Mais
    Agora MT Economia Safra de grãos 2021/2022 tem novo recorde previsto pela Conab
    PRODUÇÃO

    Safra de grãos 2021/2022 tem novo recorde previsto pela Conab

    O plantio da oleaginosa já teve início nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Paraná

    FONTE
    VIA

    A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou o 1º Levantamento da Safra Grãos 2021/2022. A previsão é de uma safra de grãos recorde para o período, com o acréscimo de 35,87 milhões de toneladas em relação ao volume obtido no ciclo anterior. A estimativa é de um aumento de 14,2%, que, se confirmado, elevará a produção total a 288,61 milhões de toneladas, registrando um novo recorde para a agricultura nacional.

    Essa produção faz referência a uma estimativa de cultivo em uma área de 71,5 milhões de hectares. O espaço é 3,6% maior do que o registrado em 2020/2021. Esse crescimento é impulsionado principalmente pelas culturas de soja e milho 2ª safra.

    No início de outubro, as áreas estão sendo preparadas e os plantios das culturas de primeira safra estão em fase inicial. No Brasil, é possível cultivar três safras agrícolas, sendo que as culturas de segunda e terceira safras são cultivadas na mesma área em sucessão à colheita das culturas de primeira safra, sobretudo da soja.

    Para este novo ano agrícola, o cultivo das culturas em sucessão à colheita das culturas de primeira safra soma cerca de 21,5 milhões de hectares. Com isso, para todas as culturas cultivadas para a produção de fibras e grãos, são utilizados cerca de 50 milhões de hectares.

    Produção
    O destaque entre as culturas é para o cultivo de soja, que apresenta tendência de aumento tanto de área cultivada como de produção. De acordo os dados da Companhia, a área a ser semeada deve crescer 2,5%, passando de 38,9 milhões de hectares para 39,91 milhões de hectares. Já a expectativa de produção deve alcançar 140,75 milhões de toneladas, o que mantém o país como o maior produtor mundial do grão.

    O plantio da oleaginosa já teve início nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Paraná. As atividades seguem em ritmo mais acelerado em comparação ao mesmo período do ano passado.

    Já, para o milho, está prevista recuperação na produção com previsão de aumento de 1,6% na área plantada, podendo chegar a 4,41 milhões de hectares, na primeira safra. A produtividade, neste primeiro momento, é estimada em 6.416 quilos por hectare, resultando em uma produção de 28,3 milhões de toneladas. No somatório para as três safras do produto, a Conab espera uma produção de 116,3 milhões de toneladas.

    A produção de arroz deve se manter relativamente estável em torno de 11,6 milhões de toneladas. Já o feijão, tende a apresentar um ligeiro crescimento de 0,8% na área a ser semeada na primeira safra. Como o produto é cultivado ao longo do ano, o volume é ajustado dentro do próprio ano safra. A estimativa é que a produção total de feijão chegue a 2,97 milhões de toneladas nas três safras. A produção da dupla arroz e feijão, de acordo com as estimativas iniciais, garantiria o abastecimento do mercado interno.

    No caso do algodão é esperado um aumento de 10,2% na área plantada da cultura, totalizando 1,51 milhão de hectares cultivados. A produção de pluma tende a ser de 2,67 milhões toneladas, volume próximo ao registrado na safra 2018/19. Entre as culturas de inverno, destaque para o trigo, que está em fase de colheita da safra 2021. O volume esperado para produção neste ano é de 8,19 milhões de toneladas.

    Mercado
    A partir deste levantamento, a Conab irá informar dois quadros de suprimentos para algodão, arroz, feijão e milho. Essa dupla informação será apresentada até o final da comercialização da safra 2020/2021. No caso do milho, por exemplo, os dois quadros serão apresentados até fevereiro do próximo ano, quando se encerra a 3ª safra do cereal.

    Em relação ao mercado externo, o algodão em pluma e a soja seguem com cenário positivo. Neste levantamento, a Conab manteve o volume previsto de 2,1 milhões de toneladas para a exportação da fibra de algodão na safra 2020/2021 e houve uma amena redução para os embarques previstos de soja para o período, que ficou estimado em 84,3 milhões de toneladas.

    Mais especificamente sobre o milho, a partir dos efeitos do clima na produção e da reversão do destino de contratos de exportação para o mercado doméstico, a expectativa é de queda nas exportações em relação ao ano safra anterior, sendo mantida a estimativa de 22,0 milhões de toneladas exportadas do grão. Da mesma forma, a projeção de importação manteve-se inalterada em 2,3 milhões de toneladas.

    Quanto ao trigo, a Companhia espera aumento de produção aliado ao incremento do consumo interno em 3,8% para esta nova safra. O cenário é favorável, de modo que os estoques de passagem estarão em níveis mais confortáveis, sendo que a previsão é que fechem o ano em 1,09 milhões de toneladas, apresentando uma clara tendência de recomposição após duas safras de volumes reduzidos.

    Em relação aos preços pagos aos produtores nas principais praças, observou-se, no mês de setembro em comparação com o mês de agosto, uma redução de 2,0% para o arroz no RS, queda de 6,1% nas cotações do feijão cores SP e estabilidade no feijão preto PR. Preços estáveis também para o trigo no PR e soja no MT e no PR. Em MT, foi registrado queda de 7,8% nos valores de milho e um ligeiro aumento de 1,4% nos preços do algodão.

    Monitoramento da soja
    Durante o webinário sobre 1º Levantamento da safra de Grãos, a Conab também apresentou os resultados do trabalho de mapeamento da soja nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Rondônia. Realizada em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a iniciativa visa aprimorar a metodologia da estimativa da Conab.

    A expectativa é que a Companhia realize o mapeamento da oleaginosa da safra 2021/2022 nas regiões produtoras do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba).

    Relacionadas

    Comoção e homenagens marcam velório de Nelson Orlato

    Desde a manhã desta segunda-feira (15), seguem as cerimônias de despedida do prefeito do município de Pedra Preta, Nelson Orlato (PSB). Ele faleceu na...

    Cobertura vacinal despenca nos últimos dez anos, e pólio volta a ameaçar o Brasil

    Nos últimos dez anos, a cobertura vacinal da poliomielite caiu de 96,5% (2012) para 61,3% (2021), um dado que acende o sinal de alerta,...

    Decreto autoriza atuação das Forças Armadas nas eleições

    O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que autoriza a atuação das Forças Armadas nas eleições deste ano, em ações para garantir a votação e...

    Estado nomeia 38 aprovados no concurso da Politec

    O Governo de Mato Grosso publicou, em edição extra do Diário Oficial desta sexta-feira (12), a nomeação de 38 aprovados do concurso público da...

    Nasa posiciona foguete que será lançado em 12 dias para dar uma volta ao redor da Lua

    O grande dia da Nasa está se aproximando: o novo foguete americano SLS chegou, na manhã desta quarta-feira (17), à sua plataforma de lançamento,...

    Morre no Hospital Regional motociclista vítima de acidente com carro no Centro de Rondonópolis

    O motociclista identificado como Everton Alves da Silva de 44 anos que se envolveu em um acidente neste domingo (14), na região central de...

    PM realiza evento de homenagens a policiais e colaboradores no município de Campo Verde

    O dia 11 de agosto de 2022 foi de festa, homenagens e reconhecimento, data que ocorreu evento da Polícia Militar de entrega da Moeda...

    Dupla é presa com porções de cocaína, pasta base e dinheiro no Jardim Participação

    Dois homens foram presos pela Polícia Militar na madrugada deste domingo (14), no bairro Jardim Participação, em Rondonópolis, por tráfico de drogas. Uma denúncia...

    Férias coletivas em frigoríficos deixam cotações em queda

    O mercado físico de boi gordo registrou queda e de acordo com o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, a sequência negativa...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas