02 de agosto de 2021
Mais
    Capa Notícias Manchete Mato Grosso inicia vacinação dos trabalhadores da indústria
    IMUNIZAÇÃO

    Mato Grosso inicia vacinação dos trabalhadores da indústria

    Para a vacina AstraZeneca, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 90 dias

    Imagem: vacinacao drive thru universidade estadual do rio de janeiro uerj tnrgo abr 2502214596 0 Mato Grosso inicia vacinação dos trabalhadores da indústria
    Vacinação – Foto: Reprodução/Ilustrativa

    Após reunião realizada na manhã desta sexta-feira (02), entre representantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), ficou definido que o Estado deve iniciar a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da indústria, conforme pactuação da Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT).

    A definição foi feita com base no Plano Nacional de Imunização (PNI), que prevê a vacinação deste público.

    “Os trabalhadores da indústria nunca pararam. Foram e continuam sendo fundamentais para que possamos enfrentar e combater a pandemia e para que a população continue tendo acesso a todos os produtos e serviços necessários ao dia a dia”, afirmou o governador Mauro Mendes.

    “É importante que todos os gestores municipais de saúde, prefeitos e secretários estejam atentos à resolução que regulamentará a imunização deste público. A CIB orientará como os municípios poderão identificar as unidades industriais do Estado de Mato Grosso”, acrescentou o secretário estadual de Saúde e presidente da CIB, Gilberto Figueiredo.

    Além deste grupo, o colegiado de saúde definiu ainda a vacinação de outros grupos com as 98.070 doses de vacinas enviadas nesta semana pelo Ministério da Saúde, sendo 73.500 da AstraZeneca e 24.570 da Pfizer.

    De acordo com a Resolução nº 68, serão vacinados com a primeira dose do imunizante AstraZeneca um quantitativo de trabalhadores da indústria relacionado pela Fiemt em ofício encaminhado à SES.

    Para auxiliar os municípios na identificação das empresas do segmento industrial, o Sistema Fiemt, por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi-MT), disponibilizará acesso ao banco de dados neste link com a listagem das industrias por Razão Social e CNPJ.

    “O Sesi vai apoiar os municípios na identificação das indústrias e também vai apoiar a SES-MT no andamento dessa vacinação. Estamos montando juntos essa estratégia e eu agradeço ao secretário Gilberto Figueiredo por essa articulação em apoio aos 141 municípios do Estado”, pontuou o presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira.

    Assim, as indústrias que não estiverem identificadas poderão entrar em contato com o Sesi, por meio do telefone: (65) 3611-1653 ou e-mail [email protected]

    Outros grupos

    A resolução ainda deliberou que um quantitativo das doses da Pfizer deverá contemplar a aplicação da primeira dose em funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e População Privada de Liberdade, além de lactantes de bebês de até 1 ano de idade completos.

    O documento pontua que, completado o grupo de lactantes e caso o município ainda disponha de doses destinadas para este público, os imunizantes poderão ser destinados à vacinação das lactantes de crianças de 1 ano e um dia de idade até 2 anos completos.

    As doses da AstraZeneca serão destinadas a pessoas com 55 a 59 anos e trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbano e de Longo Curso.

    Para a vacina AstraZeneca, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 90 dias. Já o prazo da segunda dose da Pfizer é de até 12 semanas.

    Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a CIB orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde.

    Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

    A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde. Até o momento, Mato Grosso já recebeu 1.896.910 doses de imunizantes contra a Covid-19.