Mais
    Agora MT Brasil Justiça adia interrogatório de Jairinho para o dia 13 de junho
    CASO HENRY

    Justiça adia interrogatório de Jairinho para o dia 13 de junho

    Monique foi dispensada de comparecer a pedido de sua defesa, por preocupação com a integridade física da ré

    Fonte: R7
    VIA

    Imagem: Interrogatorio de Jairinho foi adiado Justiça adia interrogatório de Jairinho para o dia 13 de junho
    Interrogatório de Jairinho foi adiado – Reprodução

    O interrogatório do ex-vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, foi adiado para o dia 13 de junho. A previsão era que ele fosse ouvido no dia 1º de junho, mas a 2ª Vara Criminal do Rio de Janeiro atendeu ao pedido da defesa, que citou decisão de habeas corpus determinando a oitiva do perito assistente Sami El Jundi, contratado pela defesa.

    Pelo habeas corpus, a defesa poderia decidir pela separação do interrogatório do acusado e do perito, com prazo de cinco dias entre eles.

    O ex-vereador Jairo Souza dos Santos Júnior, o Dr. Jairinho, e a professora Monique Medeiros da Costa e Silva, padrasto e a mãe do menino Henry Borel, 4 anos, são acusados pela morte da criança no dia 8 de março do ano passado, depois de ter sofrido torturas no apartamento em que moravam na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

    Jairinho e Monique foram presos em abril de 2021 e desde o dia 6 de abril deste ano, a mãe do menino está em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica. Eles foram denunciados pelo Ministério Público por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, com recurso que dificultou a defesa da vítima e impingiu intenso sofrimento, além de ter sido praticado contra menor de 4 anos, tortura, coação de testemunha, fraude processual e falsidade ideológica.

    De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Monique foi dispensada pelo juízo de comparecer aos atos a pedido da sua defesa. O argumento é que ela já prestou interrogatório por 11 horas em fevereiro deste ano e há preocupação com a integridade física da ré, após ameaçadas sofridas na prisão.

    Monique foi ouvida no dia 10 de fevereiro e sustentou que sofria abusos físicos e psicológicos cometidos por Jairinho, seu companheiro à época. Disse também que, no dia da morte de Henry, foi obrigada pelo ex-parlamentar a tomar calmante para dormir e, por isso, não viu o que aconteceu com o menino.

    No mesmo dia, Jairinho falou por apenas 10 minutos, alegou inocência e questionou as provas obtidas pela polícia e os laudos da necropsia.

    Relacionadas

    Criminosos invadem alojamento, amarram trabalhadores e levam caminhonete

    Um alojamento foi invadido e 6 trabalhadores foram feitos reféns durante um roubo em Barra do Bugres (MT). Dois suspeitos foram presos e a...

    Confira 10 dicas para quem quer parar de fumar

    Largar o cigarro não é uma tarefa nada fácil. Quem é fumante sabe disso: tentar várias vezes e persistir se torna um desafio imenso....

    Mais de 30 mil jovens de 15 a 17 anos solicitaram o primeiro título em Mato Grosso

    De janeiro a maio deste ano, 30.644 jovens com a idade entre 15 e 17 anos solicitaram o alistamento eleitoral em Mato Grosso. O...

    Governo japonês inicia inscrições para bolsas de pós-graduação destinadas a brasileiros

    O Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia (MEXT) do governo japonês abriu as inscrições para os programas de bolsas de estudo de 2023...

    Entregador tem várias fraturas pelo corpo após cair em buraco na BR-364

    Um entregador ficou ferido após cair em um buraco no momento em que seguia para fazer uma entrega em uma empresa que fica localizada...

    Idoso de 70 anos é acusado de estuprar menina de 11 em Rondonópolis

    Um caso de estupro de vulnerável contra uma menina de apenas 11 anos foi registrado ontem (15) em Rondonópolis. Até a confecção do Boletim...

    Novos cartões do ‘Ser Família Emergencial’ começam a ser entregues nesta terça em Rondonópolis

    Começam a ser entregues amanhã (17) e seguem até sexta-feira (20) os novos cartões do programa ‘Ser Família Emergencial’ em Rondonópolis. O programa é...

    Anvisa lança campanha sobre prevenção à infecção hospitalar

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) promoverá uma campanha nacional para alertar sobre a importância do controle das infecções hospitalares. A campanha Cirurgias...

    Funcionário é preso suspeito de furtar equipamentos e ferramentas de empresa

    O funcionário de uma empresa foi preso pelos investigadores da Delegacia Especializada de Roubos, Furtos (DERF) nesta quarta-feira (18) suspeito de furtar equipamentos e...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas