04 de agosto de 2021
Mais
    Capa Variedades Paulo Gustavo daria vida ao 'Fofão da Augusta' no cinema
    CARREIRA

    Paulo Gustavo daria vida ao ‘Fofão da Augusta’ no cinema

    Felitti contou também, que toda iniciativa partiu de Paulo

    Imagem: Paulo Gustavo Paulo Gustavo daria vida ao 'Fofão da Augusta' no cinema
    Reprodução

    O célebre e saudoso ator Paulo Gustavo estaria se preparando para viver um momento inédito em sua carreira. Sua partida precoce, impediu que o público fosse mais uma vez agraciado e surpreendido com a interpretação de um personagem icônico, e dessa vez conhecido nas ruas de São Paulo. O humorista, encenaria o papel de Ricardo Correa da Silva, mais conhecido popularmente como o Fofão da Augusta.

    O jornalista e escritor Chico Felitti, autor da biografia de Ricardo, revelou em um podcast para a rede globo de televisão como seu caminho se cruzou com o de Paulo Gustavo após o ator manifestar o interesse e vontade de levar a obra para as telonas. “No finalzinho de 2019, meu telefone tocou. E do outro lado da linha vinha uma notícia: ‘A gente talvez já tenha um protagonista para ‘Ricardo e Vânia’. A pergunta que fizeram no telefone era: ‘O que você acha do Paulo Gustavo ser o Ricardo?’. E eu gelei. Ele queria interpretar o Ricardo no cinema , tinha lido o livro e queria ser o personagem principal de um filme que não era uma comédia. Que era o oposto de uma comédia.” recorda o autor.

    Felitti contou também, que toda iniciativa partiu de Paulo, que visualizou o projeto como um grande desafio profissional. “Eu soube naquela ligação que, numa reunião, ele disse que já fez o país inteiro rir, agora queria mostrar que era capaz de fazer um país inteiro chorar. E o gelo foi se desfazendo dentro de mim e virando uma corrente quente de adrenalina, de ânimo. Se aquele homem, que tinha chegado ao posto de maior humorista no Brasil, queria fazer um filme, ele tinha que fazer o filme.” disse Chico. Um triste desfecho, não permitiu que Paulo Gustavo desse continuidade ao projeto. Aos 42 anos, ele foi uma das vítimas da Covid-19. O ator deixou dois filhos e o marido, Thales Bretas.