiram cancelar a greve que seria deflagrada a partir desta quarta-feira. A decisão foi tomada no início da noite de hoje (01) após um acordo entre o sindicato da categoria e a direção da empresa Cidade de Pedra. A trabalhadores reivindicavam uma reposição salarial de 10%, mas acabaram aceitando a contraproposta da empresa – com reajuste de 7,59% e uma gratificação por função.

    O reajuste cobre integralmente a inflação calculada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos últimos 12 meses. O piso salarial dos motoristas passará dos atuais 2.221,00 para R$ 2.389,57, mais R$ 160 a título de gratificação.

    “Não era o que queríamos e certamente esse acordo não agrada a todos. Mas precisamos levar em conta também a situação do país e da empresa, que há muito tempo atua com contratos precários e sem condições de fazer investimentos”, disse o Luiz Gonçalves Costa, presidente do do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas dos Transportes Terrestres, de Rondonópolis e Região (STTR)

    O sindicalista também ressaltou que o acordo evitará mais problemas para os trabalhadores que dependem do transporte coletivo no município.

    Conforme Luiz Gonçalves as outras reivindicações, como a reposição de perdas de anos anteriores, poderão ser incluídas em futuras campanhas salariais.