05 de agosto de 2021
Mais
    Capa Cidades Cuiabá Mendes lança chamamento e prevê investimento de R$ 12 bilhões
    FERROVIA NA CAPITAL

    Mendes lança chamamento e prevê investimento de R$ 12 bilhões

    Segundo governador, empresa Rumo Logística já manifestou interesse

    Imagem: mauro mendes Mendes lança chamamento e prevê investimento de R$ 12 bilhões
    O governador Mauro Mendes, que prevê investimento de R$ 12 bi com ferrovia – Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

    O governador Mauro Mendes (DEM) lançou na tarde desta segunda-feira (19), o chamamento público para a construção da Ferrovia Estadual em Mato Grosso, que prevê investimentos de R$ 12 bilhões.

    A obra vai interligar Cuiabá aos municípios de Rondonópolis, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, além de se conectar com a malha ferroviária nacional.

    Após publicação do edital, abre-se prazo de 45 dias para que as empresas interessadas se manifestem e apresentem suas propostas.

    Durante o evento, realizado no Palácio Paiaguás, Mendes adiantou que a empresa Rumo Logística – responsável pela concessão da ferrovia federal que liga Rondonópolis até o Porto de Santos (SP) – já manifestou interesse pela obra do modal.

    Ainda segundo o governador, após a licença ambiental, a ganhadora do chamamento tem prazo de seis meses pra começar a obra.

    A previsão de conclusão dos trilhos até Cuiabá é de quatro anos e sete até Lucas do Rio Verde.

    Já o prazo de concessão é de 45 anos, prorrogáveis por igual período.

    “Fico muito honrado de estarmos aqui dando esse passo. Temos toda a segurança jurídica sobre este lançamento. Já temos um interessado na obtenção desta autorização. Por isso, para prosseguir com a legalidade dessa contratação de autorização temos que publicar o chamamento”, disse o governador

    “Existindo outros interessados, a lei é bem clara no que diz respeito aos critérios sobre o qual iremos fazer a seleção pública para a escolha dos interessados. Havendo apenas um [interessado], poderemos, ato contínuo, formalizar contrato, assiná-lo e dar ordem de início imediata da implantação dessas duas ferrovias rumo a Cuiabá e rumo a Lucas”, emendou.

    “Ferrovia da indústria”

    Ainda durante o evento, o governador falou da importância do modal não só para o escoamento da produção agrícola do Estado, como também a indústria mato-grossense.

    “Essa vai ser a ‘ferrovia da indústria’. O modal é muito importante para a saída dos grãos, mas é o modal que conecta a indústria de Mato Grosso com os grandes centros consumidores”, disse.

    “Exportar é muito bom e é importante. Porém, a conexão com o mercado nacional é no sentido da região Sul, Sudeste […] Por aí que as indústrias irão levar produtos para o consumo interno nos grandes centros consumidores de nossos País”, concluiu.

    O Governo projeta o início das obras já no primeiro semestre de 2022.