Mais
    AgoraMT Destaques PC esclarece 77% dos crimes de homicídios contra mulheres em MT
    MORTE DE MULHERES

    PC esclarece 77% dos crimes de homicídios contra mulheres em MT

    Estudo realizado pela Diretoria de Inteligência aponta que 56% das mortes ocorreram nas residências das vítimas e o principal meio empregado foi a arma branca, em 38% dos casos

    Imagem: 1 1 civil 6381724 6748762 PC esclarece 77% dos crimes de homicídios contra mulheres em MT
    Polícia Civil- Foto: reprodução

    Josilaine Maria Gomes dos Reis foi morta no dia em completaria 32 anos. Um relacionamento marcado por brigas e ameaças por parte do agressor e a não aceitação do ex-companheiro pelo fim do casamento retiraram dela a chance de comemorar a data.

    Na madrugada da quarta-feira de 06 de outubro deste ano, a técnica em enfermagem, que trabalhava no Hospital Santa Casa, na Capital de Mato Grosso, foi morta a facadas dentro de sua casa, no bairro Nova Esperança, em Cuiabá, pelo ex-marido, de 50 anos, preso logo após o crime pela Polícia Militar, quando tentou tirar a própria vida. Ele foi autuado em flagrante pela Polícia Civil por homicídio qualificado (feminicídio, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e crime cometido na presença dos filhos).

    O feminicídio que vitimou Josilaine está entre os casos de morte de mulheres já esclarecidos e com autores identificados em investigações da Polícia Civil, neste ano. Das 78 ocorrências de homicídios de mulheres e de feminicídios registrados, 77% deles foram esclarecidos, com 60 autores identificados e 37 deles presos em flagrante ou por mandado de prisão decorrentes das investigações.

    Um levantamento produzido pela Gerência de Inteligência Estratégica, da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, traz ainda dados sobre o principal local e meio empregado nos crimes de homicídios de vítimas femininas, além da apuração sobre solicitação de medidas protetivas.

    O estudo aponta que 56% das mortes ocorreram nas residências das vítimas. Já o principal meio empregado pelos autores nos crimes foi a arma branca, em 38% dos casos. O emprego desse tipo de arma chama a atenção no levantamento, em função de ser um tipo de objeto presente em todos os lares e que tem reflexos relacionados também à pandemia, em que o isolamento social foi necessários, com as vítimas mais tempo no ambiente doméstico, diferente do meio empregado em anos anteriores, quando a arma de fogo foi o principal instrumento utilizado em homicídios de vítimas femininas.

    Medidas protetivas

    A história de Josilaine se soma à de outras vítimas do crime de feminicídio. Inconformado desde que ela decidiu se separar, o autor do crime arrombou a porta da casa e surpreendeu a enfermeira, a atacando na presença dos três filhos dela, um inclusive filho dele. A técnica de enfermagem estava dormindo, quando recebeu os primeiros golpes, que terminaram dentro do banheiro. Depois de matá-la e também atentar contra a própria vida, o criminoso pediu às crianças que fossem até um vizinho para avisar sobre o que ele havia praticado.

    Conforme apurou o levantamento da Diretoria de Inteligência, a maior parte das vítimas dos feminicídios ocorridos no ano passado e neste ano nunca havia solicitado medida protetiva, mecanismo previsto na Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) que determina que o agressor deve se manter afastado da vítima.

    Dos 48 feminicídios ocorridos em 2020, apenas duas vítimas tinham medida protetiva requerida. Entre os 40 feminicídios registrados até outubro deste ano, apenas cinco mulheres tinham a medida de proteção e 14 delas haviam registrado boletim de ocorrência por alguma situação de violência doméstica.

    As agressões e ameaças eram constantes contra Josilaine. Em uma ocasião, enquanto a vítima se recuperava de uma cirurgia, foi agredida, o que causou rompimento dos pontos. O ex-companheiro a vigiava constantemente, inclusive criando perfis falsos em rede social. Mas, Josilaine estava decidida pelo fim do relacionamento e disse a familiares que mesmo estando próximo de seu aniversário, não faria comemoração, diante das constantes ameaças e perseguições sofridas do ex-companheiro.

    Entre janeiro e outubro deste ano, a Polícia Civil contabilizou 11.984 requerimentos de medidas protetivas. As cidades com os maiores números de solicitações são Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres e Sorriso.

    Os policiais civis que atenderam a ocorrência da morte da técnica de enfermagem apuraram junto a familiares de Josilaine que ela não desejava mais continuar o relacionamento e havia dito ao ex-convivente, na véspera do crime, que faria um pedido de medida protetiva contra ele. Em uma postagem em rede social, a técnica de enfermagem desabafou: “O Brasil que eu quero para o futuro é onde uma mulher pode terminar sim um relacionamento, sem ser agredida! Ninguém é dono de ninguém!”.

    Relacionadas

    DISCORDÂNCIA

    Moro critica trocas em comissão que analisa PEC da 2ª instância

    Pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, o ex-juiz Sergio Moro mostrou preocupação com o andamento da votação da PEC da segunda instância, em tramitação na...
    DEVIDO O PANDEMIA

    STF suspende despejos até março de 2022 em todo o país

    A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) votou por suspender até março de 2022 as ações de despejo de famílias carentes no país. A Corte validou uma decisão...
    VIDA DOS FAMOSOS

    Deolane Bezerra arma barraco com Rainha Matos na Farofa da Gkay

    Acostumada a responder na lata a quem não gosta dela, Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, armou um barraco com Rainha Matos, dona de...
    PREMIAÇÃO

    AL reconhece trabalho social do Instituto Professora Coraci e entrega premiação para entidade

    A Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, em parceria com o Coletivo Herdeiras do Quariterê, premiou o Instituto Professora Coraci com o 1º...
    GENIAL/QUAEST

    Avaliação do Governo Bolsonaro sobe e Lula mantém liderança, diz pesquisa

    Nova pesquisa divulgada hoje (08) pela Genial Investimentos e Quaest Consultoria indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua liderando as...
    DIA 15 DE DEZEMBRO

    Após atender mais de 100 mil pessoas, Central de Vacinação será desativada

    A Central de Vacinação que funciona no estacionamento da Secretaria Municipal de Saúde em uma grande tenda será desativada a partir do dia 15....
    INFRAESTRUTURA

    Governo investe R$ 468 milhões em obras no Norte e Noroeste do Estado

    O Governo de Mato Grosso anunciou, nesta segunda-feira (07.12), investimentos na ordem de R$ 468 milhões para as regiões norte e noroeste do Estado....
    IBGE

    Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE

    O país registrou recordes nos abates de frangos e de suínos no terceiro trimestre deste ano, segundo informações divulgadas hoje (8) pelo Instituto Brasileiro...
    VAGA POLÊMICA

    Vereador discute com suplente e diz que retomará cadeira na Câmara

    O vereador Ozeas Reis (PP) anunciou hoje (08) que vai antecipar sua volta à Câmara Municipal de Rondonópolis. Ele havia pedido afastamento por 121...
    TÃO ESPERADA

    Black Friday da Reserva Feita viagens está de volta

    A Reserva Feita Viagens já é famosa por oferecer sempre ótimas promoções de viagens o ano todo com o diferencial de proporcionar aos clientes...
    SINTA A NOSTALGIA

    Loja Kimera Geek aposta em experiência especial e monta ambiente totalmente inspirado em filmes e séries

    Já pensou em entrar em uma loja e se sentir dentro da sua série, jogo, anime ou filme preferido. Esta é a experiência que...
    MUDANÇA DE VIDA

    Contadora de Rondonópolis deixa escritório e ensina a ganhar dinheiro com marketing digital

    Muitas pessoas depois que se formam veem na profissão um caminho para a vida toda, mas foi em uma mudança de profissão que a...
    EFICIÊNCIA E SEGURANÇA

    Ferrovia estadual trará benefícios ao produtor e impacto positivo na economia do Mato Grosso

    Mesmo com os desafios impostos pela pandemia, o agronegócio em Mato Grosso manteve-se alta no último ano. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),...

    Editoriais