Mais
    AgoraMT Brasil Governo Federal garante R$ 1,8 bilhão em investimentos para seis aeroportos de...
    AVIAÇÃO

    Governo Federal garante R$ 1,8 bilhão em investimentos para seis aeroportos de cinco estados

    Após vencer leilão promovido pelo Governo Federal na Infra Week, em abril, Grupo CCR vai administrar terminais aéreos de Goiânia, Palmas, São Luís, Imperatriz, Teresina e Petrolina

    Imagem: Os recursos foram assegurados pelo Governo Federal por meio do Ministerio da Infraestrutura Governo Federal garante R$ 1,8 bilhão em investimentos para seis aeroportos de cinco estados
    Os recursos foram assegurados pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura

    Os aeroportos de Goiânia (GO), Palmas (TO), São Luís (MA), Imperatriz (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE) terão suas infraestrutura e capacidade operacional transformadas ao receberem, ao longo das próximas três décadas, investimentos que somam R$ 1,8 bilhão. Os recursos foram assegurados pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura (MInfra) e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que formalizou contrato com o Grupo CCR para a gestão dos seis terminais aéreos. A assinatura do contrato de concessão ocorreu no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia (GO).

    O Grupo CCR formou o consórcio Companhia de Participações em Concessões (CPC) e apresentou a proposta vencedora para o Bloco Central – que reuniu esses aeroportos – no maior leilão da aviação civil realizado no país, em abril, durante a Infra Week. O ágio em relação ao lance mínimo (R$ 8,14 milhões) ficou em 9.156,01%. “Esse evento consagra um movimento que começou lá atrás. Hoje assinamos contrato resultante de um leilão histórico, realizado no meio de uma pandemia que colocou o setor de aviação no chão. No Brasil, 91% de nossa frota ficou em solo. A CCR deu demonstração clara do que é acreditar no país”, destacou o secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

    “Estamos falando em R$ 1,8 bilhão que serão investidos nesses seis aeroportos nos próximos anos, com geração de mais de 30 mil empregos no período. E isso nos deixa muito satisfeitos, especialmente porque tivemos o número de desempregados aumentando de forma significativa na pandemia. Então, esses 30 mil empregos nos incentivam muito”, completou.

    CAPACIDADE AMPLIADA – Segundo a Anac, os seis aeroportos do Bloco Central transportaram em2019 cerca de 7,3 milhões de passageiros. A previsão é que essa movimentação aumente para 9,5 milhões de passageiros no primeiro ano de concessão, chegando a 22,5 milhões nos 30 anos de vigência do contrato. O número representa uma alta de 208%.

    “Nos próximos meses, teremos uma transferência desses ativos da Infraero para a CCR. Sabemos da importância de ver um grupo sólido, com mais de 20 anos no mercado de infraestrutura, consolidando-se como a maior operadora de aeroportos do país. Agora, com esse bloco, serão 17 aeroportos sob a responsabilidade da CCR que vai movimentar 25% de nossos passageiros, 47 milhões de usuários no total”, disse Marcelo Sampaio.

    No primeiro momento, a empresa deverá melhorar os padrões operacionais dos terminais, com ações que vão desde reforma de banheiros à oferta de internet gratuita aos viajantes. Depois, nos 36 meses contados a partir da data de eficácia do contrato (Fase I-B), a concessionária deve realizar os investimentos específicos em cada aeroporto, além de adequar a infraestrutura atual para a prestação do serviço.

    RESULTADO HISTÓRICO – “Fizemos um leilão de aeroportos no meio da maior crise da aviação mundial. E deu certo. Investimento na infraestrutura aeroportuária é fundamental para nossa estratégia de crescimento da aviação civil, e gerar emprego em nosso país”, acrescentou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

    De acordo com o ministro, o R$ 1,8 bilhão de investimentos previstos devem se traduzir em serviços melhores ao usuário, além de reformulações que passam por ampliação de terminais de passageiros e áreas de segurança; modernização de pontes de embarque, equipamentos e pistas de pouso e decolagens; aumento de capacidade operacional, de pátios de aeronoves e de taxiway, entre outros itens.

    O QUE VEM POR AÍ – Em abril, foram leiloados durante a sexta rodada de concessões aeroportuárias 22 terminais aéreos agrupados em três blocos, Central, Norte e Sul. Com isso, foram garantidos investimentos que somam R$ 6,1 bilhões, sendo R$ 2,85 bilhões no bloco Sul; R$ 1,8 bilhão no Central e R$ 1,48 bilhão no Norte. A arrecadação total em outorgas chegou a R$ 3,3 bilhões.

    O Governo Federal agora se prepara para a realização da 7ª e última rodada de concessões aeroportuárias, com leilão de 16 terminais, liderados por Congonhas/SP (Bloco SP-MS-PA), Santos Dumont/RJ (Bloco RJ-MG) e Belém/PA (Bloco Norte II). Somados, os 16 aeroportos a serem concedidos em 2022 respondem pelo processamento de 39,2 milhões de embarques e desembarques de passageiros e 26% dos passageiros que pagaram passagem aéreas no mercado de transporte aéreo brasileiro em 2019. São previstos R$ 8,8 bilhões em investimentos nos empreendimentos após a concessão. Os estudos preliminares referentes à 7ª rodada estão em fase de consulta pública – o processo é conduzido pela Anac.

    “O Governo Federal já leiloou 34 aeroportos. Até o fim de 2022, a previsão é fazer a concessão de mais 16 aeroportos. Ou seja, em três anos, nós teremos feito 50 leilões de aeroportos”, afirmou Tarcísio. A meta do Ministério da Infraestrutura é fechar o ano com R$ 100 bilhões contratados e chegar à marca de R$ 260 bilhões previstos em infraestrutura até 2022.

    Além do secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio, participaram da cerimônia de assinatura do contrato de concessão dos aeroportos do Bloco Central o presidente da Infraero, brigadeiro Hélio Paes de Barros; o diretor-presidente da ANAC, Juliano Norman; o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann; representantes do Governo do Estado de Goiás e da Prefeitura de Goiânia, bem como diretores do grupo CCR e o CEO, Marco Antonio Cauduro.

    Importantes

    R$ 44,2 MILHÕES

    Liberação de recursos para hospitais é fruto de ação conjunta, diz deputado

    A Secretaria Estadual de Saúde confirmou nesta semana a transferência de R$ 44,2 milhões a hospitais filantrópicos de sete municípios de Mato Grosso, incluindo...
    TRAGÉDIA

    Ônibus afunda em rio e deixa cerca de 23 mortos no Quênia

    Pelo menos 23 pessoas morreram neste sábado (4) depois que o ônibus em que viajavam afundou no rio Enziu ao passar pela cidade de...
    ASSESSIBILIDADE

    Isenções para PCDs comprarem carros desaba 52%

    O número de autorizações para que PCDs (pessoas com deficiência) comprassem um veículo 0 km com a isenção de impostos caíram pela metade (52,2%), de 108.560...
    ECONOMIA

    Governo planeja pagar auxílio-gás a partir de 10 de dezembro

    O governo federal planeja efetuar o pagamento do auxílio-gás, benefício no valor de R$ 52, a partir do dia 10 de dezembro. O programa foi lançado...
    SAÚDE

    Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas no Médicos pelo Brasil

    O Ministério da Saúde está oferecendo mais de 21,5 mil vagas no Programa Médicos pelo Brasil. Eles poderão atuar em 5.233 municípios brasileiros, ou...
    DONA FIUCA

    Criança de 12 anos que pilotava moto fica ferida após causar acidente com carro

    Uma criança de 12 anos ficou ferida após, causar um acidente com carro de passeio na noite deste sábado (04), no bairro Dona Fiuca,...
    'NÃO ERA EU'

    Carolina Dieckmann nega ter ‘fugido’ de fã em parque da Disney

    Carolina Dieckmann encarou com bom humor um caso contado por um fã nas redes sociais. O jovem, que se chama Rafull, revelou que decidiu tietar...
    DESPEDIDA

    O atual capitão Felipe Melo não permanecerá no Palmeiras em 2022

    O clube fez valer a sua decisão por acreditar ser impossível prever como o volante, que tem 38 anos e meio, estará aos 40...
    VÍTIMA DE CÂNCER

    Katarina Muniz morre aos 44 anos, velório será no cemitério da Vila Aurora

    Faleceu na tarde deste sábado (04) em Rondonópolis a servidora pública Katarina Muniz, 44 anos. Ela era auditora administrativa da Secretaria Municipal de Saúde,...
    TÃO ESPERADA

    Black Friday da Reserva Feita viagens está de volta

    A Reserva Feita Viagens já é famosa por oferecer sempre ótimas promoções de viagens o ano todo com o diferencial de proporcionar aos clientes...
    SINTA A NOSTALGIA

    Loja Kimera Geek aposta em experiência especial e monta ambiente totalmente inspirado em filmes e séries

    Já pensou em entrar em uma loja e se sentir dentro da sua série, jogo, anime ou filme preferido. Esta é a experiência que...
    MUDANÇA DE VIDA

    Contadora de Rondonópolis deixa escritório e ensina a ganhar dinheiro com marketing digital

    Muitas pessoas depois que se formam veem na profissão um caminho para a vida toda, mas foi em uma mudança de profissão que a...
    EFICIÊNCIA E SEGURANÇA

    Ferrovia estadual trará benefícios ao produtor e impacto positivo na economia do Mato Grosso

    Mesmo com os desafios impostos pela pandemia, o agronegócio em Mato Grosso manteve-se alta no último ano. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),...

    Editoriais