24 de junho de 2021
Mais
    Capa Destaques Vândalos atacam outdoor com crítica a Bolsonaro em Rondonópolis
    INTOLERÂNCIA

    Vândalos atacam outdoor com crítica a Bolsonaro em Rondonópolis

    Outdoor faz parte de campanha patrocinada por partidos políticos e entidades civis; organizadores dizem que ataques à liberdade de expressão são motivados pelo ódio e pela impunidade

    Imagem: outdoor vandalo roo Vândalos atacam outdoor com crítica a Bolsonaro em Rondonópolis
    Outddor teve a parte inferior rasgada por vândalos; caso foi denunciado em sistema nacional – Foto: Reprodução

    Vândalos ainda não identificados danificaram ontem um outdoor com críticas ao presidente Jair Bolsonaro em Rondonópolis. Foi o primeiro ato desse tipo registrado no município, mas a prática tem sido registrada em várias cidades e considerada uma ameaça à liberdade de expressão.

    O outdoor instalado na avenida Fernando Correia da Costa trazia as frases ‘Vacina para todos’ e ‘#Fora Bolsonaro’, com a imagem de uma seringa semelhante às usadas na imunização contra a Covid 19. Ele faz parte de uma campanha informativa lançada em março pelo PT, PC do B, Sindicato dos Bancários, MST, Sintep e o Movimento 13 de outubro.

    “Começamos cobrando ações de proteção às mulheres e nesta fase o foco foram as vacinas. Estamos tentando obter imagens de câmeras de vigilância para identificar os vândalos. Também já registramos esta agressão num sistema nacional, vinculado à defesa dos Direitos Humanos’, disse Wendell Giroto, presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT).

    “Esse ato de vandalismo nos preocupa, mas não desanima. Ao contrário, ficamos é mais estimulados a reforçar a denúncia contra os absurdos que estamos vivendo. Agora vamos fazer outros outdoors denunciando o aumento de combustíveis, a fome e as mortes por covid-19”, antecipou.

    ÓDIO E IMPUNIDADE
    A destruição parcial do outdoor em Rondonópolis foi o segundo caso de vandalismo motivado por intolerância política em Mato Grosso em menos de uma semana. Na última quinta-feira (27/05) lideranças de Sinop denunciaram ataque semelhante e tiveram de suspender uma campanha com críticas ao presidente devido à pressão de grupos econômicos no município.

    Os vândalos usaram uma moto serra para derrubar um outdoor e a empresa MT Painéis decidiu rescindir o contrato após receber ameaças de empresários. Lá, a campanha foi promovida por entidades de professores – a Adufmat, a Adunemat e Andes- ,em parceria com o coletivo feminista ‘Sinop Para Elas’ e políticos locais.

    Imagem: outdoor sinop Vândalos atacam outdoor com crítica a Bolsonaro em Rondonópolis
    Em Sinop além de ataques de vândalo, empresa suspendeu campanha após receber pressões – Foto: Reprodução

    Em outros estados também foram registradas ameaças, vandalismo e até ações judiciais buscando impedir a veiculação de críticas ao presidente e à atuação do Governo Federal diante da pandemia de Covid-19.

    “Uma parte pequena da sociedade rendeu-se ao ódio e age impulsionada pelo sentimento de impunidade. Orientadas pela postura do presidente Jair Bolsonaro estas pessoas, que têm armas e dinheiro, acham que podem cometer crimes e não ser responsabilizadas. Acham que estamos numa terra sem lei. É preciso fazer algo, pois os ânimos tendem a se acirrar”, diz Wendell Girotto.