Mais
    Agora MT Manchetes Prefeito cobra Estado e diz que município não pode assumir a Saúde...
    HOSPITAL REGIONAL

    Prefeito cobra Estado e diz que município não pode assumir a Saúde sozinho

    O prefeito José Carlos do Pátio disse que a cidade já está assumindo casos na área de ortopedia, mas não tem recursos para bancar atendimentos em neurologia

    FONTE
    VIA

    Imagem: PREFEITO SOZINHO Prefeito cobra Estado e diz que município não pode assumir a Saúde sozinho
    O prefeito José Carlos do Pátio disse que omissão do Hospital Regional está sobrecarregando o município – Foto: Varlei Córdova/Agora MT

    O prefeito José Carlos do Pátio (SD) chamou a imprensa hoje (25) para denunciar a situação de pessoas que precisam de cirurgias de alta complexidade e não conseguem atendimento no Hospital Regional Irmã Elza Geovanela, em Rondonópolis. Segundo ele, o Estado não está cumprindo suas atribuições na gestão tripartite do Sistema Único de Saúde e isso tem colocado em risco as vidas de muitos cidadãos.

    “Isso não pode acontecer. Não poso aceitar o Hospital Regional não abrir a porta principalmente para a neurologia, um atendimento de alta complexidade. Prefeitura não está medindo esforços e quero salvar vidas. Mas infelizmente não tenho estrutura de neurologia e não tenho estrutura maior de ortopedia, se não salvava a todos”, afirmou.

    Durante a coletiva o prefeito citou o caso de uma pessoas com aneurisma cerebral e estava tendo convulsões. “A família me procurou chorando. Fomos verificar na central de regulação e a pessoa, apesar da gravidade, estava na 12ª posição na fila de espera. Conseguimos agilizar a internação para salvar a vida dela. Não posso conceber, como prefeito, ver famílias chorando porque precisam de cirurgia de aneurisma cerebral e não ter vaga”.

    Outro ponto destacado na coletiva foi a demora nos atendimentos na área de ortopedia, que também deveriam ser atendidos no Hospital Regional.

    Na semana passada dois vereadores chegaram a acionar o Ministério Público Estadual (MPE) relatando casos de pessoas que chegaram a ter membros amputados devido a não realização de cirurgias no momento adequado. O MPE ainda não se posicionou.

    Hoje o prefeito José Carlos do Pátio confirmou que o município decidiu bancar o atendimento dos casos mais graves na área da ortopedia, garantindo o atendimento em Rondonópolis e também em hospitais de Cuiabá.

    “O município está pagando por esses atendimentos que deveriam ser feitos por eles, para facilitar a situação e evitar prejuízos maiores ao cidadão. Agora, mesmo fazendo tudo isso eles ainda não resolvem a questão da neurologia? O Hospital Regional precisa ter porta aberta para neurologia. Não podemos admitir que pessoas continuem tendo derrame, aneurisma e ficando sem apoio”, ressaltou.

    “O Estado sabe do problema. Sabe que estamos bancando a nossa competência e também a deles. Estou investindo nas unidades municipais, comprei um hospital na avenida Lions e vamos ampliar o Hospital Municipal além de bancar atendimentos que são atribuições do Estado. Mas não podemos ficar sozinho. Há uma necessidade de uma reflexão sobre isso”, asseverou.

    Além do prefeito José Carlos do Pátio participaram da entrevista o secretário municipal de Saúde, Vinicius Amoroso, o secretário-adjunto, Hélio Garcia e o chefe do setor de Saúde Coletiva da Prefeitura de Rondonópolis, Paulo Padin.

    OUTRO LADO
    A reportagem encaminhou à assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde os questionamentos levantados pelas autoridades municipais.

    Até o momento não houve resposta.

    Relacionadas

    ‘Comunidade Integrada’ apresenta forças de segurança e aproxima população

    A primeira edição do projeto Comunidade Integrada, em Campo Verde (MT), reuniu mais de 150 pessoas de todas as idades. Os visitantes puderam conhecer...

    TRF-3 mantém condenação para Lula pagar quase R$ 830 mil em honorários

    A Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região confirmou uma condenação em primeira instância que tinha sido imposta em 2018 ao ex-presidente...

    Renda mensal média dos brasileiros cai R$ 200 em três anos

    O rendimento médio do trabalhador brasileiro teve queda de 7,2% nos últimos três anos, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia...

    Brasil precisará de 9,6 milhões trabalhadores qualificados na indústria até 2025

    O Brasil precisará qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025 para atender necessidades projetadas pelas indústrias, de forma a repor inativos, atualizar funcionários ou...

    Enem 2022 | Inscrições para a prova começam hoje

    As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje (10) e vão até o próximo dia 21. Nesta edição, os interessados...

    Projeto Horta na Escola ganha reforço e será implantado em Rondonópolis

    O projeto Horta na Escola do vereador Adonias Fernandes (MDB) foi discutido nesta quinta-feira (12) em uma reunião que ocorreu na Secretaria de Estado...

    UFR oferece oficina de elaboração de projetos culturais

    Os editais de incentivo à cultura podem apresentar diferentes critérios de aprovação, porém costumam ter uma estrutura de planejamento em comum. Para ampliar as...

    Novos cartões do ‘Ser Família Emergencial’ começam a ser entregues nesta terça em Rondonópolis

    Começam a ser entregues amanhã (17) e seguem até sexta-feira (20) os novos cartões do programa ‘Ser Família Emergencial’ em Rondonópolis. O programa é...

    Governo vai ao STF para suspender resolução do Confaz sobre diesel

    O governo federal entrou hoje (13) com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender parte da resolução do Conselho Nacional de Política Fazendária...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas