Mais
    Agora MT Editoriais Entendendo Direito Senado votará lei que torna homicídio de crianças crime hediondo
    MEDIDA DE PROTEÇÃO

    Senado votará lei que torna homicídio de crianças crime hediondo

    Proposta aumenta as penas para homicídio de menores de 14 anos e cria mecanismos de proteção às vítimas

    FONTE
    VIA

    senado-votara-lei-que-torna-homicidio-de-criancas-crime-hediondo
    Caso aprovada, lei levará nome do menino Henry Borel – Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

    O Senado deve votar neste semestre o Projeto de Lei 1360/2021, que estabelece uma série de medidas para proteger crianças e adolescentes da violência doméstica e familiar. Além de endurecer a pena para homicídio de menores de 14 anos, tornando o delito hediondo, o PL cria o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente para prevenir e cessar a violência, implantando medidas protetivas urgentes como o afastamento imediato e a possibilidade de prisão provisória do agressor em caso de ameaça comprovada.

    “Crimes hediondos são inafiançáveis, imprescritíveis e a pena deve ser cumprida inicialmente em regime fechado”, explica o advogado criminalista Rafael Maluf.

    O texto, que já foi aprovado na Câmara dos Deputados, muda o Código Penal para aumentar as penas de homicídio.

    “Quando o crime for cometido contra portadores de deficiência há um acréscimo de um terço até a metade da pena. Se o autor do crime for ascendente, padrasto ou madrasta, tio, irmão, cônjuge, tutor ou empregador da vítima, a pena é aumentada em dois terços”, completa o criminalista.

    Caso aprovado, o projeto será batizado com o nome de Henry Borel, o menino de 4 anos assassinado pelo padrasto, o ex-vereador do Rio de Janeiro Jairo Souza Santos Junior. Dr. Jairinho era namorado da mãe de Henry e o espancava com frequência.

    Pela redação, quem se omitir diante de casos de violência pode ser processado e está sujeito às mesmas penas de quem comissivamente agiu para os crimes. “Esse é um mecanismo já previsto no Código Penal, mas é sempre bom reforçar as responsabilidades por omissão para quem tem o dever de cuidar, ainda mais em casos de violência contra vulneráveis”, reforça o advogado.

    Outra mudança proposta é a proibição de aplicação de medidas substitutivas de pena, como pagamento de multas e prestação de serviços à comunidade, como nos casos de violência doméstica e familiar.

    Imagem: adv Senado votará lei que torna homicídio de crianças crime hediondo
    Advogado criminalista Rafael Maluf – Foto: Divulgação

    Medidas de proteção
    Um importante avanço da lei é a definição de medidas protetivas de urgência que devem ser aplicadas em casos de violência doméstica. “Uma delas é a apreensão da arma de fogo do agressor e seu afastamento imediato do lar, independentemente de audiências e de manifestação do Ministério Público. E se ele descumprir medida protetiva, pode responder por crime que prevê pena de até dois anos de detenção”, explica Maluf.

    O projeto também garante proteção a quem denunciar casos de violência contra crianças e adolescentes.

    “Uma forma de incentivar as denúncias, que são fundamentais para a descoberta desse tipo de crime, uma vez que acontece dentro do ambiente familiar, é a garantia de medidas protetivas às testemunhas se houver registros de coação ou ameaça por parte do agressor”, conta.

     

    Relacionadas

    Beneficiários de NIS final 2 recebem hoje o Auxílio Brasil

    A Caixa Econômica Federal paga hoje (10) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final...

    Endividamento cresce e inadimplência cai em MT; resultado é satisfatório para o comércio

    O nível de endividamento das famílias cuiabanas voltou a registrar aumento pelo segundo mês consecutivo e atingiu, no mês de julho, 74%. O levantamento,...

    Artesanato do Centro-Oeste compõe exposição no Rio

    O Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), localizado na Praça Tiradentes, região central do Rio de Janeiro, oferece ao público a exposição...

    Aneurisma cerebral: saiba mais sobre esta doença sem precedentes

    Muitas vezes nós 'solucionamos' as dores de cabeça ao dormir, tomar um remédio ou fazer uma compressa. No entanto, algumas dores de cabeça precisam...

    Atualização do WhatsApp permite esconder o status online e sair de grupos sem ninguém saber

    O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (9) novos recursos que prometem dar mais privacidade aos usuários. Algumas das mudanças são pedidos antigos de quem usa...

    Governo vai cadastrar e premiar motorista sem multa com desconto em taxas a partir de setembro

    A ferramenta para adesão ao cadastro positivo de condutores será lançada em setembro. A informação é do secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, em...

    Viajando com orçamento limitado? Confira 5 dicas para economizar dinheiro

    Todos sabemos que viajar não é barato nem fácil. Dependendo do destino e da duração da estadia, as férias podem levar meses de pesquisa,...

    Petrobras reduz em R$ 0,22 o preço do diesel nas distribuidoras

    A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma diminuição de 4,07% no preço do diesel A (puro) nas distribuidoras a partir de amanhã (12). Com...

    Carregando esposa grávida, homem ‘joga’ motocicleta contra traseira de caminhão

    Um acidente que por pouco não terminou em tragédia foi registrado na manhã deste domingo (07) na avenida Bandeirante, próximo a igreja São José...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas