Mais
    AgoraMT Economia Encher tanque com gasolina ficou quase R$ 80 mais caro em 2021
    INFLAÇÃO

    Encher tanque com gasolina ficou quase R$ 80 mais caro em 2021

    Preço médio cobrado pelo litro do combustível no Brasil saltou 35,2% neste ano, custa R$ 6,059, aponta ANP

    Os motoristas que pararam para encher o tanque de um veículo com 50 litros de gasolina na última semana precisaram desembolsar, em média, R$ 302,95, de acordo com informações da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

    O valor é R$ 78,80 (35,2%) superior aos R$ 224,15 que eram necessários para completar o mesmo reservatório, equivalente ao de um Hyundai HB20, nos últimos dias de 2020.

    O resultado vai em linha com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que apontam os combustíveis como os vilões da inflação deste ano, com alta de 31,09% no preço da gasolina somente entre os meses de janeiro e agosto.

    Alternativa para os donos de veículos flex, o etanol ficou ainda mais caro (46,4%) no período e não vale a pena em nenhum dos Estados brasileiros, já que o valor médio cobrado pelo biocombustível nos postos supera em mais de 70% o preço da gasolina. A análise considera que o veículo com álcool gasta mais litros para percorrer a mesma distância do que com gasolina.

    Conforme os dados mais recentes da ANP, a divisão nacional entre o preço dos combustíveis está em 75%, já que o litro de gasolina custa R$ 6,059, enquanto o do etanol é vendido por cerca de R$ 4,653 nos postos brasileiros. Ao final de 2020, o percentual era de 71%, mas inferior aos 70% em algumas localidades.

    Litro já supera R$ 7
    Segundo os dados da ANP, o preço da gasolina já é encontrado por mais de R$ 7 nos Estados do Acre, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, locais onde o custo para encher um tanque de 50 litros pode superar os R$ 350.

    O custo mais alto do abastecimento com gasolina, de R$ 7,185 por litro, foi encontrado em dois postos localizados no município de Bagé (RS), onde há sete postos que cobram mais de R$ 7 pelo litro do combustível.

    Nos demais Estados, o preço do litro da gasolina acima de R$ 7 é localizado em um posto na cidade de Barra Mansa (RJ), cujo preço praticado é de R$ 7,059 e em todos os 10 locais pesquisados de Cruzeiro do Sul (AC), onde os valores cobrados variam entre R$ 7,10 e R$ 7,13.

    Por outro lado, os Estados de São Paulo e Pernambuco abrigam os postos com os litros de gasolina mais baratos do Brasil. Os estabelecimentos, localizados nas cidades de Garanhuns (PE) e Mogi Mirim (SP), que comercializam o combustível por, respectivamente, R$ 5,150 e R$ 5,159.

    Com as diferenças registradas, é possível afirmar que há uma diferença de 39,5% ou R$ 101,75 para encher um tanque de 50 litros com gasolina entre o posto mais barato e o mais caro do Brasil.

     

    Importantes

    APOIO

    Comissão da ALMT reconhece interesse turístico estadual do Parque de Chapada dos Guimarães

    A Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), aprovou de hoje (19) nove Projetos de Lei...
    NESTA QUARTA

    Corpo Musical da PM vai realizar live para comemorar 129 anos de fundação

    O Corpo Musical da Polícia Militar está completando hoje (19) os 129 anos de fundação. Com a missão de levar alegria e cultura através...
    SESSÃO SOLENE

    Assembleia faz homenagem a mulheres por serviços prestados ao estado de Mato Grosso

    A Assembleia Legislativa realizou ontem (18) sessão solene para entrega de honrarias a mais de 30 mulheres que contribuem para o estado. A maior...
    NÃO PROSPEROU

    STF decide arquivar ação do PSOL que pedia punição de Bolsonaro

    O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou a tramitação da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 686, em que o Partido Socialismo...
    EM BRASÍLIA

    Trabalhadores fazem manifesto contra PEC-32; Lira reclama de privilégios

    Servidores púbicos de vários estados do País realizaram hoje (19) uma manifestação no aeroporto de Brasília contra a Proposta de Emenda Constitucional 32 (PEC...
    DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

    Brasil tem a menor média móvel de mortes por covid-19

    Em 19 de abril de 2021 o Brasil registrou a maior média móvel de mortes em decorrência da Covid-19: cerca de 3 mil óbitos...
    SENTE FOME A TODO TEMPO?

    O que é fome emocional e saiba como controlá-la

    Já sentiu a necessidade de descontar na comida algum tipo de sentimento? Você não está sozinho. A fome emocional é uma situação bem comum,...
    DEFINIÇÃO

    Prefeito faz reunião ampliada para definir ações para os próximos mutirões sociais

    O prefeito José Carlos do Pátio, reuniu o secretariado e vereadores da base aliada na tarde desta segunda-feira (18), no Paço Municipal, para debater...
    QUEM NÃO QUER?

    Rafa Kalimann anuncia mudança para Nova York para se reconectar

    Rafa Kalimann agora quer mudar de endereço. A influenciadora contou que logo depois do Natal irá para Nova York "para se reconectar" consigo mesma....
    CONHEÇA SANTIAGO DO NORTE

    Nova cidade do Mato-Grosso oferece oportunidade de empreendimentos e investimentos

    O Mato Grosso é o pilar do agronegócio no Brasil e tem este setor como responsável por 50% do Produto Interno Bruto (PIB) da...
    AMOR E SOLIDARIEDADE

    Projeto ‘Jardim de Deus’ atende crianças carentes e se mantém através de doações

    Um lugar para as crianças se alimentarem, conversarem e se sentirem acolhidas. Assim é conhecido pela vizinhança o salão em que funciona o ‘Projeto...
    CONHEÇA SANTIAGO DO NORTE

    No coração de Mato Grosso, Santiago do Norte é cenário de investimentos e desenvolvimento

    Em meio a uma das maiores crises sanitárias e econômicas de sua história, o Brasil procura alternativas para seguir crescendo economicamente. Na região central...
    FUTURO PROMISSOR

    Distrito planejado atrai empreendedores para interior do Mato Grosso

    O impacto do Mato Grosso na economia brasileira já não é novidade e cada vez mais o estado se torna parte fundamental no PIB...

    Editoriais