Agora MT Notícias Pessoas saudáveis podem desenvolver diabetes pós-Covid, entenda
SAÚDE

Pessoas saudáveis podem desenvolver diabetes pós-Covid, entenda

Alterações na glicemia podem passar despercebidas até que se tornem mais graves; veja os principais sintomas

Fonte: R7

Imagem: Teste de diabete Pessoas saudáveis podem desenvolver diabetes pós-Covid, entenda
Teste de diabete – Reprodução

Nestes dois anos de pandemia, o caráter sistêmico da Covid-19, isto é, sua capacidade de afetar diversos órgãos, tem desafiado médicos e cientistas ao redor do mundo a entender a extensão dos seus efeitos no organismo – um deles é a possibilidade de alteração da glicemia mesmo em pessoas saudáveis, que não têm propensão a desenvolver diabetes.

A endocrinologista Mariana Carvalho explica que existem algumas hipóteses que podem esclarecer como se dá a evolução do paciente para um quadro diabético, mesmo em casos leves da infecção causada pelo coronavírus.

Uma delas é o impacto direto do Sars-CoV-2 no pâncreas, órgão responsável pela produção de insulina, que é o hormônio encarregado de transportar a glicose no organismo.

Segundo a especialista, existe um receptor chamado ACE2, ao qual o coronavírus se liga para entrar nas células e causar a infecção, mecanismo que está presente no pâncreas, o que explicaria a alteração da glicemia.

“Temos visto pessoas que tinham um exame normal de glicemia antes da Covid e outro exame alterado pós-Covid. Mas não sabemos se são pacientes que já tinham tendência, nos quais o coronavírus precipitou o aparecimento do diabetes, ou se são pessoas sem tendência alguma. É difícil avaliar como eram os hábitos de vida delas antes da Covid, porque às vezes a glicemia era normal, mas as pessoas já tinham um fator de risco para desenvolver a doença, como estar acima do peso ou ser sedentárias”, explica a médica.

Além disso, Mariana ressalta que cerca de 50% da população não sabe que tem diabetes, já que os sintomas só começam a aparecer quando a glicemia está em um nível muito elevado. Nesses casos, a Covid-19 acaba evidenciando o problema.

“Às vezes a pessoa é internada e durante a internação acaba descobrindo ocasionalmente que tem diabetes, [porque] qualquer quadro infeccioso pode descompensar a glicemia”, afirma.

Outra questão que pode desencadear o diabetes ou mesmo alterar a glicemia naqueles que têm a doença controlada é o tratamento administrado a pessoas que desenvolvem quadros graves de Covid-19 e precisam ficar internadas. Nesses casos, os pacientes recebem corticoides, um tipo de medicação que causa alteração no metabolismo da glicose.

“Tenho feito alguns acompanhamentos e observo que em algumas pessoas a glicemia acaba se normalizando alguns meses depois [da Covid], mas outras permanecem com ela alterada, mesmo que leve, porque provavelmente já tinham tendência ao desenvolvimento do diabetes, e aí o coronavírus foi só um empurrãozinho”, destaca a endocrinologista.

Como evitar o diabetes

A melhor forma de prevenção do diabetes é ter uma vida saudável, segundo a endocrinologista, sobretudo aquelas pessoas que já têm histórico da doença na família.

“Entre os fatores mais determinantes que podem piorar ou precipitar o aparecimento do diabetes estão o excesso de peso, o excesso de gordura corporal, o sedentarismo e a má alimentação. Então, quando já existe um parente de primeiro grau que tem diabetes, a pessoa precisa se cuidar um pouco mais do que o restante da população”, explica Mariana.

A especialista recomenda a prática regular de atividade física e uma alimentação balanceada, evitando-se o abuso de doces e carboidratos, o que pode contribuir para o ganho de peso e para o acúmulo de gordura abdominal, fatores de risco para a doença.

“Aquela gordurinha que se acumula na região do abdômen tende a se acumular dentro dos órgãos, causando gordura no fígado e no pâncreas; é uma gordura visceral que contribui para o desenvolvimento do diabetes”, ressalta.

Para ser considerado normal, o nível de glicemia deve estar em 100. Quando passa consideravelmente desse patamar, os sintomas do diabetes começam a aparecer. Os principais são: cansaço, mal-estar, falta de energia, perda de peso, sede, fome, visão embaçada, dor nas pernas e aumento do volume de urina.

“Toda vez que nos alimentamos, a glicose entra no nosso corpo e é distribuída entre os órgãos pela insulina, e o açúcar também é eliminado pela urina. No diabético há dificuldade nessa distribuição e na eliminação. Então a pessoa começa a ir ao banheiro várias vezes, porque o açúcar, que deveria estar nos órgãos, está no sangue”, explica Mariana.

A endocrinologista destaca que um leve aumento da glicemia pode passar despercebido, pois não há nenhum sintoma, o que explica o alto percentual de pessoas que convivem com a doença e não sabem disso.

“Entretanto, se não for iniciado um tratamento logo nessa fase em que há um leve aumento da glicose, ela vai aumentando [gradualmente] e então aparecem alguns sintomas que o corpo mesmo faz na tentativa de eliminar o açúcar no sangue”, destaca.

Relacionadas

Casal em moto fica ferido após ser atingido por carro na rua Rio Branco

Um casal ficou ferido após uma colisão envolvendo uma moto e um carro, no cruzamento das ruas Rio Branco com a Bahia, no Loteamento...

Segunda-feira (27) começa vacinação contra poliomielite

A partir da próxima segunda-feira, 27 de maio, as unidades de saúde estarão com as atenções voltadas para as crianças com o início da...

Suspeito de abusar sexualmente da neta da companheira é preso em flagrante

Um homem de 48 anos foi detido em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (23.05), por abusar sexualmente de uma criança de apenas quatro...

Brasil tem 5,4 milhões de jovens que não estudam, não trabalham e nem procuram emprego

O número de jovens que não estudam, não trabalham e nem estão procurando emprego aumentou no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um...

Segunda lista de convocados do programa SER Família CNH Social será divulgada nesta segunda-feira (27)

A primeira-dama Virginia Mendes e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) divulgam, na próxima segunda-feira (27), a segunda lista de convocação dos beneficiados pelo...

Indústria de bebida de MT cria modelo de negócio para o empreendedorismo familiar

A cada ano o número de empreendedores cresce em Mato Grosso, em busca de oportunidades e modelos de negócios que se adequem dentro de...

Detran-MT realiza 1º Encontro Nacional do Plano para Redução de Mortes no Trânsito

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) realizou, nesta sexta-feira (24/05), o 1º Encontro Nacional do Plano Nacional de Redução de Mortes...

Bandidos rendem e roubam família na Vila Aurora; PM prende um e identifica criminosos

Um homem de 30 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) após um crime de roubo em uma residência no bairro Vila Aurora, na...

Operação Hidra apreende quadro adolescentes envolvidos em duplo homicídio

A Delegacia da Polícia Civil de Mirassol D’Oeste deflagrou na quarta-feira (22) a Operação Hidra para cumprimento de oito mandados de internação e de...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas