03 de agosto de 2021
Mais
    Capa Notícias Brasil Governo divulga resultado da primeira etapa do Prouni, confira
    ENSINO SUPERIOR

    Governo divulga resultado da primeira etapa do Prouni, confira

    No site é possível conhecer a lista de pré-selecionados e ver a listagem em ordem alfabética; estudantes terão de hoje a 28 de julho para comprovar as informações

    Imagem: PROUNI 2018
    Informações podem ser consultadas pela internet; programa vai garantir bolsas para milhares de estudantes. – Foto: Reprodução

    Já está disponível o resultado da primeira etapa do Programa Universidade para Todos (Prouni). Os dados podem ser consultados no site gov.br, plataforma do governo federal que reúne, em um só lugar, serviços para o cidadão e informações sobre a atuação de todas as áreas do governo. Caso o estudante não seja cadastrado, basta criar a conta.

    No site é possível conhecer a lista de pré-selecionados e ver a listagem, em ordem alfabética, em cada curso, que é única e compreende pré-selecionados em ampla concorrência e ações afirmativas, segundo o Ministério da Educação.

    Os estudantes convocados terão de hoje a 28 de julho para comprovar as informações.

    O resultado da segunda chamada está marcado para 3 de agosto, com a comprovação de dados no período de 3 a 11 de agosto. Haverá ainda lista de espera no período de 17 a 18 de agosto. O resultado deve sair no dia 20 de agosto e a entrega de documentos ficará para o período de 23 a 27 de agosto

    As inscrições para o Prouni do segundo semestre terminaram na sexta-feira (16). Ao todo estão sendo ofertadas 134.329 bolsas, sendo 69.482 integrais e 64.847 parciais, para 10.821 cursos em 952 instituições de ensino superior da rede privada.

    Para concorrer às bolsas integrais, o estudante teve que comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um e meio salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

    Podem se inscrever estudantes brasileiros que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Enem 2020 e obtido, no mínimo, 450 pontos de média nas provas. O estudante também não pode ter tirado zero na redação.