Agora MTDestaquesEm reunião convocada pelo presidente do Sanear, representantes de Rondonópolis cobraram ações...
QUEDAS CONSTANTES

Em reunião convocada pelo presidente do Sanear, representantes de Rondonópolis cobraram ações da Energisa

Paulo José liderou encontro de representantes de Rondonópolis com direção da Energisa em Cuiabá

Fonte: SANEAR
VIA
Imagem: sanear energisa 2 Em reunião convocada pelo presidente do Sanear, representantes de Rondonópolis cobraram ações da Energisa
Reunião foi realizada em Cuiabá para melhorar fornecimento de energia – Foto: Divulgação/SANEAR

“Foi uma reunião positiva. Mostramos que os problemas no fornecimento de energia em Rondonópolis não são pontuais e tivemos o compromisso de que a Energisa fará investimentos compatíveis com as necessidades do município”. Assim o presidente do Sanear, Paulo José Correia, resumiu o encontro realizado na manhã desta segunda-feira (23) entre a diretoria da Energisa, o prefeito José Carlos do Pátio, o presidente da Câmara, Júnior Mendonça, e os representantes dos principais setores da sociedade rondonopolitana. O senador Wellington Fagundes participou por videoconferência e também enviou assessores.

O encontro foi realizado na sede da Energisa, em Cuiabá, atendendo a um pedido formulado pelo presidente do Sanear. A iniciativa é fruto de um movimento que ganhou corpo na semana passada, com a união do Poder Público municipal e entidades como a ACIR, CDL, Uramb, Unisal, Sinduscon, Fiemt, Procon e Condivo, entre outros.

Todos cobraram respostas para as constantes falhas e oscilações no fornecimento de energia, rebatendo a tese levantada pela empresa de que os problemas seriam decorrentes exclusivamente do calor excessivo causado pelo fenômeno ‘El Niño’.

“Não viemos aqui apenas por causa do que ocorreu na última semana. Infelizmente este é um problema antigo, geral e que já compromete o desenvolvimento do município”, reclamou a presidente da ACIR, Marchiane Fritzen.

“A população está sofrendo. Isso afeta o comércio, a indústria, as escolas, as unidades de saúde e praticamente todos os bairros da cidade. Não queremos medidas paliativas. Precisamos de uma solução permanente”, completou Paulo José.

Imagem: sanear energisa 1 Em reunião convocada pelo presidente do Sanear, representantes de Rondonópolis cobraram ações da Energisa
Encontro foi proposto pelo presidente do Sanear, Paulo José Correia – Foto: Divulgação/SANEAR

O prefeito José Carlos do Pátio disse que Rondonópolis é uma das cidades que mais cresce no país e que a concessionária precisa acompanhar esse ritmo. “Neste momento, por exemplo, estamos construindo a segunda etapa do residencial Celina Bezerra e mais três residenciais com 1,5 mil moradias populares. Temos ainda vários condomínios de alto luxo sendo instalados. Isso sem falar nas empresas e indústrias que estão chegando e também vão precisar de energia. Precisamos saber qual é o planejamento de vocês para o futuro”, ressaltou.

O presidente da Câmara Municipal, Júnior Mendonça, também não poupou críticas à concessionária. “Para ficar ruim, o serviço da Energisa teria de melhorar muito. Entendemos que o calor aumentou a demanda, mas essa é uma questão pontual. O fato é que precisamos de mais investimentos para suprir a demanda por energia elétrica”, declarou.

Respostas

A direção da Energisa MT explicou que, após a movimentação das lideranças, deflagrou um mutirão para resolver os problemas mais críticos. O trabalho começou no último final de semana e seguirá até o dia 15 de novembro com a troca de 242 transformadores, o que representa cerca de 10% do total destes equipamentos instalados na cidade.

A concessionária também confirmou que à partir desta terça-feira (24) diretores e técnicos estarão em Rondonópolis para conversar com os representantes do setores mais atingidos. A primeira reunião será com a equipe do Sanear. Estes contatos visam definir ações para reduzir o tempo de resposta aos chamados e investimentos capazes de suportar o desenvolvimento da cidade.

“Nestas reuniões de trabalho vamos ver o que houve de falhas nossas, onde é que estamos errando e corrigir. Vamos apurar tudo e agir olhando para o futuro. O nosso foco é a solução”, disse o presidente da Energisa, Gabriel Pereira, assegurando que há disponibilidade de energia para atender as demandas do município.

As autoridades e lideranças se dispuseram a contribuir com informações e anteciparam que vão continuar cobrando melhorias no serviço prestado pela Energisa. Eles também elogiaram a atuação do presidente do Sanear, unindo os segmentos da sociedade.

“O Paulo José teve a iniciativa de nos chamar e propor esse movimento. Foi a primeira vez que a cidade juntou forças para cobrar a solução desse problema que há anos nos afeta. A liderança dele foi fundamental”, disse o presidente do Condivo e representante da Uramb, Mauro Campos.

O líder comunitário Itiquira, presidente da Unisal, também destacou o papel de Paulo José nas negociações. “Ele teve habilidade e conseguiu reunir pessoas de várias áreas e orientações políticas em torno desse objetivo comum, que é garantir energia com regularidade e estabilidade para todos. Prevaleceu o interesse público”, avalia.

Além dos representantes do Poder Público Municipal, da CDL, Uramb e Unisal, também participaram do encontro em Cuiabá os presidentes da CDL Rondonópolis, Thiago Sperança; do Sinduscon, Flávio Garcia; o vice-presidente da FIEMT, Wagner Gasbarro; o assessor da presidência da FIEMT, Luiz Carlos Dorte, a coordenadora do Procon, Luana Soares, a secretária municipal de Educação, Mara Gleibe, e o assessor do Senado Federal, Cinésio Nunes Oliveira.

Relacionadas

Siga-nos