Agora MT Notícias Mato Grosso é o terceiro Estado do País com mais ações de...
LEVANTAMENTO NACIONAL

Mato Grosso é o terceiro Estado do País com mais ações de combate ao trabalho infantil

Dados são do desempenho do Peti nos estados; em MT, programa é executado pela Setasc

Fonte: SETASC-MT

Imagem: Mato Grosso e o terceiro Estado do Pais com mais acoes de combate ao trabalho infantil Mato Grosso é o terceiro Estado do País com mais ações de combate ao trabalho infantil
Mato Grosso é o terceiro Estado do País com mais ações de combate ao trabalho infantil – Foto por: Daniele Danchura

Mato Grosso é o terceiro Estado do país, em 2022, com maior número de ações do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), atrás apenas de Santa Catarina (1º) e Maranhão (2º). Os dados são do Sistema de Monitoramento do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Simpeti), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

O Peti é um programa de caráter intersetorial, integrante da Política Nacional de Assistência Social, executado em Mato Grosso pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

A secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Grasi Bugalho, que também é a atual secretária executiva do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Mato Grosso (Fepeti-MT), agradeceu a todos os envolvidos nas ações realizadas contra o trabalho infantil, como os membros do Fepeti, Tribunal de Justiça (TJ), Ministérios Públicos do Estado (MPE) e do Trabalho (MPT) e Superintendência Regional do Trabalho.

“É uma satisfação muito grande poder fazer parte desse grupo que vem realizando um trabalho essencial de sensibilização da população e de combate ao trabalho infantil em Mato Grosso. Agradeço a todos que fazem parte desse processo e que de alguma forma contribuem para que façamos esse trabalho belíssimo. Espero continuar contando com o apoio de todos, porque o caminho ainda é longo e o trabalho árduo, mas os resultados são gratificantes. Combater o trabalho infantil é garantir um futuro de mais oportunidades”, disse.

De acordo com Marimar Michels Carvalho, superintendente de Benefícios, Programas e Projetos Socioassistenciais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a terceira colocação é resultado das ações desenvolvidas ao longo do ano nos 141 municípios do Estado por meio da Setasc.

“O Governo do Estado entra com aporte para que todos os municípios possam intensificar ações de combate ao trabalho infantil, fornecendo material educativo, realizando capacitações in loco, além de acompanhamento permanente da equipe técnica do Peti”, pontua a superintendente, observando que 19 mais vulneráveis ainda recebem cofinanciamento do Governo Federal”.

Sobre o Peti

 O Peti, no âmbito do SUAS, compreende o trabalho social com as famílias e a oferta de serviços socioeducativos para crianças e adolescentes que se encontram em situação de trabalho infantil, identificados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O Peti tem abrangência nacional e se desenvolve de forma articulada pelos entes federados, com a participação da sociedade civil, e tem como objetivo contribuir para a retirada de crianças e adolescentes em situação de trabalho precoce, ressalvada a condição de aprendiz, a partir de 14 anos. A frequência à escola também é exigida.

Em Mato Grosso, são os seguintes municípios cofinanciados pelo Peti: Barra do Garças, Cáceres, Colíder, Confresa, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Juara, Juína, Juruena, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Várzea Grande e Vila Rica.

O trabalho infantil

O trabalho infantil é uma violação dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes à vida, à saúde, à educação, ao brincar, ao lazer, à formação profissional e à convivência familiar.

Todas as formas de trabalho infantil são proibidas para crianças e adolescentes com menos de 16 anos de idade (Art. 7º, inciso XXXIII da Constituição Federal de 1988). A única exceção é a Aprendizagem Profissional, a partir dos 14 anos.

Canais de denúncia

  • Disque 100
  • Superintendências Regionais do Trabalho
  • Conselhos tutelares do seu Município
  • Ministério Público do Trabalho (MPT)
  • Ministério Público Federal ou Estadual
  • Delegacias da Criança e do Adolescente
  • Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas)
  • Centro de Referência de As. Social (Cras)
  • Varas da Infância e da Juventude

Relacionadas

Homem é socorrido pelo Corpo de Bombeiros após cair do telhado enquanto trabalhava

Um homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros após cair do telhado enquanto trabalhava, na tarde da última quinta-feira (16), no bairro São Lourenço,...

Suspeito por estupro de enteada é preso em flagrante pela Polícia Militar

Policiais militares prenderam um homem de 35 anos pelo crime de estupro. O suspeito foi preso em flagrante em Campo Verde-MT, na madrugada deste...

Sinfra informa que irá realizar interrupções de trânsito no Portão do Inferno amanhã

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) informa que irá realizar interrupções totais, de forma temporária, no trecho do Portão do Inferno...

Idoso embriagado é preso e moto com registro de roubo é apreendida pela PM

Um idoso de 60 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) pelos crimes de receptação e por conduzir veículo automotor sob influencia de álcool,...

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

Dupla encapuzada invade casa e mata homem na frente da esposa

Um homem identificado como Abílio Rodrigues de Almeida Neto, 38 anos, foi executado a tiros, na madrugada desta terça-feira (14), na rua A, em...

Traficante é preso pelo GAP após ser flagrado com drogas

Um homem de 51 anos foi preso pelo Grupo de Apoio (GAP) da Polícia Militar (PM) pelo crime de tráfico de drogas, na noite...

Câmara dá nome de Amália Barros a prêmio de inclusão

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (15) o Projeto de Resolução 17/24, que dá o nome da Deputada Amalia Barros ao Prêmio Brasil...

Bolsonaro pede indenização de R$ 50 mil a Boulos por falas sobre morte de Marielle Franco

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) protocolou nesta quinta-feira (16) uma ação por danos morais pedindo a indenização no valor de R$ 50 mil ao...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas