Mais
    Agora MT Editoriais A Covid-19 está voltando?
    EDITORIAL

    A Covid-19 está voltando?

    FONTE
    VIA

    Imagem: AGORA com Vanzeli A Covid-19 está voltando?

    A

    notícia de que Mato Grosso registrou quase mil novos casos da Covid-19 em um único dia arrepiou-me os cabelos. Estaria voltando essa doença terrível? Dispus-me, então, a realizar um levantamento nos Boletins Epidemiológicos desse ano, que são divulgados diariamente pela Prefeitura de Rondonópolis. Vamos aos números.

    Em janeiro, registramos 2.345 casos confirmados da doença, uma média de 75,7 novos casos por dia. Em fevereiro, a média aumentou. Foram 103 casos diagnosticados diariamente, num total de 2.889. Em março, os números caíram abruptamente: média de 9,9 casos diários e 307 ao todo neste mês. Abril seguiu essa tendência de números baixos: 163 casos, com média de 5,4 casos por dia. Chegou maio e a queda foi ainda maior. No quinto mês do ano, a prefeitura notificou o total de 63 casos; média de 2,02 casos ao dia.

    Neste mês que estamos, no entanto, os números voltaram a subir. Nos primeiros 14 dias de junho, 184 novos casos surgiram no município, elevando a média diária de casos para 13,1 casos. E o aumento veio acompanhado de um efeito da doença com o qual já estávamos desacostumados: as mortes. Depois de contarmos 7 mortes em janeiro, 18 em fevereiro (o mês mais mortal desse ano), 6 em março, nenhuma morte em abril e apenas 1 óbito por Covid-19 em maio, só nas duas primeiras semanas desse mês já são 5 óbitos em decorrência da doença.

    Os números registram um aumento em casos e em mortes, mas seriam apenas um “desvio na curva” ou o início de uma curva ascendente nos gráficos? Bem, claro que só o tempo, com acompanhamento diário dos Boletins (a que me propus fazer), o dirá. Mas, é sabido que quase ninguém está tomando os cuidados para evitar o contágio. Uso de máscaras, lavar as mãos ou aplicar-lhes álcool 70% e manter o distanciamento social já não estão em uso por aqui.

    Em algumas cidades, como Belo Horizonte, o uso de máscaras em locais fechados já não é mais facultativo. Para além da eterna discussão de liberdade versus medidas sanitárias, é certo que a observância desses protocolos pode, efetivamente, evitar o contágio. Então, por que não? Sem contar a vacina. O Ministério da Saúde já recomenda a segunda dose de reforço contra a Covid-19. Mas nem todos estão atendendo ao chamado do Ministério.

    Em pequena reunião com um grupo de colegas, ficamos estupefatos quando, um após o outro, fomos confessando não termos tomado ainda a dose de reforço. Claro que todos tínhamos “motivos” para isto. Um (eu, para falar a verdade) já tinha ido ao PSF por duas vezes e não havia vacina disponível. Um outro, porque, depois de ver pessoas vacinadas morrerem, passou a duvidar da eficácia da mesma. E assim por diante.

    Claro que a vacina não é 100% segura. Nenhum imunizante pode oferecer proteção total ou ausência completa de efeitos colaterais. Especialmente quanto aos inoculantes contra a Covid-19, que foram produzidos durante uma pandemia. É como se nossos cientistas trocassem o pneu furado com o carro em movimento. E conseguiram! Isso salvou milhões de vidas mundo afora. Agora, com o passar do tempo, nossas pesquisas estão procurando aprimorá-las, a fim de garantir maior eficácia e tornar conhecidos possíveis danos secundários de sua utilização. De qualquer modo, a partir de hoje, só cumprimento as pessoas com o “soquinho” e vou correr atrás da minha dose de reforço. Bora lá!?

    Relacionadas

    Diesel aumenta 9,5% e já custa mais do que a gasolina nos postos

    O diesel já custa mais caro que a gasolina pela primeira vez nos postos do país desde o início da série histórica, em 2004. O preço...

    Atendimento presencial é suspenso na Procuradoria do Trabalho de Rondonópolis

    O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) comunica que está suspenso, até o dia 4 de julho, o atendimento ao público presencial...

    Cinco pessoas são presas por formação de quadrilha, furto e receptação de carga

    Quatro homens e uma mulher foram presos na tarde desta quinta-feira (30) pela Polícia Militar, em Rondonópolis-MT, por formação de quadrilha, furto e receptação...

    Prévia da inflação volta a ganhar ritmo e sobe 0,69% em junho

    Depois de perder força e subir 0,59% no mês de maio, a prévia da inflação oficial de preços voltou a acelerar e saltou 0,69%...

    Alinhamento de Saturno, Júpiter, Marte, Vênus e Mercúrio poderá ser visto a olho nu

    Um raro alinhamento de Saturno, Júpiter, Marte, Vênus e Mercúrio vai ocorrer na madrugada desta sexta-feira (24) para sábado (25). O fenômeno, chamado de...

    Ucrânia diz à Otan que Rússia quer ditar futura ordem mundial

    O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, disse nesta quarta-feira (29) aos líderes da aliança militar ocidental Organização do Tratado do atlântico Norte (Otan) que...

    Exportações aumentam e Rondonópolis sobe para 17ª no ranking nacional

    Rondonópolis mantém resultados positivos e chega a 17º lugar como maior exportador do Brasil, subindo seis posições em comparação com 2021. Os dados são...

    Secretaria de Serviços Públicos promove ação de conscientização para manter a cidade limpa

    Em alusão ao mês Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, promove...

    Recém-saído da prisão, suspeito é rendido durante tentativa de assalto a comércio

    Um homem de 27 anos foi preso na tarde desta segunda-feira (27) por populares durante uma tentativa de assalto a uma loja de celulares...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas