Mais
    AgoraMT Notícias Justiça sequestra R$ 16 milhões em bens de Emanuel, Marcia Pinheiro e...
    ILEGALIDADE NO “PRÊMIO SAÚDE”

    Justiça sequestra R$ 16 milhões em bens de Emanuel, Marcia Pinheiro e mais 3

    A decisão é assinada pelo desembargador Luiz Ferreira da Silva

    Imagem: prefeito emanuel pinheiro
    A primeira-dama, Márcia Pinheiro, ao lado do prefeito Emanuel Pinheiro: alvos de operação – Foto: Rafael Medeiros / AGORA MATO GROSSO

    Na decisão em que afastou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), do cargo, a Justiça ainda determinou o sequestro de bens no valor de R$ 16 milhões das contas do emedebista.

    Também foram atingidos com a decisão, a primeira-dama da Capital, Marcia Pinheiro; o chefe de gabinete de Emanuel, o advogado Antonio Monreal Neto; a secretária-adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza; e o ex-coordenador de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal de Saúde, Ricardo Aparecido Ribeiro.

    A decisão é assinada pelo desembargador Luiz Ferreira da Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

    Todos foram alvo da operação Capistrum, deflagrada na manhã desta terça-feira (19) pelo Ministério Público e a Polícia Civil, através do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) da Procuradoria-Geral de Justiça.

    A ação apura uma série de ilicitudes na secretaria de Saúde do Município. Entre as quais, a contratação de servidores temporários para a Pasta, sem que esses profissionais tivessem ao menos capacidade técnica para ocupar tais cargos como forma de atender a interesses políticos.

    As investigações também apuram possíveis pagamentos indevidos do chamado “Prêmio Saúde”, uma espécie de “mensalinho” destinado a profissionais que atuavam na área.

    Os fatos foram revelados pelo ex-secretário de Saúde da Capital, Huark Douglas, que chegou a ser preso em operações anteriores também por fraudes relativas à saúde pública no Município.

    Ressarcimento de prejuízos

    Na decisão, o desembargador Luiz Ferreira descreve uma tabela apresentada por Huark contendo a relação dos servidores que continuavam recebendo o “Prêmio Saúde”.

    A lista contém, pelo menos 161 pessoas, recebendo os valores de forma indevida até os dias atuais.

    Segundo o ex-secretário, apenas em julho deste ano, o valor gasto com o pagamento da gratificação giraria em torno de R$ 640 mil.

    “Multiplicado por 25 meses, que seria o tempo que a Prefeitura de Cuiabá estaria descumprimento a decisão do Tribunal de Contas Estadual, chegaria a assombrosa quantia de R$ 16.000.650,00 paga indevidamente aos servidores, em prejuízo dos cofres públicos municipais”, destaca trecho da decisão.

    O sequestro foi efetivado na última segunda-feira (18), um dia antes da deflagração da operação, que ocorreu nesta manhã.

    Segundo o desembargador, a medida visa resguardar o ressarcimento dos prejuízos que tenham sido impostos ao Município de Cuiabá pelo uso irregular do chamado “Prêmio Saúde”.

    Importantes

    EM PAUTA

    Senado votará hoje PEC dos Precatórios e Auxílio Brasil

    Foi adiada para hoje (2) a votação, no Plenário do Senado, da Proposta de Emenda à Constituição 23/2021, a PEC dos Precatórios. A sessão...
    EMPREGO

    Nova revisão mostra perda de 190 mil empregos formais em 2020

    Diferentemente daquilo que anunciou o ministro da Economia, Paulo Guedes, com muita comemoração, em janeiro, o Brasil demitiu mais do que contratou em 2020....
    NOITE SANGRENTA

    Homem é assassinado com vários tiros e gestante é baleada e levada ao Hospital

    Um homem identificado como Natanael Soares da Silva foi assassinado com vários tiros e sua esposa gestante foi baleada na noite desta quarta-feira (01),...
    FUTEBOL

    Santos inicia conversas para contratar Willian, do Palmeiras

    O Santos abriu negociações com Palmeiras para contratar o atacante Willian Bigode. As conversas estão em estágio inicial, mas o Peixe vê a presença...
    COMBATE À COVID

    Idosos não vacinados contra a covid-19 serão multados na Grécia

    A Grécia anunciou uma medida drástica para os moradores do país. As pessoas maiores de 60 anos serão obrigadas a tomar a vacina contra...
    SAÚDE

    Anvisa pede informações sobre impacto da Ômicron nas vacinas

    A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou, por meio de nota publicada nesta quarta-feira (1º), que pediu aos laboratórios responsáveis pelas vacinas autorizadas...
    TECNOLOGIA E CIÊNCIA

    Mais de R$ 100 milhões em golpes foram evitados na Black Friday

    Durante a Black Friday deste ano, nos dias 26, 27 e 28 de novembro, foram evitados golpes cibernéticos no valor de R$ 102 milhões, quase 80%...
    FIM DA VIOLÊNCIA

    Conselho Estadual dos Direitos da Mulher realiza ato de protesto em prol das vítimas de feminicídio

    O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM), órgão vinculado a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), realizou, nesta quarta-feira (01.12),...
    SAÚDE

    Malhas feitas com arames de qualidade evitam o pisoteamento de mudas de maracujá

    O Brasil é o maior produtor mundial de maracujá. Cerca de 70% da fruta consumida em todo planeta são provenientes de terras brasileiras. De...
    TÃO ESPERADA

    Black Friday da Reserva Feita viagens está de volta

    A Reserva Feita Viagens já é famosa por oferecer sempre ótimas promoções de viagens o ano todo com o diferencial de proporcionar aos clientes...
    SINTA A NOSTALGIA

    Loja Kimera Geek aposta em experiência especial e monta ambiente totalmente inspirado em filmes e séries

    Já pensou em entrar em uma loja e se sentir dentro da sua série, jogo, anime ou filme preferido. Esta é a experiência que...
    MUDANÇA DE VIDA

    Contadora de Rondonópolis deixa escritório e ensina a ganhar dinheiro com marketing digital

    Muitas pessoas depois que se formam veem na profissão um caminho para a vida toda, mas foi em uma mudança de profissão que a...
    EFICIÊNCIA E SEGURANÇA

    Ferrovia estadual trará benefícios ao produtor e impacto positivo na economia do Mato Grosso

    Mesmo com os desafios impostos pela pandemia, o agronegócio em Mato Grosso manteve-se alta no último ano. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),...

    Editoriais