Mais
    AgoraMT Notícias O que fazer quando a criança é seletiva com os alimentos saudáveis?
    DIA DAS CRIANÇAS

    O que fazer quando a criança é seletiva com os alimentos saudáveis?

    A orientação aos pais é de persistirem porque essas oscilações são normais e fazem parte do processo de autonomia da criança

    Imagem: Crianças frutas
    Foto: Ilustrativa

    Um prato bem colorido e com nutrientes variados é atraente para muitos paladares, mas o que fazer quando a criança rejeita determinados alimentos? Quais as estratégias para a inserção de vegetais, legumes e leguminosas nas refeições? O hábito alimentar dos pais influencia nas preferências das crianças? O que leva a recusa ou aceitação por determinados grupos alimentares? Essas dúvidas são bem comuns nos lares brasileiros, segundo a nutricionista do Fort Atacadista, Letícia Tizziani.

    Pesquisas comprovam que em 33% das famílias, um dos filhos tem um gosto alimentar que oscila com frequência, pula refeições ou come pouco. Entre os alimentos que as crianças têm dificuldade em ingerir, estão: alface, espinafre, cenoura, brócolis, berinjela, lentilha, ovos e aveia. As razões são diversas como, não gostar do alimento, do gosto, por achar amargo e por ter dificuldade em mastigar. “Precisamos estimular seu paladar ao oferecer um cardápio variado e balanceado, que contribuirá para o desenvolvimento da criança”, reforça a nutricionista.

    A orientação aos pais é de persistirem porque essas oscilações são normais e fazem parte do processo de autonomia da criança. Segundo Letícia, para reduzir a preocupação da família e ter refeições tranquilas, é necessário respeitar o ritmo da criança, estimular a autonomia, apostar em pratos criativos e mudar a forma de apresentação dos alimentos.

    “Não utilize a aceitação da criança por determinado legume, por exemplo, como moeda de troca para outros desejos. Outra medida que deve ser evitada é distração por meio de aparelhos eletrônicos durante as refeições, porque ela precisa saber que alimento está ingerindo para criar uma afinidade. Uma ótima estratégia é inseri-lo na elaboração do cardápio ao escolher o ingrediente e envolvê-lo no preparo, pois o engolir é a última etapa da aceitação alimentar”, sugere Letícia.

    Um aspecto relevante que os pais devem observar, de acordo com a nutricionista, é o exemplo. O filho aprenderá comer ao observar a família. “O desejo de que a criança coma chuchu, abobrinha ou vagem precisa estar acompanhado dos hábitos alimentares dos pais, pois ela reproduzirá o comportamento. Lembre-se para o desenvolvimento adequado é necessário carboidrato, proteína, gordura, vitaminas, sais minerais e água”, comenta a nutricionista.

    Importantes

    PERRENGUE

    Simaria faz show de óculos escuros após levar picada de abelha no olho

    Simaria, da dupla com Simone, passou um perrengue neste sábado (16). A cantora contou que levou duas picadas de abelha nos olhos. Com show...
    NÃO SABE O MOTIVO

    Virginia Fonseca é banida do TikTok e lamenta: ‘Maior do Brasil’

    Virginia Fonseca teve a conta do TikTok banida. A influenciadora disse não ter entendido o motivo do bloqueio e lamentou. "Eu nunca postei nada lá,...
    ATUALIZAÇÃO

    Em MT, taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid-19 está em 28,3%

    A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (17.10), 543.072 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados...
    IMEA

    Agricultores pisam no freio e vendas antecipadas da safra de soja perdem ritmo

    As vendas antecipadas de soja perderam ritmo no último mês em Mato Grosso. É o que revela o novo levantamento da comercialização divulgado esta...
    SAÚDE

    Cronograma de vacinação inclui segundas doses de Astrazeneca, Pfizer e Coronavac

    A Secretaria Municipal de Saúde divulgou neste domingo (17/10) o cronograma de vacinação contra a COVID-19 dessa semana. Amanhã (18) está programada a segunda...
    ALTERNATIVAS

    Direito à saúde mental será tema de Roda de Conversa nesta segunda (18)

    Promotores de Justiça que atuam em Mato Grosso, na defesa da criança e do adolescente e da cidadania, participam nesta segunda-feira (18), às 9h,...
    TRAMITAÇÃO

    Mesa Diretora define calendário do PLOA de 2022

    A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por intermédio da Mesa Diretora, definiu o calendário para a tramitação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA...
    AGRICULTURA

    Falta de insumos para a safra já preocupa autoridades nacionais

    O risco da falta de insumos para o plantio da safra 2021/2022 é real e pode comprometer os resultados do agronegócio brasileiro no próximo...
    RELATORA NA CÂMARA

    Rosa Neide defende aprovação de projeto contra incêndios florestais; votação será na terça

    A Câmara dos Deputados deve votar na próxima terça feira (19) o Projeto de Lei 11276/18, que institui a Política Nacional de Manejo Integrado...
    CONHEÇA SANTIAGO DO NORTE

    Nova cidade do Mato-Grosso oferece oportunidade de empreendimentos e investimentos

    O Mato Grosso é o pilar do agronegócio no Brasil e tem este setor como responsável por 50% do Produto Interno Bruto (PIB) da...
    AMOR E SOLIDARIEDADE

    Projeto ‘Jardim de Deus’ atende crianças carentes e se mantém através de doações

    Um lugar para as crianças se alimentarem, conversarem e se sentirem acolhidas. Assim é conhecido pela vizinhança o salão em que funciona o ‘Projeto...
    CONHEÇA SANTIAGO DO NORTE

    No coração de Mato Grosso, Santiago do Norte é cenário de investimentos e desenvolvimento

    Em meio a uma das maiores crises sanitárias e econômicas de sua história, o Brasil procura alternativas para seguir crescendo economicamente. Na região central...
    FUTURO PROMISSOR

    Distrito planejado atrai empreendedores para interior do Mato Grosso

    O impacto do Mato Grosso na economia brasileira já não é novidade e cada vez mais o estado se torna parte fundamental no PIB...

    Editoriais