Agora MT Economia Dólar cai 1,47% e fecha a R$ 4,94, menor valor desde junho...
FORTE QUEDA

Dólar cai 1,47% e fecha a R$ 4,94, menor valor desde junho de 2021

É a primeira vez desde 30 de junho passado que a moeda norte-americana fecha um pregão abaixo de R$ 5

Fonte: R7

O dólar fechou em forte queda nesta segunda-feira (21), bem abaixo da marca psicológica de R$ 5, com a moeda brasileira ostentando com folga o melhor desempenho global no dia diante do patamar elevado dos juros domésticos e da disparada dos preços das commodities.

A moeda norte-americana à vista caiu 1,47%, a R$ 4,9435 na venda, menor patamar para encerramento desde 29 de junho de 2021 (R$ 4,9431) e primeira vez desde 30 de junho passado que fecha um pregão abaixo de R$ 5.
Essa foi sua maior baixa diária desde o dia 3 de março deste ano (-1,617%). Durante a sessão, o dólar chegou a ceder 1,71%, para mínima intradiária de R$ 4,9312.

Na B3, às 17h11 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 1,56%, a R$ 4,9665

Segundo Fernando Bergallo, diretor de operações da assessoria de câmbio FB Capital, a queda do dólar para patamares inferiores a R$ 5 é “reflexo de sequências (de desvalorização) das últimas semanas; o dólar está num nítido caminho para baixo”.
A moeda norte-americana fechou em baixa em nove das 11 semanas completas do ano até agora, e, no acumulado de 2022, perde mais de 11% contra o real, deixando a divisa doméstica com a melhor performance global no período.

Para Bergallo, “abertura do diferencial de juros (entre Brasil e Estados Unidos) é sem dúvida nenhuma o fator preponderante” no tombo do dólar neste início de ano. “Não há argumento contrário que faça frente a uma Selic perto de 12%.”

Seu comentário faz referência a estratégias de “carry trade”, que tentam lucrar com a compra de divisas que oferecem retornos elevados. Com a alta sucessiva da taxa Selic ao longo do último ano, ao patamar atual de 11,75%, o rendimento oferecido pela moeda brasileira é atraente para investidores estrangeiros.

E há expectativas de que os juros básicos subirão ainda mais. A mais recente pesquisa semanal Focus, do Banco Central, mostrou que a projeção de economistas para o patamar da Selic ao fim deste ano chegou a 13%, diante de novos saltos nos prognósticos de inflação.

Ao mesmo tempo, várias commodities – do milho ao petróleo – dispararam desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, conflito que ainda não parece perto de acabar. Especialistas explicam que a valorização desse tipo de produto tende a aumentar o ingresso de dólares em países exportadores, principalmente da América Latina, região vista como menos vulnerável aos riscos geopolíticos.

“Na hora que você olha o cenário geopolítico, acho que o Brasil se credenciou numa posição privilegiada para hoje receber investimento externo”, disse Bergallo.

Estrategistas do Citi compartilham dessa visão. Em relatório desta segunda-feira, eles disseram acreditar “que os fluxos (para o mercado de câmbio local) podem continuar no curto prazo à medida que os investidores estrangeiros continuam a olhar favoravelmente para o real como uma moeda de commodity com ‘carry’ alto, e à medida que os exportadores internalizam parte de seus dólares mantidos no exterior”.

A forte queda do dólar frente ao real veio apesar de sua alta no exterior, com o índice da moeda norte-americana ante uma cesta de rivais fortes subindo 0,2% nesta tarde. Investidores do mundo inteiro reagiam a comentários mais duros que o esperado do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, sobre o combate do banco central dos EUA à inflação.

Powell chegou a afirmar que, se a alta dos preços exigir, o Fed vai subir os juros em 0,5 ponto percentual, o dobro da dose de aperto de 0,25 ponto adotada na semana passada, quando os custos dos empréstimos básicos dos EUA foram elevados pela primeira vez em três anos.

Isso é visto como possível fator de impulso para o dólar, já que juros mais altos nos EUA elevariam a atratividade de se investir na segura dívida norte-americana, intensificando o direcionamento de recursos para lá.

No entanto, o real parece ter resistido bem a esses ruídos.

Relacionadas

Comitê do Fogo inicia ações para o combate às queimadas em Rondonópolis

A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Coordenadoria da Defesa Civil Municipal e Gabinete de Apoio à Segurança...

Fachin determina que Eduardo Leite explique mudanças na legislação ambiental do Rio Grande do Sul

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin determinou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), preste esclarecimentos, em...

Operação mira associação criminosa envolvida em tráfico entre MT e MS

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis deflagrou nesta terça-feira (28.05), a Operação Carona Final com o cumprimento de 41 mandados judiciais...

Lula diz que tendência é vetar proposta que acaba com isenção de importações de até US$ 50

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (23) que a tendência é de que ele vete uma proposta em análise pelo...

PF realiza operação para esclarecer real identidade de mulher acusada de apropriar-se da identidade de outra

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, (24/5), em Rondonópolis-MT, a Operação Em Busca da Verdade, com o objetivo de esclarecer a real identidade de...

Começa hoje consulta ao lote de restituição do IRPF

A partir das 10h desta quinta-feira (23), cerca de 5,6 milhões de contribuintes que entregaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física saberão...

Preso em Rondonópolis irá responder por três homicídios e comparsa é procurado pela polícia

Clarisvaldo de Morais Freitas, de 31 anos, foi preso pela 14ª Companhia Independente da Polícia Militar de Força Tática, no último domingo (26), em...

Força Tática prende três homens e uma mulher com armas de fogo e porções de maconha

Equipes da Força Tática do 2º Comando Regional prenderam três homens e uma mulher, com idades entre 21 a 37 anos, por tráfico de...

Operação Hidra apreende quadro adolescentes envolvidos em duplo homicídio

A Delegacia da Polícia Civil de Mirassol D’Oeste deflagrou na quarta-feira (22) a Operação Hidra para cumprimento de oito mandados de internação e de...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas