Mais
    Agora MT Mundo Rússia diz que 700 combatentes se renderam em Mariupol
    GUERRA

    Rússia diz que 700 combatentes se renderam em Mariupol

    No entanto, líderes seguem escondidos

    VIA

    Imagem: 2022 05 08t161337z 1 lynxnpei4708x rtroptp 4 ukraine crisis luhansk Rússia diz que 700 combatentes se renderam em Mariupol
    Guerra – Foto: © Serviço de Emergência Estatal/Divulgação via REUTERS/Direitos Reservados

    Quase 700 combatentes ucranianos se renderam na siderúrgica de Azovstal, em Mariupol, nas últimas 24 horas, anunciou hoje (18) a Rússia, mas os líderes ainda estariam escondidos lá dentro, atrasando o fim da batalha mais longa e sangrenta da Europa em décadas.

    Enquanto isso, a Finlândia e a Suécia solicitaram formalmente a adesão à aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), provocando a expansão que o presidente russo, Vladimir Putin, há muito citou como uma de suas principais razões para o lançamento da “operação militar especial” na Ucrânia, em fevereiro.

    O Ministério da Defesa da Rússia disse que a rendição de mais 694 combatentes significa que 959 pessoas já depuseram suas armas na vasta siderúrgica Azovstal, último bastião de defensores ucranianos na cidade.

    Se confirmado, o anúncio russo resolveria grande parte do mistério em torno do destino de centenas de combatentes dentro da usina, depois que a Ucrânia anunciou, ontem, que ordenou que toda a guarnição se retirasse. O Ministério da Defesa ucraniano, que até agora confirmou que apenas cerca de 250 pessoas deixaram a siderúrgica, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário por escrito.

    Rendição
    O líder dos separatistas pró-Rússia no controle da área disse, segundo uma agência de notícias local, que os principais comandantes dentro da usina ainda não se renderam: “Eles não partiram”, disse Denis Pushilin, de acordo com a agência de notícias DAN.

    A rendição final de Mariupol encerraria um cerco de quase três meses à cidade antes próspera de 400 mil habitantes, onde a Ucrânia diz que dezenas de milhares de civis morreram sob o cerco e bombardeio russos, muitos enterrados em valas comuns.

    Kiev e Moscou disseram, esta semana, que cerca de 250 pessoas deixaram a usina, dando poucas pistas sobre o destino de outras centenas que se acreditava estarem lá dentro. A Ucrânia afirmou que não revelaria quantos estavam lá até que a operação para a retirada fosse concluída.

    Autoridades ucranianas falaram da esperança de organizar uma troca de prisioneiros por defensores de Mariupol, que descrevem como heróis nacionais. Moscou diz que nenhum acordo foi feito para combatentes que chama de nazistas.

    Feridos
    A Rússia disse que mais de 50 combatentes feridos foram levados para tratamento em um hospital, e outros foram para uma prisão recém-reaberta, ambas em cidades mantidas por separatistas pró-Rússia. Jornalistas da agência de notícias Reuters filmaram ônibus levando combatentes capturados para os dois locais.

    O Kremlin afirmou que Vladimir Putin garantiu pessoalmente o tratamento humano daqueles que se renderem, mas políticos russos de alto escalão pediram publicamente que eles nunca fossem trocados, ou mesmo que sejam executados.

    Relacionadas

    ‘Dia D’ de vacinação contra Influenza, Sarampo e Covid-19 acontece neste sábado (25)

    A Prefeitura de Rondonópolis realiza neste sábado (25) o 'Dia D' de vacinação contra Influenza, Sarampo e Covid-19 e convoca os munícipes que ainda...

    MC Poze distribui celulares para vendedores ambulantes em semáforo

    MC Poze distribuiu diversos celulares para vendedores ambulantes em um semáforo da cidade do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (23). O compartilhou em suas...

    Motociclista fica ferido em acidente e é levado ao Hospital Regional

    Um acidente envolvendo duas motos deixou um motociclista ferido nesta quinta-feira (23), entre os bairros Dom Osório e José sobrinho, em Rondonópolis-MT. As duas motocicletas...

    3ª etapa da ‘Operação Comando Móvel’ é lançada na grande região Salmen

    A 3ª etapa da ‘Operação Comando Móvel’ foi lançada na manhã desta segunda-feira (27), na região do Bairro Parque Universitário, em Rondonópolis-MT. O objetivo...

    Neymar é comunicado que não faz mais parte dos planos do PSG

    Neymar foi avisado pelo Paris Saint-Germain que não está nos planos do clube francês, segundo o "El País". A equipe de Nasser Al-Khelaifi passa...

    Sobe para 14 o número de casos de varíola do macaco confirmados no Brasil

    O Ministério da Saúde confirmou, nesta quinta-feira (23), mais três casos de varíola do macaco no Brasil. Nenhum deles é de pessoa com histórico...

    Receita paga hoje restituições do segundo lote do IR 2022

    A Receita Federal paga nesta quinta-feira (30) as restituições do segundo lote do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2022. O lote também...

    Mulher mata marido enforcado após ser chamada de ‘gorda e velha’

    Um servidor público de 51 anos morreu após ser asfixiado em Itajubá, a 451 km de Belo Horizonte. A esposa dele confessou ser a...

    Bandidos arrombam escritório de vereadora; Kalynka não descarta crime político

    A vereadora por Rondonópolis, Kalynka Meirelles (Republicanos), recebeu uma notícia nada agradável no início da manhã de sexta-feira (24). O escritório da parlamentar, onde...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas