Agora MT Notícias Lei obriga divulgar e alertar crimes contra mulheres, crianças e adolescentes em...
MATO GROSSO

Lei obriga divulgar e alertar crimes contra mulheres, crianças e adolescentes em eventos

Fonte: Assessoria

Imagem: Thiago Silva2 Lei obriga divulgar e alertar crimes contra mulheres, crianças e adolescentes em eventos
Deputado Thiago Silva – Foto: Assessoria

Preocupado com os índices elevados de violência contra mulheres, crianças e adolescentes em Mato Grosso, conforme divulgados pelo 17° Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2023, o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e deputado estadual Thiago Silva (MDB) teve a Lei n.º 12.189/2023 sancionada – em que dispõe sobre a veiculação de propagandas com os canais de denúncias 180, 181, 190 e 197 em eventos públicos e privados. Essa proposta vai alertar e coibir crimes contra o cidadão, sendo que foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 20 de julho, pelo Poder Executivo Estadual.

“O nosso objetivo com a lei é buscar alternativas para que a integridade física e psicológica de mulheres, crianças e adolescentes não sejam atingidas. Infelizmente, vivemos essa dura realidade e o estudo do Anuário é alarmante. Essa nossa lei sancionada vai garantir darmos mais um passo para enfrentar toda a violência que aflige e preocupa a nossa sociedade”, explica o parlamentar.

A nova lei obriga a veiculação de propagandas em telões, cartazes, sistemas de som e equipamentos similares com os canais de denúncias contra a violência à mulher, a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes no início de eventos esportivos ou culturais, salas de cinema, teatros e outros locais com ambientes abertos ou fechados. Caso não seja cumprido, o infrator deverá cumprir às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor.

Estatística

De acordo com o levantamento do Anuário, houve um aumento de casos de estupros contra o público infanto-juvenil, sendo que em 2021 – foram registrados 1.216 casos e subiu para 1.447 no ano seguinte. Sem contar que este ato contra vítimas não vulneráveis houve uma pequena redução, de 445 para 442 entre 2021 e 2022.

Ainda no comparativo nestes dois últimos anos, em relação a violência contra mulher, as tentativas de homicídios de mulheres e de feminicídios aumentaram de 229 para 249. Já, a lesão corporal foi de 10.960 para 11.415 casos e as ligações registradas no 190 tiveram uma redução aproximada de 477 mil para 434 mil casos.

Relacionadas

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta sexta-feira (21), que deve sancionar o projeto de lei que propõe a legalização de cassinos...

Traficante foragido da Justiça é preso pela PC na zona rural de Guiratinga

Um foragido da justiça estadual identificado como Cristiano Weverton Gomes Schwingel, 21 anos, foi preso pelos policiais civis da Delegacia de Guiratinga-MT, na noite...

IML de Cuiabá procura por familiares de homem natural de Pedra Preta que faleceu após atropelamento

A Diretoria Metropolitana de Medicina Legal procura por familiares de um homem identificado como Martins Marques Duarte, de 42 anos, cujo corpo encontra-se na...

Operação mira integrantes de organização criminosa em Mato Grosso

A Delegacia da Polícia Civil de Jaciara, no sul do estado, deflagrou nesta quinta-feira (20.06) a Operação Purgato II para cumprimento de 21 mandados...

Idoso de 76 anos sofre trauma na cabeça após acidente com carro

Um idoso de 76 anos sofreu um trauma na cabeça após se envolver em um acidente por volta das 10h desta sexta-feira (21) na...

Produtores indígenas começam a comercializar café cultivado com suporte do Governo de MT

Indígenas da Aldeia Massepô, da etnia Umutina, localizada em Barra do Bugres, começaram a embalar para comercialização o café produzido com o suporte do...

Polícia Federal deflagra operação para desarticular grupo criminoso especializado no transporte de cocaína

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (17), em Cuiabá-MT, Cáceres-MT e Juína-MT, a Operação Cognome, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado...

Ministério Público de Mato Grosso vai recorrer de sentença no caso de jovem morta por vídeo no TikTok

A Promotoria de Justiça de Brasnorte irá recorrer da sentença de condenação do réu Ryan Aparecido Correa, um dos autores do assassinato da jovem...

Moraes multa ‘X’ em R$ 700 mil por rede social não excluir post com críticas a Lira

“Como qualquer entidade privada que exerça sua atividade econômica no território nacional, a provedora de rede social ‘X’ deve respeitar e cumprir, de forma...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas