Mais
    Agora MT Economia Pesquisa mostra que mais de 70% dos brasileiros estão endividados
    INADIMPLÊNCIA

    Pesquisa mostra que mais de 70% dos brasileiros estão endividados

    Novo recorde de endividamento: 70,9% das famílias brasileiras recorreram ao crédito em 2021, o maior número em 11 anos

    FONTE
    VIA

    Imagem: Calculando divida Pesquisa mostra que mais de 70% dos brasileiros estão endividados
    Calculando divída

    De acordo com um levantamento divulgado em 18 de janeiro pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 70,9% das famílias brasileiras terminaram o ano de 2021 endividadas. Só o percentual de dezembro ultrapassou 76%, o maior índice desde 2010.

    Ter crédito à disposição e recorrer a ele não é o problema em si, mas sim a perda do controle que, invariavelmente, traz preocupações e insegurança financeira. Além disso, o endividamento é o primeiro passo para a inadimplência que, nos últimos anos, também vem batendo recordes.

    Segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), no primeiro semestre do ano passado, 11,79% da renda familiar ficou comprometida apenas com o pagamento de juros. É um quadro altamente preocupante, pois os juros são o segundo maior gasto do brasileiro, perdendo apenas para o aluguel.

    Se o valor que é tirado do orçamento dos brasileiros para o pagamento de juros fosse injetado na economia em forma de consumo, teríamos um estímulo muito maior à produção, à indústria e, consequentemente, ao emprego.

    Embora os salários no Brasil sejam relativamente baixos em comparação com os de outros países, o maior problema dos brasileiros não é a renda em si, mas, sim, a falta de educação financeira. Isso porque, se não houvesse esse endividamento a juros altos, quase 12% do orçamento poderia ser direcionado às necessidades familiares. Ou seja, se os brasileiros invertessem a ordem e passassem a receber primeiro para gastar depois, não estariam com sua renda tão comprometida.

    É preciso entender que ter crédito é bom, mas que o seu uso não deve ser feito para tudo e qualquer coisa. Há que se ter objetivos, propósitos, controle financeiro e responsabilidade ao assumir um parcelamento, ainda mais para prazos longos, como já se tornou um costume para grande parte dos brasileiros.

    Comprar com crédito é comprometer o orçamento futuro. Quanto mais longo o parcelamento, maior é o comprometimento. Nessas horas, não podemos ser otimistas demais achando que tudo vai dar certo e que “amanhã dá-se um jeito”. Não há jeito para quem se vê às voltas com um monte de parcelas a pagar e um orçamento encurtado, a não ser amargar o pagamento de juros e mais juros. Educação financeira e responsabilidade deveriam ter vindo antes da ampla oferta de crédito.

    Relacionadas

    Caminhão fica pendurado após ponte de madeira ceder na MT-458

    O motorista de um caminhão passou um susto na manhã desta quarta-feira (18) na MT-458, conhecida como estrada do Viola, após a ponte de...

    Novos cartões do ‘Ser Família Emergencial’ começam a ser entregues nesta terça em Rondonópolis

    Começam a ser entregues amanhã (17) e seguem até sexta-feira (20) os novos cartões do programa ‘Ser Família Emergencial’ em Rondonópolis. O programa é...

    Várzea Grande comemora aniversário com quase 300 mil habitantes

    Segunda maior população de Mato Grosso, Várzea Grande, com quase 300 mil habitantes, comemora neste domingo (15) seu 155º aniversário com mais de R$...

    Burnout: conheça os sinais e saiba como agir para amenizá-lo

    Também conhecido como a “doença do trabalho”, o burnout atinge hoje cerca de 50% dos jovens líderes, de acordo com o estudo do Grupo...

    Alta do diesel pode aumentar passagem de ônibus em 15% e afetar frota

    Os suscetíveis aumentos do diesel, somados ao reajuste de 8,8% da Petrobras para as distribuidoras impactam 15,4% no preço da tarifa de ônibus em...

    No RJ, estrela de filmes adultos é pré-candidata a deputada federal

    A apresentadora do reality show erótico "A Casa das Brasileirinhas" é pré-candidata a deputada federal pelo PDT do Rio de Janeiro. Elisa Sanches se...

    Sindspen-MT reage à portaria que proíbe policial penal de cumprir plantão com celular

    O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT) se posiciona de maneira contrária à Portaria n° 94/2022, da Secretaria de Estado...

    Polícia Militar Ambiental comemora um ano como Companhia Independente

    Vários militares e oficiais participaram de uma solenidade festiva em comemoração de um ano que a 2ª Cia de Polícia Ambiental se tornou independente,...

    Jovem é executado com tiro a queima roupa no Jardim das Flores

    Um jovem, identificado como Ivonei Ferreira de Souza, 34 anos, foi executado por volta das 13h desta terça-feira (17) no cruzamento da rua Eleoteria...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas