Mais
    Agora MT Destaques Boi gordo | Valor da arroba segue em queda, com criadores retraídos
    PREÇOS MAIS BAIXOS

    Boi gordo | Valor da arroba segue em queda, com criadores retraídos

    Os pecuaristas seguem sem boas condições de retenção de oferta, avaliando o elevado custo de nutrição animal em 2021

    FONTE
    VIA

    O mercado físico de boi gordo registrou preços mais baixos estendendo as perdas da semana. Segundo o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o ambiente de negócios pouco mudou, com os frigoríficos mantendo a pressão sobre os criadores.

    Mesmo em patamares mais baixos de preços, o que retrai os pecuaristas, não há relatos de dificuldade na composição das escalas de abate por parte dos frigoríficos. Os pecuaristas seguem sem boas condições de retenção de oferta, avaliando o elevado custo de nutrição animal em 2021. “Somado a isso, precisa ser citada a incidência de chuvas no Centro-Sul, que torna o manejo ainda mais complicado”, destacou.

    Em relação à China, poucas novidades no decorrer da quinta-feira. O Brasil segue em compasso de espera, aguardando a retomada do principal mercado para a carne bovina brasileira. “Os prejuízos são enormes para a atividade. Pecuaristas e frigoríficos trabalham no momento para minimizar os danos causados pelo embargo”, assinalou Iglesias.

    Com isso, em São Paulo, Capital, a referência para a arroba do boi ficou em R$ 258 na modalidade à prazo, ante R$ 262 a arroba na quarta-feira. Em Goiânia (GO), a arroba teve preço de R$ 242, contra R$ 243. Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 262, ante R$ 263,00. Em Cuiabá, o preço foi de R$ 242, contra R$ 246. Em Uberaba, Minas Gerais, preços a R$ 249, ante R$ 251.

    Atacado
    Os preços da carne bovina no atacado também estão caindo. O analista da Safras acredita que haverá pouco espaço para reação mesmo na primeira quinzena de novembro, consequência do avanço da oferta. Os frigoríficos seguem com câmaras frias lotadas, aguardando pela retomada da China.

    Assim, o quarto traseiro foi precificado a R$ 20,40 por quilo, queda de R$ 0,10. O quarto dianteiro manteve preço de R$ 13,30 por quilo, e a ponta de agulha seguiu no patamar de R$ 13,00 por quilo.

    Relacionadas

    Acidente de alto impacto deixa motociclistas com graves ferimentos

    Duas pessoas sofreram graves ferimentos após se envolverem em um acidente frontal entre duas motos, o fato aconteceu na noite desta quarta-feira (10), no...

    Volume de vendas do comércio registra queda em junho

    O volume de vendas do comércio varejista amargou o segundo resultado negativo seguido ao cair 1,4% em junho, de acordo com dados divulgados nesta...

    Equipes avançam pouco em resgate de mineiros presos embaixo da terra no México

    O sábado (6), classificado como "decisivo" pelo presidente Andrés Manuel López Obrador para o resgate de 10 mineiros presos desde quarta-feira (3) devido ao...

    TCU entrega lista com 6.791 nomes inelegíveis por reprovação de contas

    O presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, entregou hoje (10) ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson...

    Estresses ambientais impactam a safra 21/22 de algodão em MT

    O algodoeiro sofre interferência direta de fatores adversos ou favoráveis durante a safra, com impacto significativo sobre o desenvolvimento vegetativo, produção e na qualidade...

    Peão sai para procurar gado e encontra cadáver comido por urubus dentro de fazenda

    Um peão de uma fazenda localizada em Vila Rica acionou a polícia após encontrar, por acaso, um corpo enterrado no pasto da propriedade, às...

    Adolescente é apreendido após matar pai com facadas no pescoço

    Um jovem de 17 anos é apreendido após matar o pai com duas facadas no pescoço em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista,...

    Motorista morre em colisão frontal entre picape e caminhonete após ultrapassagem perigosa

    Uma mulher morreu na hora após sofrer um grave acidente nesta sexta-feira (12) na MT-358, entre Tangará da Serra e Campo Novo do Parecis-MT....

    Sindicato e Prefeitura tentam diálogo, mas entidade mantém convocação de servidores e chance de greve

    No auditório da Prefeitura, representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) e servidores se reuniram, nesta quarta-feira (10), com o secretário...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas