Mais
    Agora MT Mundo Venezuelanos comemoram fim de confinamento com festas nas ruas
    EM CARACAS

    Venezuelanos comemoram fim de confinamento com festas nas ruas

    Apesar de enfrentar um aumento de casos de covid-19, país flexibiliza medidas de isolamento e população ocupa centro de Caracas

    FONTE
    VIA

    Imagem: venezuelanos fazem festa na rua Venezuelanos comemoram fim de confinamento com festas nas ruas
    Reprodução

    Centenas de moradores de Caracas, capital da Venezuela, se reuniram, na sexta-feira (23) à noite, em uma região no centro da cidade para aproveitar apresentações de malabaristas, mímicos, música e barracas de comida, em meio à flexibilização do confinamento para conter a covid-19, apesar de um aumento de casos de infecção no país.

    O governo do presidente Nicolás Maduro implantou, desde meados de 2020, um sistema de sete dias de quarentena radical em que não há comércios abertos, exceto de alimentos e medicamentos em geral, seguidos de uma semana de abertura para permitir que os setores mais afetados possam trabalhar.

    Sindicatos médicos e academias de ciência na Venezuela, que tem cerca de 30 milhões de habitantes, alertaram que o país passa por uma segunda onda de contágios e pedem uma campanha de vacinação em massa para os venezuelanos, dos quais apenas 3,9% foram plenamente imunizados, segundo dados de acompanhamento da Reuters.

    Embora tenha promovido o distanciamento físico desde o início da pandemia para evitar os contágios, “neste tipo de atividade é um pouco difícil manter esse distanciamento”, disse María Ramaosa, comunicadora social de 32 anos que participou do evento chamado “Ruta Caracas”, promovido pelas autoridades há muitos anos para destacar grupos culturais e musicais, entre outros.

    Com a festa e, “apesar de todas as dificuldades no país, temos uma opção para distrair um pouquinho a mente”, acrescentou Ramaosa, no centro histórico de Caracas, cujos arredores abrigaram caminhões vendendo comida e bebidas.

    O Ministério da Informação não respondeu imediatamente ao pedido por comentário.

    De acordo com as autoridades, a Venezuela registrou até agora 297.782 casos e 3.458 mortes por covid-19, embora especialistas e críticos digam que há uma subnotificação devido ao baixo nível de testes no país.

    Relacionadas

    Comandantes russos são acusados de matar os próprios soldados feridos

    Comandantes do exército da Rússia estão sendo acusados por suas próprias tropas de matar os soldados russos que estão feridos em vez de oferecer...

    Rússia diz que 700 combatentes se renderam em Mariupol

    Quase 700 combatentes ucranianos se renderam na siderúrgica de Azovstal, em Mariupol, nas últimas 24 horas, anunciou hoje (18) a Rússia, mas os líderes...

    Moradores de Xangai são autorizados a fazer compras, mas seguem em confinamento

    Mais moradores de Xangai tiveram liberdade de sair para comprar mantimentos pela primeira vez em quase dois meses nesta quinta-feira (19), enquanto as autoridades...

    Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado nos EUA

    O governo do estado norte-americano de Massachusetts confirmou na quarta-feira (18) o primeiro caso de varíola do macaco. O paciente é um homem adulto que...

    Governo japonês inicia inscrições para bolsas de pós-graduação destinadas a brasileiros

    O Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia (MEXT) do governo japonês abriu as inscrições para os programas de bolsas de estudo de 2023...

    Finlândia e Suécia apresentam pedidos de entrada à Otan

    Finlândia e a Suécia formalizaram nesta quarta-feira (18) o pedido de adesão à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) com a entrega das...

    Apresentadoras de TV no Afeganistão devem cobrir o rosto, diz Taliban

    Autoridades do Taliban pediram às redes de televisão do Afeganistão que garantam que as apresentadoras de emissoras locais cubram os rostos quando estiverem no...

    Sobem para 429 os casos de hepatite misteriosa no mundo

    O número de casos de hepatite aguda infantil de origem desconhecida é agora de 429 — 81 a mais que há uma semana, disse...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas