Mais
    Agora MT Economia Inflação de julho é a mais alta desde 2002, alimentos e combustíveis...
    ELA VOLTOU

    Inflação de julho é a mais alta desde 2002, alimentos e combustíveis lideram

    Óleo de soja subiu mais de 80% e etanol está quase 60% mais caro; salário mínimo subiu pouco mais de 5% nos últimos 12 meses

    FONTE
    VIA

    A inflação de julho (0,96%) foi a mais alta para o mês desde de 2002 e, no acumulado de 12 meses, atingiu 8,99%. Mas alguns itens de consumo básico do brasileiro subiram muito acima da média do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE.

    O óleo de soja lidera a lista da inflação em 12 meses, com alta de 84,3% —o que significa que ele quase dobrou de preço desde agosto de 2020

    Ainda entre os alimentos, o repolho subiu 44,2%, o tomate 43%, o feijão fradinho 42,4% e o arroz 39,7%. As carnes em geral registram inflação acumulada de 34,3%, com destaque para músculo (43,4%), patinho (39,1%), picanha (32,9%) e frango em pedaços (21,9%).

    O botijão de gás, essencial para a cozinha de milhões de famílias, subiu 29,3% em 12 meses na média nacional. Na região de Recife (PE), a inflação do botijão chega a 41,6%, a maior alta entre as cidades pesquisadas pelo IBGE no país.

    A alta dos combustíveis para veículos (41,3%) também pesa no bolso do consumidor. O álcool (etanol) subiu 57,3% e a gasolina, 39,7%. A energia elétrica residencial acumula alta de 20,1% em doze meses. O item foi o que mais pesou na inflação de julho.

    Veja abaixo alguns dos itens que mais subiram entre agosto de 2020 e julho de 2021.

    • Óleo de soja: 84,3%
    • Álcool (etanol): 57,3%
    • Repolho: 44,2%
    • Músculo: 43,4%
    • Tomate: 43%
    • Passagem aérea: 42,9%
    • Feijão fradinho: 42,4%
    • Arroz: 39,7%
    • Gasolina: 39,7%
    • Patinho: 39,1%
    • Mandioca (aipim): 37,2%
    • Picanha: 32,9%
    • Pneu: 32,5%
    • Açúcar refinado: 31,1%
    • Salsicha em conserva: 30,6%
    • Botijão de gás: 29,3%
    • Frango em pedaços: 21,9%
    • Frango inteiro: 20,8%
    • Energia elétrica residencial:
    • 20,1% Leite em pó: 16,5%

    No mesmo período o salário mínimo aumentou apenas 5,26%, passando de R$ 1.045 para R$ 1.100.

    Relacionadas

    Agronegócio registra superávit de US$ 43,7 bilhões até abril

    A balança comercial do agronegócio brasileiro apresentou superávit de US$ 43,7 bilhões no acumulado do ano, até abril, de acordo com o Instituto de Pesquisa...

    Saque do FGTS é liberado a 3,5 milhões neste sábado; veja quem recebe

    Mais 3,5 milhões de trabalhadores terão o saque extraordinário de até R$ 1.000 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) liberado neste...

    Trabalhadores nascidos em junho podem sacar até R$ 1 mil no FGTS

    Trabalhadores nascidos em junho já podem sacar até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a partir...

    Falta de chuva | Safra de milho deve ter uma perda irreversível de 4 milhões de toneladas

    A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) informa que a safra de milho deve ter uma perda de aproximadamente...

    Governo reduz imposto de importação para conter preços de feijão, arroz e carne

    O governo federal anunciou nesta segunda-feira (23) mais uma redução de 10% nas alíquotas do Imposto de Importação sobre grande parte dos produtos comprados no exterior. A...

    Tabela do frete será revisada se alta do diesel passar de 5%

    O governo federal publicou uma medida provisória nesta terça-feira (17) permitindo a atualização das tabelas do frete pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)...

    Prévia da inflação desacelera, mas é a maior para maio desde 2016

    Depois de registrar a maior variação para o mês de abril em 27 anos (+1,7%), a prévia da inflação oficial desacelerou em maio ao...

    Governo projeta receita de R$ 23,5 bilhões em 2023

    A Secretaria de Fazenda (Sefaz) realizou, nesta sexta-feira (20.05), uma audiência pública para apresentar o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2023,...

    Safra de café 2022 pode chegar a 53,4 milhões de sacas

    A estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a produção de café é de 53,4 milhões de sacas, na safra deste ano. O...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas