Agora MT Economia Sefaz-MT identifica fraudes tributárias e autua 72 empresas em R$ 33,4 milhões
COMBATE À SONEGAÇÃO

Sefaz-MT identifica fraudes tributárias e autua 72 empresas em R$ 33,4 milhões

As irregularidades foram detectadas em 2022 e 2023 com o uso de ferramentas de autoria contábil e financeira

Fonte: SEFAZ-MT

Imagem: SEFAZ MT Sefaz-MT identifica fraudes tributárias e autua 72 empresas em R$ 33,4 milhões
Sede da Secretaria de Fazenda, em Cuiabá – Foto: Sefaz-MT

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) detectou, entre 2022 e 2023, fraudes tributárias cometidas por 72 empresas. As irregularidades foram identificadas durante o mapeamento e fiscalização com o uso de ferramentas de autoria contábil e financeira, em conjunto com outras atividades fiscais da Coordenadoria de Fiscalização de Indústrias e Agronegócio (CFIA), da Superintendência de Fiscalização (Sufis).

As empresas foram autuadas em R$ 33,4 milhões, referentes ao Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e penalidades pelas irregularidades cometidas. Ao todo, foram gerados 179 autos de infração durante o processo de auditoria.

De acordo com a Coordenadoria de Fiscalização da Indústria e Agronegócio (CFIA), a partir de uma empresa auditada foi possível chegar aos outros 71 contribuintes que estavam vinculados a ela e que praticavam crimes contra a ordem tributária.

Para o secretário adjunto da Receita Pública da Sefaz, Fábio Pimenta, o avanço da auditoria contábil e financeira nos processos de fiscalização tem se mostrado um instrumento importante para a recuperação de débitos tributários. Por meio de ferramentas, as equipes examinam as informações declaradas pelos contribuintes e verificam ser os dados e cálculos de impostos realizados estão corretos, correlacionando com declarações de terceiros, a fim de detectar discrepâncias.

“A auditoria contábil e financeira aliada a fiscal tem sido importante não só na identificação de irregularidades, mas na recuperação de valores que seriam sonegados, pois, às vezes estavam subfaturados ou não declarados. Sabemos as auditorias contábeis são complexas e morosas, demandando um esforço especial, mas que se mostram acertadas pelos bons resultados obtidos, por isso parabenizo ao trabalho realizado pela equipe de fiscalização (CFIA/Sufis)”, disse.

Nesse trabalho de auditoria, em específico, foram necessárias duas etapas, em razão da complexidade e do grande volume de operações. Conforme informações da Coordenadoria de Fiscalização da Indústria e Agronegócio, foram verificados 170 contribuintes mato-grossenses relacionados com a empresa auditada. Somente na primeira etapa foram detectados os 71 contribuintes solidários.

O coordenador da CFIA explicou que a adoção de processos e ferramentas de auditoria contábil e financeira na unidade teve início em 2022 e o resultado alcançado está relacionado ao primeiro caso analisado com o uso da contabilidade. Outras operações realizadas por contribuintes continuam em análise pela equipe da coordenadoria tanto na área de auditoria fiscal, quanto na contábil.

“Com a aplicação das práticas de auditoria contábil e financeira foi possível detectar o relacionamento financeiro entre a empresa auditada com os demais contribuintes. São detalhes e dados que poderiam passar desapercebidos em uma auditoria fiscal, que seria finalizada com a identificação de apenas um contribuinte e não 72”, destacou o coordenador, Nilton Esaki.

O trabalho de auditoria desses contribuintes continua sendo realizado pela equipe de fiscalização. O superintendente de Fiscalização, José Carlos Bezerra, afirma que expectativa é de que no decorrer de 2024 outros contribuintes e operações irregulares sejam identificadas.

“Esse tipo de fiscalização ganhou espaço nas auditorias fiscais e o planejamento de 2024 prevê sua ampliação, buscando sempre o combate ao crime organizado e contra a ordem tributária, identificando e afetando todas as pessoas que se beneficiam da fraude tributária”, pontuou o superintendente.

Além da unidade de fiscalização de indústrias e do agronegócio, outras equipes de fiscalização da Sefaz têm adotado ferramentas de auditoria contábil e financeira em suas rotinas. No mês de novembro, a secretaria promoveu uma capacitação sobre o assunto para os fiscais de tributos que atuam no julgamento administrativo e nas auditorias fiscais, a fim de atualizar o conhecimento dos servidores, além de melhorar e otimizar os resultados da fiscalização.

Relacionadas

Motorista morre após carro ser esmagado entre duas carretas na MT-130

O motorista de um carro Fiat Uno morreu após ser prensado por duas carretas, na manhã desta segunda-feira (27), na MT-130, perímetro urbano, em...

Tio e sobrinho são executados dentro de residência em MT

Dois homens identificados como André Luiz Chaves, 44 anos e Vinícius da Silva Morais, 22 anos, foram assassinados dentro de uma residência, na madrugada...

Homem é encontrado morto com mãos amarradas e sem a orelha após sequestro em MT

Um homem identificado como Marciano Alves de Senna, 32 anos, morreu após ser brutalmente torturado por membros de uma facção criminosa, nesta sexta-feira (24),...

Criminoso é preso com tornozeleira desligada após sequência de roubos em Rondonópolis

Um homem de 25 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) após praticar uma sequência de roubos a estabelecimentos comerciais, na noite deste sábado...

Comitê do Fogo inicia ações para o combate às queimadas em Rondonópolis

A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Coordenadoria da Defesa Civil Municipal e Gabinete de Apoio à Segurança...

Forças progressistas se reúnem com pessoas da terceira idade para ouvir demandas e sugestões

A direção municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e os partidos e lideranças que compõem as Forças Progressistas de Rondonópolis se reunirão com pessoas...

Operação Hidra apreende quadro adolescentes envolvidos em duplo homicídio

A Delegacia da Polícia Civil de Mirassol D’Oeste deflagrou na quarta-feira (22) a Operação Hidra para cumprimento de oito mandados de internação e de...

Comissão debate lei que prevê a renegociação da dívida do FIES

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados promove, nesta terça-feira (28), audiência pública sobre possibilidade de a renegociação da dívida do Fundo de...

Brasil tem 5,4 milhões de jovens que não estudam, não trabalham e nem procuram emprego

O número de jovens que não estudam, não trabalham e nem estão procurando emprego aumentou no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas