Mais
    Agora MT Editoriais Ói nóis aqui traveis
    EDITORIAL

    Ói nóis aqui traveis

    FONTE
    VIA

    Imagem: AGORA com Vanzeli Ói nóis aqui traveis

    Voltei! O título do editorial de hoje, que também dá nome a um clássico dos Demônios da Garoa, expressa mesmo toda alegria que sinto ao voltar a escrever. Ocupações dentro da empresa não me permitiram compor os textos que, a cada manhã, tenho publicado. Senti falta, mas já estou de volta. E tinha que ser num 14 de julho.

    A data é celebrada pelo evento que iniciou o maior levante popular da história recente e que mudou completamente a concepção de Estado, a Revolução Francesa. Antes dela, um regime de “castas” determinava a organização política do mundo ocidental. A sociedade estava “organizada” em: Realeza (o rei e sua família), a Nobreza (aqueles que detinham poder sobre porções de terras), o Clero (membros da igreja Católica) e a Plebe (o resto).

    Dentro da Nobreza, havia títulos de maior e menor importâncias, associados à relevância para o reino que a terra que possuíam tivesse. Em ordem decrescente, pois, havia os Ducados (ou principados), que eram verdadeiros Estados dentro do Reino, onde a vontade de seu soberano, o Duque, era feita; as Marcas ou Marquesados, que eram as terras de fronteira, onde governavam os Marqueses; e os Condados, terras menos importantes, e que eram administradas pelos Condes.

    Com o advento das Cruzadas, que foram expedições religiosas-militares europeias, que tinham como alvo a conquista de Jerusalém das mãos dos “infiéis” muçulmanos, os plebeus (que compunham os exércitos) passaram a ter contato com as culturas do oriente e aprenderam duas ferramentas que revolucionariam o conceito de riqueza da Europa: o comércio e as práticas financeiras. Foram nove Cruzadas ao todo, num período de 200 anos, que começou por motivação religiosa para, ao final, ter o escopo mais comercial.

    Alguns dos soldados que iam à Palestina nessas Cruzadas voltavam para a Europa e começaram a praticar as técnicas comerciais e financeiras aprendidas no oriente. Como consequência, enriqueceram. Tinham todo o dinheiro do reino, mas não tinham título; continuavam membros da Plebe. Para “ajeitar” isso, criou-se o título de “Barão”, concedido a pessoas importantes, mas sem direito a voto nas decisões importantes da nação porquanto não estavam atrelados à propriedade das terras (Ducados, Marquesados e Condados).

    Os Barões, que tinham um título de nobreza “só para inglês ver”, com a desculpa de conceder mais segurança ao Rei, começaram a construir uma muralha de proteção ao redor do palácio real e a edificar suas residências luxuosas no interior desses muros, deixando a porção pobre da Plebe para fora. Foi a primeira versão de “condomínio fechado” da história. Esses espaços foram chamados de “burgos” e seus habitantes, por consequência, de “burgueses”.

    A burguesia francesa, os “Barões” do dinheiro de então, detinha a riqueza da nação, mas não determinava seu destino. Era como se tivessem a bola, mas não jogassem. A única maneira de ascenderem seria um movimento de ruptura com a ordem instalada e a quebra do sistema. Os burgueses, então, passaram a apoiar e financiar pensadores como John Locke, Voltaire, Jean-Jaques Rousseau, Montesquieu, entre outros que, basicamente, se levantavam contra o absolutismo, pregavam a liberdade de expressão, a liberdade econômica e a tripartição do poder. Tais ideais provaram-se praticáveis com a Revolução Americana, que resultou na independência das colônias inglesas no continente americano e criação dos Estados Unidos da América.

    A fragilidade política do Rei Luís XVI e a insensibilidade da Nobreza e do Clero em relação às agruras do povo que passava fome foram a tereno perfeito para o “vento da mudança” soprar mais forte e para dar início ao movimento político mais importante de nossa era, que começou num 14 de julho, em 1789, com a tomada de uma prisão política de então, a Bastilha. Aos “Barões” de hoje, fica o ensino da história: condomínios fechados não os põem a salvo se o povo passa fome. Violência não se resolve com exclusão. Cuidado.

    Relacionadas

    Adolescentes de 15 e 17 anos são apreendidos comercializando drogas em praça pública

    Dois adolescentes de 15 e 17 anos foram apreendidos pela Polícia Militar (PM) na noite desta terça-feira (9) pelos crimes de tráfico de drogas...

    CBF aceita pedido da comissão técnica e seleção não vai enfrentar Argentina em setembro

    A CBF aceitou a proposta da Fifa e da AFA (Associação Argentina de Futebol) para a seleção brasileira não disputar a partida contra os...

    TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; valor fica entre R$ 197 e R$ 24 milhões

    O candidato a presidente da República Felipe D'Ávila (Novo) tem o patrimônio mais alto entre os adversários. D'Ávila declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)...

    Polícia investiga Ezra Miller, de ‘The Flash’, por desaparecimento de mãe e três filhos nos EUA

    O nome de Ezra Miller, o ator que vive o The Flash nos cinemas, está envolvido em mais uma grande polêmica. De acordo com documentos obtidos...

    Um em cada quatro brasileiros não consegue pagar todas as contas no fim do mês

    A falta de dinheiro para pagar todas as contas ao final do mês atinge um em cada quatro brasileiros (25%), de acordo com pesquisa...

    Sindicato e Prefeitura tentam diálogo, mas entidade mantém convocação de servidores e chance de greve

    No auditório da Prefeitura, representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) e servidores se reuniram, nesta quarta-feira (10), com o secretário...

    Atualização do WhatsApp permite esconder o status online e sair de grupos sem ninguém saber

    O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (9) novos recursos que prometem dar mais privacidade aos usuários. Algumas das mudanças são pedidos antigos de quem usa...

    Abertura oficial da 48ª Exposul acontece hoje (08) com show católico

    O Parque de Exposições de Rondonópolis terá umas das maiores festas já realizadas em seu espaço, com o retorno da Exposul em sua 48º...

    PM encontra maconha escondida em forro de teto de carro abandonado no Jardim Reis

    A Polícia Militar (PM) apreendeu 12 porções de substância análoga a maconha escondidas dentro de um carro Ford Fiesta abandonado nesta segunda-feira (8), no...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas