Mais
    Agora MT Destaques Arrecadação de ICMS sobre o etanol aumentou 221% nos últimos cinco anos...
    BIOCOMBUSTÍVEIS

    Arrecadação de ICMS sobre o etanol aumentou 221% nos últimos cinco anos em Mato Grosso

    No período analisado, de 2017 a 2022, a produção de etanol em Mato Grosso triplicou, passando de 1,49 bilhão de litros na safra 2017/2018 para 4,07 bilhões de litros

    Assessoria
    VIA

    Imagem: combustivel etanol gasolina Arrecadação de ICMS sobre o etanol aumentou 221% nos últimos cinco anos em Mato GrossoA arrecadação de ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços) sobre o etanol mais que dobrou nos últimos cinco anos em Mato Grosso. Na safra 2017/2018, a comercialização dos biocombustíveis gerou uma receita de R$ 297,55 milhões, em valores atualizados. Ano passado, a arrecadação saltou para R$ 955,09  milhões, segundo dados da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

    O salto na arrecadação tem relação direta com o aumento do parque industrial no estado. No período analisado, de 2017 a 2022, a produção de etanol em Mato Grosso triplicou, passando de 1,49 bilhão de litros na safra 2017/2018 para 4,07 bilhões de litros na última temporada, incremento viabilizado pela consolidação das indústrias de etanol à base de milho no estado. O biocombustível à base de milho corresponde atualmente a 75% do volume total do etanol mato-grossense.

    De acordo com o presidente-executivo da União Nacional do Etanol de Milho (Unem), Guilherme Linares Nolasco, para produzir mais de 3 bilhões de litros de etanol de milho ao ano, vultuosos investimentos foram alocados em tecnologia, gerando milhares de empregos, impostos e renda. “O setor consolidou incentivos imensuráveis aos produtores de milho, florestas plantadas e todas as cadeias de proteínas animal que utilizam coprodutos da produção do etanol de milho na dieta animal”, detalha.

    Outra importante contribuição do setor foi que, com a verticalização da produção, o perfil da arrecadação sobre o milho mudou. Ao exportar uma tonelada do cereal, o Estado arrecada R$ 11,39. Porém, ao transformar uma tonelada de milho em etanol, óleo e farelos, este valor salta para R$ 96,53.

    Atualmente, a cadeia do etanol está entre os principais contribuintes do Estado de Mato Grosso, com perspectivas de ampliar a contribuição a partir da concretização de novos projetos de construção e ampliação de usinas.

    “Classificar a cadeia do etanol como o setor que mais sonega impostos é, no mínimo, leviano e irresponsável e não condiz com a realidade. A cadeia do etanol de milho continuará contribuindo com o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso, atraindo investimentos em um modelo de economia circular que fomenta diferentes segmentos envolvidos”.

    Nolasco reforça que a Unem continuará trabalhando para viabilizar a produção de energia limpa e renovável, que gera empregos, arrecada impostos e promove ganhos econômicos e sociais para a população./

    “A entidade apoia ações objetivas para coibir e responsabilizar com rigor a sonegação fiscal e não deixará que práticas ilegais coloquem em descrédito de forma generalizada um setor que tanto contribui para o crescimento de nossa região”, afirma o presidente da Unem.

    Relacionadas

    “Waking Rest”: conheça a técnica de relaxamento que promete te fazer descansar acordado

    Com que frequência você se sente exausto? Quando estamos cansados ​​ou estressados, é muito importante pararmos por alguns minutos e dar atenção para dentro...

    Ex-namorado confessou assassinato de jovem grávida encontrada dentro de uma mala, diz delegado

    De acordo com o delegado Paul Henry Verduraz, o ex-namorado da jovem assassinada e colocada dentro de uma mala em Mogi das Cruzes, na...

    Duas pessoas ficam feridas após motociclista não respeitar sinalização

    Um acidente entre duas motocicletas deixou os condutores feridos na noite desta terça-feira (21), no bairro Vila Iracy, em Rondonópolis-MT. As motos envolvidas são uma...

    Réu é condenado a 16 anos de prisão após absolvição em júri anterior

    Após recurso interposto pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, o réu Carlos Alexandre da Silva Nunes, denunciado por homicídio qualificado e ocultação...

    Sobe para 14 o número de casos de varíola do macaco confirmados no Brasil

    O Ministério da Saúde confirmou, nesta quinta-feira (23), mais três casos de varíola do macaco no Brasil. Nenhum deles é de pessoa com histórico...

    Conheça detalhes sobre preenchimento labial

    Um dos procedimentos estéticos mais queridinhos do momento é o preenchimento labial, um tratamento pouco invasivo que utiliza ácido hialurônico para aumentar o volume...

    São Paulo e Palmeiras se reencontram pelo Brasileirão

    Finalistas do Paulistão 2022, São Paulo e Palmeiras encerram a 13ª rodada do Brasileirão nesta segunda-feira (20), às 20h, no estádio do Morumbi. O...

    De “cara nova”, projeto que reajusta IPTU deve retornar à Câmara

    Está prevista para a sessão ordinária da Câmara desta quarta-feira (22) a chegada do novo projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que...

    EUA | Maior oferta de diesel renovável não compensará perda no petróleo

    Uma enxurrada de usinas de diesel renovável que devem entrar em operação nos Estados Unidos nos próximos três anos não será suficiente para compensar...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas