Agora MT Notícias Arthur Lira critica governadores e cobra Senado sobre preço de combustíveis
REDES SOCIAIS

Arthur Lira critica governadores e cobra Senado sobre preço de combustíveis

Lira disse que o Senado 'engavetou' uma proposta aprovada pelo deputados que alterava regras para a mudança da cobrança do ICMS para segurar a alta nos preços

Da Redação

Imagem: Presidente da Camara Arthur Lira PP AL Arthur Lira critica governadores e cobra Senado sobre preço de combustíveis
O presidente da Câmara, Arthur Lira, vê ‘manobra eleitoreira’ na atitude dos governadores e cobra pressa ao Senado – Divulgação

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), usou as suas redes sociais neste domingo (16) para culpar o Senado e os governadores pelos altos preços dos combustíveis. Também disse que os chefes dos executivos estaduais cobram agora soluções visando às eleições de outubro deste ano.

Lira disse que a Câmara dos Deputados chegou a aprovar uma proposta que alterava regras para a mudança da cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para segurar a alta nos preços, mas a proposta acabou engavetada na Casa legislativa vizinha.

A manifestação acontece após os estados anunciarem que vão descongelar o valor do ICMS cobrado nas vendas de combustíveis, marcado para o final deste mês. Dessa forma, o descongelamento do imposto deve acontecer como previsto inicialmente, em 31 de janeiro.

A previsão é que o preço da gasolina suba nos próximos dias.

A escalada de preços virou um dos principais problemas para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que reiteradamente afirma que tributos locais contribuem para a alta. O preço dos combustíveis, no entanto, segue a paridade internacional. Quando o petróleo sobe, o preço sobe, e vice-versa. Além disso, o dólar, hoje em alta, impacta nos valores.

“A Câmara tratou do projeto de lei que mitigava os efeitos dos aumentos dos combustíveis. Enviado para o Senado, virou patinho feio e Geni da turma do mercado”, escreveu o presidente da Câmara dos Deputados.

“Diziam que era intervencionista e eleitoreira. Agora, no início de um ano eleitoral, governadores, com Wellington Dias à frente, cobram soluções do Congresso. Com os cofres dos Estados abarrotados de tanta arrecadação e mirando em outubro, decidiram que é hora de reduzir o preço”, completou.

O deputado ainda acrescentou que os governadores haviam apresentado resistência a reduzir as alíquotas do ICMS. E concluiu jogando a responsabilidade final ao Senado.

“Podiam ter pressionado ainda ano passado. Por isso, lembro aqui a resistência dos governadores em reduzir o ICMS na ocasião. Registro também que fizemos nossa parte. Cobranças, dirijam-se ao Senado”, escreveu Lira.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), ainda não se manifestaram sobre as publicações de Arthur Lira.

Relacionadas

Paulo José propõe a construção de condomínio para idosos

O pré-candidato a prefeito Paulo José Correia (PSB) defendeu a criação de um condomínio exclusivo para abrigar pessoas da terceira idade. A ideia foi...

Bebedouro recheado com ‘supermaconha’ é apreendido dentro de bagagem em ônibus

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um bebedouro recheado de skunk, na bagagem de um ônibus, nesta quarta-feira (22), no km 211.0 da BR-364,...

Operação Hidra apreende quadro adolescentes envolvidos em duplo homicídio

A Delegacia da Polícia Civil de Mirassol D’Oeste deflagrou na quarta-feira (22) a Operação Hidra para cumprimento de oito mandados de internação e de...

Contribuintes mato-grossenses têm até o dia 31 de maio para aderir ao Refis e pagar dívidas com desconto

Os contribuintes mato-grossenses têm o dia 31 de maio para aderir ao Refis Extraordinário II e regularizar débitos fiscais referentes ao Imposto sobre Circulação...

Patrulha Rural aborda Kombi e prende dois homens com espingardas e munições

Policiais militares da Patrulha Rural do 5º Comando Regional prenderam dois homens, ambos de 56 anos, por porte ilegal de arma de fogo, na...

Governo autoriza compra de 1 milhão de toneladas de arroz

O governo federal autorizou, através de medida provisória assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira (24), a compra de até um...

Congresso mantém decisão de Bolsonaro, e fake news eleitorais não serão criminalizadas

O Congresso Nacional decidiu nesta terça-feira (28) manter os vetos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) a trechos da Lei de Segurança Nacional, incluindo veto...

Dois bombeiros militares são denunciados pelo MP por homicídio de aluno

A 13ª Promotoria de Justiça Criminal de Cuiabá - Crimes Militares denunciou, nesta quinta-feira (23), o Cap BM Daniel Alves de Moura e Silva...

Suspeito de abusar sexualmente da neta da companheira é preso em flagrante

Um homem de 48 anos foi detido em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (23.05), por abusar sexualmente de uma criança de apenas quatro...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas