Mais
    Agora MT Editoriais Santiago do Norte Santiago do Norte segue a passos largos rumo ao desenvolvimento
    CONHEÇA SANTIAGO DO NORTE

    Santiago do Norte segue a passos largos rumo ao desenvolvimento

    Imagem: Imagem Principal 1000x619 1 Santiago do Norte segue a passos largos rumo ao desenvolvimento

    Na contramão da crise ocasionada pela pandemia do novo coronavírus e em grande parte devido ao agronegócio, setor que tem se mostrado cada vez mais forte no país, o estado do Mato Grosso apresentou números positivos no período, contribuindo para a geração de empregos e oportunidades de negócio. Nesse cenário, Santiago do Norte, extensão urbana do município de Paranatinga, tem se destacado e, hoje, é um grande exemplo do desenvolvimento do estado nos últimos anos.

    Localizado a 500 quilômetros de Cuiabá, hoje Santiago conta com mais de sete mil hectares divididos em lotes, com energia elétrica, encanamento de água e asfalto, prontos para receber famílias, empreendedores e investidores de diversas regiões do Brasil.

    E além das oportunidades que oferece, Santiago também tem se destacado pelo crescimento acelerado e forte desenvolvimento. Recentemente foi implementada a conectividade 4G, rara no campo brasileiro, que permitirá conectar máquinas, equipamentos e produtores.

    Edson da Silva, que veio do Paraná para o distrito de Paranatinga e é responsável pelo projeto de reciclagem implantado na região, conta que vê Santiago como uma região próspera, com diversas oportunidades para todos. “Santiago significa prosperidade, futuro”, diz o morador.

    CIDADE SUSTENTÁVEL

    Provando mais uma vez que já está preparada para se tornar a mais nova cidade do coração do Mato Grosso, Santiago não só caminha para um rápido desenvolvimento na área tecnológica, mas também conta com ações sociais que têm contribuído para promover a sustentabilidade da região. Entre elas, um projeto de reciclagem.

    Idealizado por Edson da Silva, o projeto teve início em 2019. “A gente se implantou aqui com o barracão para montar reciclagem para fazendas. […] Então a gente fez um trabalho social e continuamos […] junto às fazendas, à cidade, o colégio”; conta Edson.

    Ainda de acordo com o idealizador do projeto, o crescimento se deu, em grande parte, devido ao lugar acolhedor que é Santiago, que traz para as mais de duas mil pessoas que vivem hoje na futura cidade oportunidades que muitas vezes não encontram nos grandes centros urbanos. “Hoje Santiago é uma cidade sustentável, preocupada com o futuro”,
    finaliza Edison.

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas