03 de agosto de 2021
Mais
    Capa Destaques Virginia diz que ela e família são vítimas de "fake news" e...
    “CALUNIADA E CONSTRANGIDA”

    Virginia diz que ela e família são vítimas de “fake news” e registra b.o

    A primeira-dama esteve na delegacia acompanhada do advogado Helio Nishiyama

    Imagem: Virginia Mendes Virginia diz que ela e família são vítimas de "fake news" e registra b.o
    A primeira-dama Virgínia Mendes, que disse ser vítima de fake news – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

    A primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, registrou um boletim de ocorrência na tarde desta sexta-feira (18), afirmando ser vítima de crimes de calúnia e difamação.

    O registro foi feito na Delegacia da Mulher, no bairro Planalto, em Cuiabá, onde ela esteve acompanhada do advogado Helio Nishiyama.

    “É um boletim de ocorrência por calúnia e difamação relacionadas a fake news. A minha família, meu filho e meu marido estão sendo atacados já faz um tempo. Agora, fui atacada também com fake news. Vim abrir um boletim de ocorrência por esse motivo”, disse, ao deixar a delegacia.

    Ela preferiu não apontar os possíveis autores dos crimes, tampouco detalhes contidos no relato da ocorrência.

    O advogado Helio Nishiyama resumiu que a motivação foi uma matéria tentado relacionar um suposto presente recebido pela primeira-dama com contratos firmados entre uma agência de publicidade da Capital e Governo do Estado.

    A referida publicação foi veiculada em alguns sites nesta semana. Posteriormente, passaram a circular nas redes sociais imagens que mostram um anel de brilhantes com o qual Virginia foi presenteada pelo empresário Ziad Fares, da ZF Comunicação.

    As publicações sugerem suposto favorecimento à empresa. Apesar de ter viralizado nesta semana, o presente teria sido dado à Virginia no ano de 2019.

    “Me senti humilhada, muito constrangida, caluniada. Isso é uma coisa que nós mulheres precisamos nos defender e mostrar que a fake news precisa ser punida”, afirmou a primeira-dama.

    Conforme sua defesa, serão movidas ações criminal e cível por conta desse episódio.