Agora MT Notícias TCU abre investigação sobre denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães
EX-PRESIDENTE DA CAIXA

TCU abre investigação sobre denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães

Funcionárias do banco denunciaram casos. pedido do MPTCU foi assinado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado

Fonte: R7

Imagem: pedroguimaraes TCU abre investigação sobre denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O TCU (Tribunal de Contas da União) abriu procedimento para investigar as denúncias de crimes de assédio sexual e moral que teriam sido cometidos por Pedro Guimarães, ex-presidente da Caixa. A apuração foi aberta após representação do Ministério Público junto ao TCU (MPTCU) feita no último dia 30. Guimarães deixou a presidência do banco no dia 29, depois de diversas denúncias serem relatadas por funcionárias do banco.

O pedido do MPTCU foi assinado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado. No documento, ele afirma que os fatos denunciados são de extrema gravidade. De acordo com o subprocurador, as denúncias sugerem que a conduta de Guimarães foi “reprovável e incompatível com o exercício de presidente de uma das mais importantes instituições financeiras estatais”.

Rocha ainda afirmou que “o assédio sexual e moral contamina o ambiente de trabalho tanto nas empresas privadas como na administração pública”. “Quando praticado no âmbito da administração pública, o assédio gera a percepção, na sociedade, de que as instituições estatais não se pautam em valores morais nem são conduzidas segundo elevados padrões de conduta”, disse o subprocurador.

De acordo com as denúncias, Guimarães teria assediado funcionárias do banco em eventos e viagens de trabalho, especialmente em ações do Caixa Mais Brasil, programa criado pelo governo federal para dar visibilidade à Caixa em todo o país. Há denúncias de aproximação física e toques indesejados.

Investigações foram abertas no MPF (Ministério Público Federal) e no MPT (Ministério Público do Trabalho), que também iniciou uma apuração sobre suspeita de assédio moral.

Antes de pedir demissão e um dia após as denúncias serem reveladas, Pedro Guimarães participou de evento público em Brasília, no qual fez um discurso breve sobre a vida pessoal, mas não citou diretamente as denúncias. “Tenho muito orgulho do trabalho de todos vocês e da maneira como sempre me pautei em toda a minha vida. Quero agradecer a presença de todos vocês, da minha esposa. São quase 20 anos juntos, dois filhos e uma vida inteira pautada pela ética”, afirmou.

Em nota divulgada à imprensa, a Caixa confirmou que recebeu as denúncias de assédio e informou que estava investigando o caso desde maio deste ano, mas que o tema vinha sendo tratado de forma interna e em sigilo.

“A Caixa repudia qualquer tipo de assédio e informa que recebeu, por meio do seu canal de denúncias, relatos de casos desta natureza na instituição. A investigação corre em sigilo, no âmbito da Corregedoria, motivo pelo qual não era de conhecimento das outras áreas do banco”, disse a nota.

Relacionadas

Homem de 53 anos é executado a tiros por dupla em motocicleta

Um homem de 53 anos, identificado como Flavio Moreira Gomes, foi executado a tiros na noite desta quinta-feira (20), em Tangará da Serra-MT. Segundo...

Brasil terminou abril com número recorde de 102,1 milhões de trabalhadores, diz Ipea

Um estudo divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) na última sexta-feira (21) mostrou que em abril deste ano 102,1 milhões de trabalhadores...

Governo Federal endurece diretrizes para renovação de contratos de distribuidoras de energia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou um decreto que apresenta 17 diretrizes para as licitações e prorrogações antecipadas de contrato das...

IFMT Rondonópolis abre 40 vagas para curso superior na área de Tecnologia

O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) Campus Rondonópolis está com 40 vagas abertas para o curso superior em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento...

SUS terá primeiro medicamento para demência associada ao Parkinson

O Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira (21) a portaria de incorporação da rivastigmina no Sistema Único de Saúde (SUS). O remédio é o...

Investigado pela Polícia Civil por matar e ocultar corpo de usuário de drogas é condenado

O autor de um homicídio em Cuiabá, há quatro anos, que confessou a autoria à Polícia Civil dois anos após o crime, foi condenado...

Termina hoje prazo para militares da reserva se inscreverem em processo seletivo da Seduc

As inscrições para o processo seletivo simplificado destinado à formação do cadastro de reserva para a contratação temporária nas Escolas Estaduais Cívico-Militares, da Secretaria...

Arthur Lira adia PL do aborto e diz que ‘nada que traga dano às mulheres irá avançar’ na Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que irá formar uma comissão com parlamentares para debater o projeto de lei que...

Motoristas ficam feridos após batida entre carretas no cruzamento das rodovias MT-130 e BR-070

Dois motoristas ficaram feridos após uma colisão entre duas carretas, no cruzamento das rodovias MT-130 e BR-070, na manhã desta segunda-feira (24), em Primavera...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas