Agora MT Política Mendes anuncia fundo garantidor e diz: “indígenas querem trabalhar e produzir”
VISITA DE BOLSONARO

Mendes anuncia fundo garantidor e diz: “indígenas querem trabalhar e produzir”

Anúncio foi feito durante passagem do presidente Jair Bolsonaro por Cuiabá

Por Camila Ribeiro

Imagem: Mauro Mendes 2 Mendes anuncia fundo garantidor e diz: “indígenas querem trabalhar e produzir”
O governador Mauro Mendes, durante evento com Bolsonaro – Foto: Isac Nóbrega/PR

O governador Mauro Mendes (DEM) aproveitou a passagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Cuiabá, para anunciar que está trabalhando a construção de um fundo garantidor que vai auxiliar as cooperativas indígenas a conseguir financiamento para produzirem em suas terras.

Bolsonaro esteve na capital mato-grossense na manhã desta quinta-feira (19), participando do Seminário Regional Etnodesenvolvimento – Centro-Oeste, organizado pela Funai, no Hotel Fazenda Mato Grosso.

Na ocasião, Mendes explicou que o Estado será avalista e disponibilizará R$ 2 bilhões para micro, pequenos e médios empreendedores.

“Esse fundo vai disponibilizar crédito de R$ 2 bilhões e vai ter um destaque especial para os povos indígenas, junto às cooperativas, pois eles têm muita dificuldade dificuldade obter esses recursos junto aos bancos”, disse.

Ainda durante o evento, ele citou que os povos indígenas querem condições continuar trabalhando e produzindo, além de manter duas tradições originais.

Para tanto, citou como exemplo cooperativas indígenas da região de Campo Novo do Parecis.

“O que eles mais querem é internet de qualidade, estrada, trabalhar e produzir. A cooperativa dos Parecis está produzindo em apenas 1,7% do território. Eles construíram independência econômica e mantiveram e fortaleceram a sua cultura e tradição”, afirmou.

“Toda aquela comunidade é um exemplo a todos nós, uma inspiração e, acima de tudo, uma bússula daquilo que tenho certeza que os povos indígenas de todo o Brasil querem e desejam”.

Durante o evento, o presidente da República também defendeu a autonomia dos povos indígenas para escolherem o modelo no qual pretendem viver.

“Não tem nada melhor que uma pessoa viver do suor do próprio rosto. Os índios querem produzir. A produção gera renda ao Estado, ao Governo Federal, ao Estado, às prefeituras”, destacou.

 

Relacionadas

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

Operação Lei Seca prende 12 condutores por embriaguez ao volante

A Operação Lei Seca realizada em Cuiabá, na madrugada deste domingo (19), prendeu 12 condutores por embriaguez ao volante. Em uma das prisões, um...

Lula adia viagem ao Chile em razão da crise no Rio Grande do Sul

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva adiou a viagem que faria ao Chile, em razão da crise no Rio Grande do Sul. O...

Detran começa a atender beneficiados do CNH Social do interior nesta segunda-feira (13)

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) começou, nesta segunda-feira (13.05), a atender os beneficiados com a carteira de habilitação pelo programa SER Família CNH...

Thiago Silva segue liderando e Paulo José sobe para segundo lugar em nova pesquisa

Uma pesquisa quantitativa do Instituto MT Dados, divulgada nesta terça-feira (14), mostra como está o cenário da disputa pela Prefeitura de Rondonópolis para as...

Projeto que proíbe trilhos de ferrovias em núcleo urbano é aprovado na ALMT

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte analisou 17 projetos durante a 1ª reunião ordinária do colegiado na tarde desta terça-feira (14). Entre...

Paulo José defende criação de um novo distrito industrial na cidade

O pré-candidato a prefeito Paulo José Correia (PSB) afirmou que trabalhará pela criação de um novo distrito industrial na cidade. A ideia foi defendida...

Médicos recomendam seis vacinas a afetados por enchentes no RS, mas duas estão em falta

Das seis vacinas recomendadas por médicos para os afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul — Covid-19, influenza, hepatite A, tétano e raiva,...

Brasil registrou maior número de desastres naturais em 2023, com 1.161 ocorrências

O Brasil bateu recorde de ocorrência de desastres hidrológicos e geohidrológicos em 2023, com 1.161 eventos, segundo um estudo produzido pelo Cemaden (Centro Nacional...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas