Mais
    Agora MT Editoriais Brasil nos Trilhos Ferrovia é o modal mais eficiente para o agronegócio brasileiro
    EFICIÊNCIA E SEGURANÇA

    Ferrovia é o modal mais eficiente para o agronegócio brasileiro

    FONTE
    VIA

    Imagem: Capa Ferrovia é o modal mais eficiente para o agronegócio brasileiro

    O Brasil é o segundo maior exportador de grãos do mundo. Em 2020, 122 milhões de toneladas foram enviadas ao exterior. Para a próxima safra, o cenário segue positivo. Na última semana, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou as “Perspectivas para a Agropecuária Safra 2021/22 – Edição Grãos”, publicação que traz as principais variáveis de mercado e as tendências para as culturas de soja, arroz, feijão, algodão e milho. Os dados apontam para uma produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para a safra 2021/22.

    Acompanhando esse cenário positivo, a Rumo, maior operadora brasileira de ferrovias, aumentou em 50% o volume escoado em Mato Grosso, principal produtor de grãos do país. De acordo com Pedro Palma, vice-presidente Comercial da Companhia, o crescimento contínuo reflete os investimentos em aumento de capacidade, tecnologia, segurança e renovação das frotas. Desde que assumiu a concessão, a Rumo já investiu mais de R$ 13 bilhões e projeta mais R$ 17 bilhões até 2025. “Estamos falando de um montante superior a R$ 30 bilhões investidos num período de dez anos”, afirma Palma.

    Os dados reforçam a importância do Brasil em ampliar e melhorar ainda mais a sua malha ferroviária, pois é o meio de transporte mais eficiente, seguro e menos custoso. Investir em ferrovias é eficiência logística para quem planta e garantia de fretes mais baratos para quem exporta. “São vários os fatores que tornam a ferrovia o modal mais eficiente. Mas, é preciso analisar a ferrovia em uma perspectiva de médio e longo prazo. E essa vantagem não está só no preço. É preciso considerar também a qualidade do serviço, a segurança da carga, a capacidade de transporte, a previsibilidade na chegada e a eficiência da operação em trajetos de longa distância. Isso não apenas para os grandes clientes, mas também para os médios e pequenos produtores, organizados em cooperativas”, enfatiza Pedro Palma.

    Rondonópolis é exemplo logístico

    Maior terminal de grãos da América Latina, o Terminal de Rondonópolis (TRO) da Rumo vem passando por constantes transformações para atender com eficiência o agronegócio brasileiro. No último ano, a empresa concluiu importantes obras na expansão de capacidade que elevaram o patamar logístico das operações.

    Totalizando cerca de R$ 230 milhões em investimentos, o complexo multimodal passou a contar com 15 moegas rodoviárias, capacidade estática de 150 mil toneladas e três tulhas ferroviárias que permitem carregar três trens simultaneamente. Estruturado com equipamentos de última geração, Rondonópolis pode receber até 2 mil caminhões por dia. Todas as melhorias fazem parte de um planejamento robusto para atender aos picos das safras brasileiras.

    “Hoje, Rondonópolis é um grande exemplo de uma logística integrada que beneficia toda a cadeia, com os trens percorrendo longas distâncias e os caminhões fazendo os trajetos curtos. Neste planejamento, os caminhoneiros são parceiros de vital importância para a ferrovia. Sem eles, a produção, seja agrícola ou industrial, não chegaria aos nossos terminais e o sistema travaria. Quanto mais eficiente for a ferrovia e os terminais, mais rápido o motorista descarrega”, explica o vice-presidente Comercial da Rumo.

    Eficiência da porteira para fora

    Como exemplo da competitividade da ferrovia, em tonelada por quilômetro útil (TKU) a tarifa ferroviária entre Rondonópolis e Santos custa a metade da tarifa rodoviária de Sorriso a Rondonópolis (MT): R$ 0,08/TKU X R$ 0,16/TKU. Com isto, mesmo incorporando a perna rodoviária mais cara, a solução integrada trem + caminhão é 30% mais barata que o transporte exclusivamente rodoviário de Sorriso a Santos: R$ 0,10/TKU X R$ 0,15/TKU. Isto é ganho direto para o produtor.

    “De modo geral, podemos atribuir essa competitividade das nossas ferrovias ao conceito de “economia de escala”. Ou seja, quanto maior a densidade de tráfego sobre a via, com mais investimentos em expansão de capacidade, mais os custos unitários são diluídos”, explica Palma. É essencial, portanto, esse trabalho de encurtar as distâncias para colocar o produtor na ‘porta do porto’ por meio de uma operação cada vez mais segura e eficiente.

    Relacionadas

    Urso invade garagem em busca de comida, mas é expulso por gato corajoso; veja vídeo

    Um canadense registrou o momento em que o gato dele mostrou muita coragem e colocou um urso pra correr. O invasor entrara na garagem dos...

    Tem tempo para tudo!

    Há pouco, conversava com alguns colegas de trabalho sobre o tempo de nossa infância, entre os que nascemos nas décadas de 1960 e 1970....

    Entenda por que não se deve dar energético para crianças, como fez Nicole Bahls

    A modelo Nicole Bahls presenteou crianças ribeirinhas com latas de energético em sua passagem pelo Festival de Parintins, no Amazonas, no último final de...

    Governo reforça segurança com entrega de novas viaturas, drones e outros equipamentos

    A Polícia Civil, por meio da Diretoria de Execução Estratégica (DEE), realizou nesta na quarta-feira (29), a entrega de oito viaturas para transporte de...

    Mutirão fiscal começa segunda e dá descontos de até 80% nos débitos

    Os contribuintes de  Rondonópolis, que estão com pagamentos de impostos atrasados,  terão a oportunidade de regularizar a sua situação com o fisco municipal, por...

    Mato Grosso registrou queda de preços do combustível em 130 municípios

    Em alguns postos da Baixada Cuiabana, o consumidor já pode abastecer seu veículo com etanol a R$ 3,89, tornando-o novamente competitivo, por estar sendo...

    Wanessa Camargo e Dado Dolabella assumem romance para a família

    Wanessa Camargo e Dado Dolabella assumiram o romance para a família. A informação foi confirmada por um primo da cantora, Nathan Camargo, filho de...

    Boi | Arroba continua subindo com exportações em alta e oferta restrita

    O mercado físico de boi gordo registrou preços firmes. Segundo o analista Fernando Henrique Iglesias, da consultoria Safras & Mercado, a semana é de...

    Atendimento presencial é suspenso na Procuradoria do Trabalho de Rondonópolis

    O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) comunica que está suspenso, até o dia 4 de julho, o atendimento ao público presencial...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas