Mais
    Agora MT Manchetes Cartórios registram o maior número de mães solos em Mato Grosso desde...
    4 PRIMEIROS MESES

    Cartórios registram o maior número de mães solos em Mato Grosso desde 2018

    Nos quatro primeiros meses de 2022, mais de 1,2 mil crianças foram registradas somente em nome da mãe

    ASSESSORIA
    VIA

    Imagem: crianca sem pai Cartórios registram o maior número de mães solos em Mato Grosso desde 2018
    Criança sem reconhecimento do pai – Foto: Reprodução

    Dados inéditos levantados pelos Cartórios de Registro Civil de Mato Grosso apontam que nos quatro primeiros meses deste ano foram registradas 1.214 crianças somente com o nome materno, o maior número absoluto e percentual para o mesmo período desde 2018.

    Os dados ganham ainda mais relevância quando se observa que 2022 registrou o terceiro maior número de nascimentos para o período, totalizando 18.345 recém-nascidos, ou seja, 6,6% do total de recém-nascidos no país tem apenas o nome da mãe em sua certidão de nascimento. Comparado ao mesmo período de 2018, quando nasceram 15.504 crianças e 705 delas foram registradas somente com o nome materno, o número de mães solos cresceu 509 registros, o que equivale a um aumento de 2%.

    Os dados estão disponíveis no novo módulo do Portal da Transparência do Registro Civil, denominado Pais Ausentes, lançado no mês de março, e que integra a plataforma nacional, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), que reúne as informações referentes aos nascimentos, casamentos e óbitos registrados nos 7.654 Cartórios de Registro Civil do Brasil, presentes em todos os municípios e distritos do país.

    Na série histórica dos quatro primeiros meses do ano, o número de mães solos em 2022 só esteve próximo ao verificado em 2021, quando foram registrados 1.172 recém-nascidos somente em nome da mãe no período, diante de um total de 19.292 nascimentos, 947 registros a mais do que o total de nascimentos deste ano. Já em 2020 foram 1.010 crianças registradas somente em nome da mãe, enquanto que em 2019 este número totalizou 1.085 nascimentos.

    “Os números levantados pelos Cartórios de Registro Civil mato-grossenses são importantes para configurar o panorama da realidade do nosso estado e, assim, fazer um alerta para a questão. Com esses dados é possível que os trabalhos sociais se voltem para a problemática”, aponta Velenice Dias, presidente da Anoreg-MT.

    Reconhecimento de Paternidade

    Desde 2012, com a publicação do Provimento nº. 16, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o procedimento de reconhecimento de paternidade pode ser feito diretamente em qualquer Cartório de Registro Civil do país, não sendo necessária decisão judicial nos casos em que todas as partes concordam com a resolução. Nos casos em que iniciativa seja do próprio pai, basta que ele compareça ao cartório com a cópia da certidão de nascimento do filho, sendo necessária a anuência da mãe ou do próprio filho, caso este seja maior de idade. Em caso de filho menor, é necessário a anuência da mãe. Caso o pai não queria reconhecer o filho, a mãe pode fazer a indicação do suposto pai no próprio Cartório, que comunicará aos órgãos competentes para que seja iniciado o processo de investigação de paternidade.

    Também é possível, desde 2017, realizar em Cartório o reconhecimento de paternidade socioafetiva, aquele onde os pais criam uma criança mediante uma relação de afeto, sem nenhum vínculo biológico, desde que haja a concordância da mãe e do pai biológico. Neste procedimento, caberá ao registrador civil atestar a existência do vínculo afetivo da paternidade ou maternidade mediante apuração objetiva por intermédio da verificação de elementos concretos: inscrição do pretenso filho em plano de saúde ou em órgão de previdência; registro oficial de que residem na mesma unidade domiciliar; vínculo de conjugalidade — casamento ou união estável — com o ascendente biológico; entre outros.

    Relacionadas

    Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

    Candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital saem, a partir de hoje...

    Alta de roubos faz disparar em até 80% vendas de seguros para celular

    Um celular é tirado de seu dono a cada 12 minutos no estado do Rio de Janeiro, segundo o ISP (Instituto de Segurança Pública),...

    Candidato de MT registra foto de Gil do Vigor no TSE

    O candidato a deputado estadual pelo Mato Grosso Luciano Gomes de Oliveira, do partido Democracia Cristã (DC), registrou sua candidatura no sistema do Tribunal...

    Carro abandonado fica destruído após pegar fogo no Sítio Farias

    Um carro Corsa Wind 1995 ficou totalmente destruído após pegar fogo, na madrugada desta terça-feira (16), no bairro Sítio Farias, em Rondonópolis (MT). A equipe...

    Mato Grosso é o Estado que mais cresceu em 2022

    Mato Grosso lidera o ranking dos estados com maior crescimento econômico em 2022. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11) pelo jornal Valor Econômico,...

    Madrugada deste sábado terá chuva de meteoros

    O hemisfério norte terá uma noite privilegiada para assistir o pico de uma chuva de meteoros conhecida como Perseidas. O fenômeno ocorrerá a partir...

    Espanha adota plano de poupança de energia

    A partir desta quarta-feira (10), a Espanha adota "medidas urgentes" de poupança de energia, que incluem vitrines sem iluminação à noite e ar condicionado...

    Primeiro ato de Lula é no ABC. Ciro vai a SP

    Os candidatos à esquerda nestas eleições deram início a corrida eleitoral em seus primeiros atos de campanha nesta terça-feira (16). Enquanto o presidente da...

    Chaves pix já superam o dobro do número de habitantes no Brasil

    O número de chaves Pix registradas chegou a 478,3 milhões em julho de 2022, ultrapassando o dobro do número da população do Brasil (214,9...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas