Agora MTDestaquesMédica morre carbonizada após bater carro em poste; crianças também estavam no...
TRAGÉDIA

Médica morre carbonizada após bater carro em poste; crianças também estavam no veículo

Câmeras de segurança registraram o momento do acidente

FONTE
Via: Anderson Silva
Imagem: Momento que o carro era consumido pelas chamas Médica morre carbonizada após bater carro em poste; crianças também estavam no veículo
Momento que o carro era consumido pelas chamas – Foto: Anderson Silva/GRUPO AGORA

Uma médica dermatologista identificada como Adilma Martins Silva Moraes, 45 anos, morreu carbonizada após o carro em que ela estava bater em um poste de energia e pegar fogo, neste sábado (21), às margens da MT-130, em Primavera do Leste-MT. A vítima estava acompanhada de duas crianças, que conseguiram se salvar. Câmeras de segurança registraram o momento do acidente.

Imagem: Vitima em obito apos acidente Médica morre carbonizada após bater carro em poste; crianças também estavam no veículo
Vítima em óbito após acidente – Foto: Anderson Silva/GRUPO AGORA

Conforme informações apuradas pela equipe da TV Primavera, a mulher seguia em um carro Fiat Toro junto com as duas crianças quando provavelmente perdeu o controle da direção e bateu em um poste que caiu em cima do carro dando início ao princípio de incêndio.

Imagem: Bombeiro no combate ao fogo no automovel Médica morre carbonizada após bater carro em poste; crianças também estavam no veículo
Bombeiro no combate ao fogo no automóvel – Foto: Anderson Silva/GRUPO AGORA

Nas imagens é possível ver que as duas crianças saem correndo pela porta do passageiro. Adilma chega a sair do carro, mas volta.

As crianças voltam para perto do carro. Populares que estavam em um Posto de Combustível gritam e as crianças atravessam a rua.

A dermatologista permanece no carro e acaba morrendo após o veículo pegar fogo.

A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e encontrou fios de alta tensão em cima do carro. Os bombeiros apagaram as chamas. A mulher morreu carbonizada no local.

As duas crianças receberam atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Relacionadas

Siga-nos