Mais
    Agora MT Editoriais Temos escolha?
    EDITORIAL

    Temos escolha?

    FONTE
    VIA

    Imagem: AGORA com Vanzeli Temos escolha?

    Fui procurado por uma mulher há algum tempo. Perto dos seus 60 anos, disse-me que se sentia vingada com as palavras que no dia anterior eu havia dito durante um comentário a uma matéria jornalística no programa. Eu me dirigia aos telespectadores e afirmava que “aquele que agride sua esposa não é homem, na verdade; é moleque. E moleque, quando se casa, não vira homem, estraga a vida de uma mulher”.

    Aquela senhora me falou, aos prantos, que sofre de violência moral há mais de 30 anos, tempo que dura seu relacionamento, e, por isso, enxergou na minha fala uma vindita, um desagravo. Perguntei-lhe por que não denunciava o homem. Disse-me que não poderia levar à polícia o pai de seus filhos. Indaguei, então, o porquê de ela não o deixar. “No fundo, acho que ele vai mudar”, devolveu-me. E, aqui, colidem-se as duas linhas filosóficas que balizam o pensamento acidental há milênios: o determinismo, de Sócrates, e o livre arbítrio, de Aristóteles.

    O pensamento socrático ensina que “pau que nasce torto morre torto e até sua sombra é torta”. Não temos possibilidade de escolher nossa vida, já que nossas escolhas decorrem de nossa natureza. Para Sócrates, não somos o que fazemos; fazemos o que somos. Nessa escola do pensamento, a ocasião não faz o ladrão; a ocasião faz o furto porque o ladrão nasce pronto. Assim, não há possibilidade de mudança. O “ser” induz o “fazer”.

    Para Aristóteles, porém, o homem é livre para escolher o caminho a seguir e é, afinal, o resultado da somatória de suas escolhas até então. Temos o livre-arbítrio e, portanto, a capacidade de construir nosso caráter. Se a vida de hoje não é a que se planejou no passado, basta mudar as escolhas no hoje para se ter uma vida diferente amanhã. Essa escolha, segundo Aristóteles, mesmo quando não é voluntária, é consciente; é uma decisão.

    Voltando ao caso da mulher que me procurou, se aplicarmos o pensamento de Sócrates a seu caso, ela deveria sair correndo de casa, antes que o pior acontecesse, uma vez que seu marido não tem qualquer possibilidade de mudar, e continuará agredindo-lhe, moral e fisicamente. Se aplicarmos o pensamento aristotélico, porém, diríamos que ela deve denunciá-lo à polícia para que, premido pela possibilidade da reprimenda legal, o homem escolha não mais a ferir.

    Do ponto de vista da segurança, acho que essa mulher deveria se afastar o quanto antes do agressor. A aliança formada pelo casamento já se quebrou há muito. Como cristão, porém, insto-me a acreditar na mudança. Só que tem uma premissa para que ela ocorra: pau que nasce torto dê nas mãos do “Carpinteiro”. Ele é mestre em melhorar pessoas. Ocupou-Se disso ao longo dos séculos, e é mesmo capaz de moldar corações já que Ele mesmo os criou.

    O agressor da mulher acima pode mudar? Só se seu coração repousar em Deus, penso. Constantemente cito em minhas orações Uma frase de Santo Agostinho, bispo de Hipona, cidade no norte da África: “Fizeste-nos para Ti e inquieto está o nosso coração enquanto não repousa em Ti”. Que os agressores de mulheres encontrem a Deus, pois. Até lá, porém, por precaução e segurança, o caminho é a denúncia das agressões à polícia e o afastamento dele.

    Relacionadas

    Músicas para ouvir durante uma viagem de carro

    A playlist é uma das coisas mais importantes em uma viagem! Ela pode ser responsável por muitos momentos durante o trajeto, seja uma viagem...

    Peão sai para procurar gado e encontra cadáver comido por urubus dentro de fazenda

    Um peão de uma fazenda localizada em Vila Rica acionou a polícia após encontrar, por acaso, um corpo enterrado no pasto da propriedade, às...

    Atualização do WhatsApp permite esconder o status online e sair de grupos sem ninguém saber

    O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (9) novos recursos que prometem dar mais privacidade aos usuários. Algumas das mudanças são pedidos antigos de quem usa...

    Campanha realiza ações de incentivo ao aleitamento materno nas Unidades Básicas de Saúde

    A Prefeitura de Várzea Grande realiza ações da campanha ‘Agosto Dourado’ nas Unidades Básicas de Saúde do município, destacando sobre a importância do incentivo...

    Virginia deixa hospital em São Paulo e viaja para Cuiabá

    A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, voltou para Cuiabá na tarde de quinta-feira (11), após ser submetida a um novo procedimento médico em...

    PF faz operações conjuntas contra pornografia infantil

    A Polícia Federal (PF) desencadeou hoje (9) três operações conjuntas no âmbito do projeto Dark Place. O objetivo da ação é intensificar a repressão...

    Foragido, suspeito de matar ex-policial e filha adolescente em Rondonópolis é preso em Goiás

    Lucas Soares Dias, 25 anos, que estava foragido com dois mandados de prisão da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de...

    Na raça, Palmeiras vence o Atlético – MG com dois jogadores a menos e avança para semifinal

    O Palmeiras está na semifinal da Libertadores. Jogando no Allianz Parque, na noite desta quarta-feira (10), o Verdão e o Galo fizeram um grande embate e mesmo...

    Homem que se apresentava como professor de futebol para abusar de crianças é condenado

    Um homem acusado de abusar de quatro crianças com menos de 12 anos foi condenado, nesta quinta-feira (11), a 72 anos de prisão em...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas