Mais
    Agora MT Editoriais O tiro no pé!
    EDITORIAL

    O tiro no pé!

    FONTE
    VIA

    Imagem: AGORA com Vanzeli O tiro no pé!

    Um outdoor chamou muito a atenção em Rondonópolis esses últimos dias. Nele, via-se uma arte dando publicidade, a quem passasse ali pela Av. Governador Júlio Campos, dos nomes dos vereadores da cidade que votaram “sim” no projeto de lei que aumentou o valor do IPTU em algumas regiões da cidade.

    Até aí, nada demais. As informações eram públicas e de interesse público e, por isso, podiam ser expostas ali. Ao lado das fotos dos nobres edis, podia-se ler: “OS VEREADORES FORAM ELEITOS PARA FAZEREM A VONTADE DO POVO E NÃO PARA TIRAR DINHEIRO DO POVO”. Em nada achei a frase ofensiva. Foi um protesto válido, do ponto de vista da liberdade de expressão, a qual foi ameaçada.

    É que, no mesmo dia de sua afixação, os cartazes que compunham o outdoor foram alvos de vândalos, os quais o incendiaram, o que, convenhamos, só deu ainda mais notoriedade à mensagem. Especialmente porque, no dia seguinte, seus patrocinadores afixaram um outro quase igual; apenas acrescentaram: “E SE JÁ NÃO BASTASSE, ELES QUEREM POR (sic) FOGO NA SUA OPINIÃO”.

    Num mundo cada vez mais intolerante, o “cala a boca” parece ter se tornado a resposta-padrão ao diferente. A falta de disposição para dialogar e defender seu próprio ponto de vista está matando nossa sociedade. É disso que se trata o ato de vandalismo ao outdoor em questão. Foi a tentativa de calar a voz daqueles que criticavam a votação dos vereadores. Era o exercício de democracia que praticavam os que afixaram a mensagem. Um absurdo, de fato, que tenham destruído o outdoor. E esse “cala a boca”, infelizmente, acontece em todos os lados do espectro político.

    Lembro-me que, no mês passado, durante um ciclo de palestras promovido por uma faculdade particular de Rondonópolis, uma palestrante foi interrompida deseducadamente quando tecia comentários contrários ao governo de Jair Bolsonaro. O homem, que participava do evento, queria calar-lhe a voz, mandando que ela parasse de falar mal do presidente. Pergunto o porquê de ele, no momento apropriado, quando, em geral, as palestras são abertas para a participação da plateia, não ter defendido seus pontos de vista com argumentos razoáveis. Certamente porque não os tinha.

    Calar as vozes contrárias não é contradizer. É nada dizer. É negar a arte que nos permite o convívio em sociedade, o diálogo. Sem ele, jamais encontraremos áreas de consenso que nos permitam, a despeito de nossas diferenças, conviver pacificamente. Eliminar o outro ou o que o outro pensa não é o caminho. Dialogar é preciso. E aos vândalos que atearam fogo no outdoor, digo: vocês deram um tiro no pé, babacas. A mensagem do outdoor deixou de afetar apenas os que passavam pela avenida para ganhar toda Rondonópolis. Chupa essa manga!

    Relacionadas

    Prejuízos com fraudes no Brasil somaram R$ 336,8 bilhões em 2021

    Contrabando, pirataria, roubo, concorrência desleal por fraude fiscal, sonegação de impostos e furto de serviços públicos são algumas das ações ilegais que provocaram prejuízo...

    Polícia Civil conclui inquérito de pai que estuprou três filhas em Mato Grosso

    A Polícia Civil de Guarantã do Norte concluiu, nessa sexta-feira (05), as investigações para apurar uma ocorrência de estupro de vulnerável, praticado por um...

    Aprenda a fazer chás benéficos para pessoas com diabetes

    O chá faz parte da rotina diária de muitas pessoas. Mas, quando se trata de chá para diabéticos, as pessoas têm muitas dúvidas -...

    PM encontra maconha escondida em forro de teto de carro abandonado no Jardim Reis

    A Polícia Militar (PM) apreendeu 12 porções de substância análoga a maconha escondidas dentro de um carro Ford Fiesta abandonado nesta segunda-feira (8), no...

    Mercado financeiro reduz projeção da inflação de 7,15% para 7,11%

    A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, caiu de 7,15%...

    Cientistas relatam 35 pessoas infectadas pelo novo vírus Langya na China

    Cientistas reportaram na revista The New England Journal of Medicine 35 pessoas infectadas na China pelo vírus Langya, parente dos vírus Hendra e Nipah. No...

    Aneurisma cerebral: saiba mais sobre esta doença sem precedentes

    Muitas vezes nós 'solucionamos' as dores de cabeça ao dormir, tomar um remédio ou fazer uma compressa. No entanto, algumas dores de cabeça precisam...

    Chupando o dedo

    A coisa para Neri Geller não está pra peixe! O Deputado Federal que tenta cadeira no Senado da República nas eleições desse ano tem...

    Anulação júri boate Kiss | Entendendo Direito

    Em 2013 duzentos e quarenta e duas pessoas morreram em um incêndio na Boate Kiss, na cidade de Santa Maria no Rio Grande do...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas