Agora MT Brasil Após achar restos mortais, PF investiga causa e possível mandante das execuções...
INDIGENISTA E JORNALISTA

Após achar restos mortais, PF investiga causa e possível mandante das execuções de Dom e Bruno

Perícia apontou que sangue encontrado em lancha não é do jornalista e investigação avalia existência de mandante

Fonte: R7

Imagem: corpos bruno e dom phillips 16062022091644531 Após achar restos mortais, PF investiga causa e possível mandante das execuções de Dom e Bruno
Agentes da PF transportam restos mortais encontrados – Foto:
BRUNO KELLY/REUTERS

Após encontrar os restos mortais nos locais onde buscavam o jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, no Vale do Javari, no Amazonas, a Polícia Federal se concentra agora em descobrir a dinâmica do crime. Embora os investigadores já tenham indícios de que a ação pode envolver pesca e caça ilegal, não se descarta a possibilidade de existir um mandante.

Dois pescadores confessaram ter matado os dois. As diligências, que até agora se concentravam nas buscas, passam a focar na autoria e motivação do crime. Os exames periciais nos restos mortais devem ser realizados em até sete dias, e os laudos têm previsão de resultado para a próxima semana.

Em seus depoimentos, os pescadores Osoney da Costa e Amarildo dos Santos confessaram que atuaram nas mortes e na ocultação dos cadáveres. Alegam que Dom e Bruno chegaram em um momento em que eles pescavam em local irregular.

No entanto, as afirmações não convenceram os investigadores, que procuram outros elementos de prova e avaliam o eventual envolvimento do narcotráfico. A região fica perto da divisa com o Peru e tem forte atuação de organizações criminosas especializadas no tráfico de drogas.

A dupla desapareceu após deixar o município de São Gabriel com destino a cidade de Atalia do Norte. A viagem, que deveria durar cerca de duas horas, não foi concluída e, assim que notaram que havia algo de errado, indígenas da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari enviaram a primeira equipe de buscas.

Perseguição
Uma testemunha ouvida sob a condição de anonimato pela Polícia Federal relatou ter visto uma lancha onde estava Dom e Bruno passando pelo Rio Taquaí. Em seguida, de acordo com o depoimento que foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), outra embarcação, que levava Amarildo dos Santos, passou em alta velocidade em direção aos profissionais.

Para os investigadores, a declaração aponta que a intenção de matar as vítimas pode ser bem anterior ao momento dos homicídios e ter sido planejada, ao contrário do que alegam os suspeitos em depoimento.

Sangue e vísceras
Na sexta-feira, o laudo preliminar apontou que o sangue encontrado na lancha onde estava Amarildo não é do jornalista Dom Phillips. A análise que foi comparada com o material genético do indigenista Bruno Pereira apresentou resultado conclusivo. Ou seja, a PF terá de realizar novos exames para descartar ou confirmar que seja sangue de Bruno — o que indicaria que as agressões começaram ainda dentro da embarcação, no caminho para o local onde ocorreram os homicídios.

Vísceras encontradas na região, que seriam um estômago, não contêm DNA humano, de acordo com informações divulgadas pelos investigadores. No entanto, o resultado pode ter sofrido interferência da degradação do material biológico, em razão da ação do ambiente em que ficou exposto e do tempo entre a retirada do corpo até o momento em que foi encontrado e levado para perícia. Ainda é necessário entender se realmente é ou não um órgão humano.

Relacionadas

Oito em cada dez quilombolas vivem com saneamento básico precário, diz Censo

De cada dez quilombolas no país, praticamente oito vivem em lares com saneamento básico precário ou ausente. São 1,048 milhão de pessoas que moram...

Seduc orienta escolas sobre prazo para envio de dados ao Inep até 31 de julho

A Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) orienta as escolas sobre o prazo para envio de dados ao Instituto Nacional de Estudos e...

Crime de estelionato, o famoso 171, lidera em número de inquéritos da PF no país

Dos 50.563 inquéritos em andamento na Polícia Federal em todo o Brasil, o crime de estelionato contra entidade de direito público ou de instituto...

Número de feminicídios atinge recorde histórico, com 1.467 mortes em 2023

Dados divulgados nesta quinta-feira (18) pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2024, do FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), revelam que o Brasil teve...

Polícia Militar prende casal por porte ilegal de arma em Rondonópolis

Policiais militares do 5º Batalhão prenderam um homem de 23 anos e uma mulher de 30 anos por porte ilegal de arma, na tarde...

Serviço secreto dos EUA descobriu plano do Irã para matar Trump antes do atentado

O Serviço Secreto dos Estados Unidos aumentou a proteção para o candidato do partido Republicano à Presidência do país, Donald Trump, nas últimas semanas...

BNDES vai disponibilizar R$ 66,5 bilhões para Plano Safra 2024/2025

O Plano Safra 2024/2025 vai contar com R$ 66,5 bilhões em recursos disponibilizados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor...

Graciele Lacerda mostra o bebê e revela o nome escolhido

A influenciadora Graciele Lacerda está esperando seu primeiro filho ou filha com o cantor Zezé Di Camargo. E agora, quatro dias após revelar a gestação, ela resolveu...

Lula deseja sucesso nas Olimpíadas a Macron e reforça ‘importância da derrota da extrema-direita’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (22) que conversou, por telefone, com o presidente da França, Emmanuel Macron, para dialogar...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas