Mais
    Agora MT Notícias Gargarejo com água e sal "mata os vírus da gripe"?
    MITO OU VERDADE?

    Gargarejo com água e sal “mata os vírus da gripe”?

    Pessoas procuram alívio para problemas respiratórios causados por Covid-19 e por um surto de gripe

    Imagem: gargarejo Gargarejo com água e sal "mata os vírus da gripe"?
    Gargarejo- Foto: Reprodução

    Postos de saúde lotados de pessoas procurando atendimento para doenças respiratórias se tornaram rotina nas últimas semanas, em vários estados brasileiros. O aumento no número de infecções por Covid-19, trazido pela variante ômicron, se associou a um surto de gripe, em pleno verão, provocado por uma variante do vírus Influenza A.

    Com nariz entupido, garganta dolorida e dificuldade para conseguir atendimento médico, muita gente acaba recorrendo à automedicação e a “dicas”, especialmente com a ajuda da internet. Por isso, um vídeo que apresenta medidas simples para o problema tem feito sucesso nos últimos dias. Ainda mais por conter dicas de uma médica.
    No vídeo, com jaleco branco em que consta o seu nome, a Dra. Sofia Bauer afirma estar passando informações indicadas por infectologistas. A primeira dica é hoje bem conhecida: lavar as mãos o tempo todo.

    A segunda, já é surpreendente: “bocheche sua garganta com água morna com sal, porque o sal ‘mata’ os vírus da gripe”(sic). Ela provavelmente quis dizer “faça gargarejos” com água morna e sal. Isso deveria ser feito três vezes ao dia.

    A terceira seria usar um cotonete para limpar as narinas com a mesma mistura de água morna e sal, para também “o sal e a água morna matarem os vírus”, ela diz novamente. Isso deveria ser feito de manhã e à noite.

    A terceira dica é “beba chá quente o dia todo”, porque o chá levaria o vírus para o estômago, “onde tem ácido e ele vai morrer”. E, por fim, ela aconselha a se tomar Vitamina C. E pede que as pessoas propaguem as informações “pra todo mundo que você puder”. Ela encerra, dizendo: “vamos combater a gripe H1N1, porque ela tem feito muitas pessoas griparem”.

    A citação do vírus H1N1 chamou a atenção de imediato. Esse vírus provocou uma pandemia mundial em 2009, quando a doença que ele provoca ficou conhecida como “gripe suína” ou “gripe A”.

    O H1N1 é uma variante do vírus Influenza A, mas não tem nenhuma relação com o atual surto de gripe que atinge o Brasil. Os casos atuais são provocados por uma variante da cepa H3N2, também do Influenza A. Uma variante chamada Darwin, nome da cidade da Austrália em que foi sequenciada.

    Como a médica cita esse vírus, verificamos se o vídeo não seria antigo. E confirmamos. Encontramos o mesmo vídeo já sendo compartilhado em 2016, em redes sociais diferentes. Para termos certeza da data original e da intenção do vídeo, procuramos a médica que faz as recomendações na gravação.

    A Dra. Sofia Bauer é médica psiquiatra e hipnoterapeuta, com clínica própria em Belo Horizonte. Ela declarou que o vídeo está “muito desatualizado”, e que, na época, gravou apenas para repassar a um grupo de amigos. A médica afirmou que não imaginava tamanha repercussão, anos depois. “Não sou da área”, disse.

    Sobre a informação de que água e sal matariam os vírus, ela afirma serem “recomendações da época” da gravação, mas que não devem mais ser seguidas, pois não são eficazes.

    A médica infectologista Raquel Stucchi, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), confirma. Ela diz que a combinação da água e sal pode ajudar na hidratação, mas não interfere na melhora do quadro da gripe.

    “A mistura de água e sal corresponde ao soro fisiológico. É bom para hidratar as mucosas mas, infelizmente, não consegue matar o vírus da Influenza e não tem nenhum papel de diminuir o risco de evolução para um quadro mais grave”, disse Stucchi.

    Em relação às outras medicas aconselhadas no vídeo, a necessidade de higienizar as mãos constantemente é um consenso. A médica Sylvia Lemos Hinrichsen, consultora de biossegurança da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), defende esta como uma das chamadas “medidas de barreira”, importantes para conter a disseminação do vírus. As outras são o uso de máscaras e evitar aglomerações.

    Tomar chá é um conselho antigo, que acaba também tendo um efeito importante, ao ajudar a hidratar o paciente. Uma medida válida em qualquer doença respiratória.

    Já ingerir vitamina C para prevenção ou combate à gripe, apesar de ser também um conselho antigo, não é um consenso entre médicos. Apesar da medida ter tido entre seus defensores o químico Linus Pauling, ganhador do prêmio Nobel de Química e também do Nobel da Paz.

    Portanto, fazer o gargarejo e colocar nas narinas uma solução de água e sal pode trazer um alívio na dor em pessoas com quadro gripal. Mas não é verdade que “mata o vírus da gripe”, como é dito no vídeo.

    Se alguém seguir os conselhos e achar que pode ter se livrado do vírus com estas medidas, pode deixar de adotar tratamentos médicos corretos e além de ver o seu quadro de saúde piorar, continuar transmitind a doença. Por isso, classificamos o vídeo que voltou a circular como “Enganoso”.

    Repassar um vídeo antigo, neste momento, com sugestões de medidas que a própria pessoa que gravou o vídeo não indica mais, é um “desserviço”, como classifica a infectologista Raquel Stucchi, da Unicamp.

    Relacionadas

    Empresários da indústria estão menos otimistas e mais cautelosos

    Os empresários da indústria terão meses de cautela pela frente. Diante de incertezas políticas e econômicas principalmente com o ano eleitoral, da alta de...

    Carreta carregada com farelo de soja é roubada e motorista é deixado em estrada

    Um motorista foi abordado por criminosos e teve a carreta roubada na noite desta terça-feira (18), no Distrito Industrial Vetorasso, em Rondonópolis (MT). Os...

    Adonias nega confusão com diretório municipal do MDB

    O diretório municipal do MDB deu nesta semana o pontapé inicial nas discussões sobre as eleições. O assunto foi discutido na reunião da executiva...

    Rondonópolis compra mais testes e faz mudanças contra nova onda de Covid-19

    A secretária de Saúde de Rondonópolis, Izalba Diva Albuquerque, disse hoje (20) que já está providenciando a compra de mais kits para fazer a...

    Produção de café deve atingir 55,7 milhões de sacas na safra de 2022

    Os produtores de café deverão colher a terceira maior safra do grão neste ano. De acordo com o primeiro levantamento da safra do produto...

    Neymar é flagrado juntinho com Bruna em passeio de barco

    Neymar surpreendeu os fãs ao aparecer, pela primeira vez, com a modelo Bruna Biancardi. O jogador postou uma foto com o novo affair nos...

    Confira os lançamentos da Netflix para fevereiro de 2022

    A Netflix divulgou nesta semana a lista completa de filmes, séries, documentários e animes que devem chegar ao catálogo em fevereiro de 2022. No mês mais curto do ano,...

    Motorista é preso transportando mais de 50kg de cocaína em Rondonópolis

    Um motorista foi preso e 56 kg de pasta base de cocaína foi apreendida nesta terça-feira (18), na Br-364, em Rondonópolis-MT. A Polícia Rodoviária Federal...

    Morador de Rondonópolis recebe carro zero da promoção Gazin 55 anos

    A última entrega do carro zero quilômetro da promoção Gazin foi feita na manhã desta terça-feira (18), em Rondonópolis (MT). O Ibrahim Mohamed é o...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas