Mais
    Agora MT Notícias Deputados vão avaliar manutenção de incentivos para etanol e informática
    EM PAUTA

    Deputados vão avaliar manutenção de incentivos para etanol e informática

    Pauta da Câmara prevê votação de PEC e Medida Provisória criadas para reduzir custos do setor de informática e do mercado de álcool combustível

    FONTE
    VIA

    A Câmara dos Deputados deve votar nesta semana a PEC 10/21, que mantém incentivos e benefícios fiscais e tributários para empresas de tecnologia da informação e comunicação (TICs) e de semicondutores.

    Na prática, a medida exclui esses setores da política gradual de desonerações instituída pela Emenda Constitucional 109, em vigor desde março.

    O primeiro signatário da proposta é o deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG). O relator do texto, deputado Vitor Lippi (PSDB-SP), ressalta que 504 empresas acessam hoje os incentivos da Lei de Informática e 19 empresas estão habilitadas junto ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria e Semicondutores (Padis), com fábricas instaladas em 137 municípios de 16 estados.

    Também na pauta está a Medida Provisória 1063/21, que autoriza os postos de combustíveis a comprarem álcool combustível (etanol hidratado) diretamente de produtores e importadores, além de permitir a venda de combustíveis de outros fornecedores diferentes do vinculado à bandeira.

    A intenção do governo é aumentar a competição no setor, eliminando a obrigatoriedade de compra de etanol apenas dos distribuidores e de gasolina e diesel apenas dos fornecedores da bandeira do posto.

    Os distribuidores poderão continuar atuando, mas o posto poderá comprar o etanol diretamente dos produtores nacionais (maiores fornecedores) ou do importador. Outro agente que poderá vender esse combustível aos postos é o transportador-revendedor-retalhista (TRR).

    Atualmente, as empresas de TRR estão autorizadas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a revender apenas óleo diesel, lubrificantes e graxas. Elas atuam comprando esses produtos a granel para armazenamento e venda fracionada a empresas e indústrias que os usam, por exemplo, para abastecer tanques de geradores ou como combustível. Com a mudança, elas poderão fazer o mesmo com o etanol.

    Relacionadas

    Mato Grosso é o Estado que mais cresceu em 2022

    Mato Grosso lidera o ranking dos estados com maior crescimento econômico em 2022. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11) pelo jornal Valor Econômico,...

    Conheça quatro alimentos recomendáveis para pele acneica

    Acne é um problema inflamatório da pele que geralmente afeta o rosto resultando em manchas e espinhas. Pode acontecer em qualquer idade, porém é...

    Rondonópolis conta com programa que oferece materiais de construção de graça

    Famílias de baixa renda beneficiadas com lotes urbanizados do município agora contam com mais um beneficio para realizar o sonho de ter a casa...

    Incêndio destrói carreta cegonha e 11 carros na BR-364

    Uma carreta cegonha e 11 automóveis ficaram completamente destruídos após um incêndio no Km 105 da rodovia federal BR-364, altura da Serra da Petrovina,...

    Campanha de Mauro acusa Márcia de fazer “copia e cola” em plano de governo de 2018

    A coordenação de campanha à reeleição do atual governador Mauro Mendes (UB) acusa a candidata ao Governo pela oposição, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia...

    Prefeitura apoia Batalha da Acessibilidade para conscientizar população sobre inclusão de PCDs

    Com o objetivo de aumentar a visibilidade da pauta de acessibilidade para pessoas com deficiência (PCD), o projeto "Não sou Diferente, eu Faço a...

    Motorista perde direção em curva e sai capotando na MT-480

    O motorista de um automóvel perdeu aparentemente sozinho o controle da direção e capotou por diversas vezes ao fazer uma curva na rodovia estadual...

    Carro abandonado fica destruído após pegar fogo no Sítio Farias

    Um carro Corsa Wind 1995 ficou totalmente destruído após pegar fogo, na madrugada desta terça-feira (16), no bairro Sítio Farias, em Rondonópolis (MT). A equipe...

    Empresas poderão renegociar dívidas com até 70% de desconto

    A partir de 1º de setembro, os contribuintes com dívidas com a Receita Federal poderão renegociar os débitos com até 70% de desconto. A Receita Federal...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas