Agora MT Brasil Desoneração gerou mais de 215 mil empregos em 2023 e deve ficar...
FOLHA DE PAGAMENTO

Desoneração gerou mais de 215 mil empregos em 2023 e deve ficar fora de MP, dizem entidades

Associações dizem que política gera mais recolhimento para o FGTS e traz menos custo social com auxílio desemprego

Fonte: R7

Imagem: Contratacao de emprego carteira de trabalho Desoneração gerou mais de 215 mil empregos em 2023 e deve ficar fora de MP, dizem entidades
Segundo entidades, desoneração gerou mais de 215 mil empregos – Foto: Reprodução

A desoneração da folha de pagamento gerou mais de 215 mil postos de trabalho em 2023 e deve ser enviada pelo governo federal via projeto de lei e fora da Medida Provisória 12/2023, defendem diversas entidades em manifesto. A política fiscal gera mais recolhimento para o FGTS e traz menos custo social com o auxílio-desemprego, segundo as associações.

O documento cita que desde o final do ano passado “o governo insiste em acabar” com a política da desoneração. “O que vemos contemporaneamente é um desrespeito ao que foi votado por três oportunidades no Congresso Nacional (PL 334/2023 aprovado pela Câmara Federal, aprovado pelo Senado Federal, veto presidencial derrubado pelo Congresso Nacional) e ao texto constitucional alterado pela Emenda Constitucional 132/2023”, afirma.

As entidades destacam que o próprio texto da reforma tributária prevê o envio, em até 90 dias da promulgação, do projeto de lei que reforma a tributação da folha de salários. O que ocorreu foi o envio da MP 12/2023, que contempla as seguintes medidas: limite para compensações tributárias, reoneração parcial das empresas em reação à desoneração da folha de pagamento e mudanças em programa voltado para a retomada do setor de eventos.

De acordo com as associações, a MP é “antidemocrática, autoritária e inconstitucional”. Por isso, as entidades solicitam ao governo que retire a parte da desoneração da folha de pagamento e envie o conteúdo por meio de projeto de lei. O manifesto ocorre em meio à pressão feita por diversos segmentos. Após o episódio, o governo recuou e confirmou que o texto vai ser tratado via projeto.

Entenda

A prorrogação da desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia até 2027 foi aprovada pelo Legislativo em outubro do ano passado, mas foi vetada integralmente pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva menos de um mês depois. Em dezembro, o Congresso derrubou o veto de Lula, com votos de 60 senadores (contra 13) e 378 deputados (versus 78).

O ato do presidente contrariou 84% dos deputados (430 dos 513 votaram a favor do texto) e a maioria dos senadores — no Senado, a proposta passou com facilidade, aprovada em votação simbólica, que acontece quando há consenso entre os parlamentares.

As entidades representantes dos 17 setores desonerados, dos trabalhadores e de organizações da sociedade civil fizeram coro pela derrubada do veto do presidente. As centrais sindicais estimavam que ao menos 1 milhão de vagas seriam perdidas se a desoneração deixasse de valer.

A medida provisória editada por Lula contém diversas propostas para aumentar a arrecadação da União e alcançar a meta do déficit zero. A principal delas é retomar o imposto sobre a folha de pagamento gradualmente.

A desoneração beneficia os 17 setores que mais empregam, responsáveis por 9 milhões de empregos. Em vez de o empresário pagar 20% sobre a folha do funcionário, o tributo pode ser calculado com a aplicação de um percentual sobre a receita bruta da empresa, que varia de 1% a 4,5%, conforme o setor.

Relacionadas

Condenada a 18 anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas é presa pela Polícia Civil

Policiais civis de Mato Grosso e do Paraná cumpriram, nesta segunda-feira (22), a prisão de uma mulher procurada por tráfico de drogas e condenada...

Apagão cibernético global afeta voos, computadores e serviços pelo mundo

Vários países do mundo sofreram nesta sexta-feira (19) um apagão cibernético que atingiu empresas aéreas, de transportes, de mídias e companhias de telecomunicações. Nos Estados...

Homem é preso pela Polícia Militar após ameaçar e esfaquear a própria companheira

Um homem, de 27 anos, foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (22), suspeito por tentativa de feminicídio, no município de Nova Monte...

Polícia Civil prende investigado por tráfico em flagrante com R$ 6,5 mil e 43 cestas básicas

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste prenderam em flagrante, nesta sexta-feira (19), um suspeito por tráfico de drogas...

Mega-Sena acumula de novo e poderá pagar R$ 53 milhões; veja os números

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteada nesta quinta-feira (18). O concurso 2.750 teve os seguintes números: 07 - 11 - 12 - 19 -...

Brasil bate recorde e registra 211 casos de perseguições contra mulheres por dia

Em 2023, o Brasil registrou 77.083 casos de perseguições contra mulheres, uma prática conhecida como stalking. Isso significa que, em média, 211 ocorrências foram...

Jovem de 23 anos tem morte encefálica após ser baleado pelo próprio pai em Mato Grosso

Rafael Campos Barbosa Nakamura, de 23 anos, teve morte encefálica constatada na tarde desta segunda-feira (22), em um hospital em Cuiabá-MT. Ele foi atingido...

Serviço secreto dos EUA descobriu plano do Irã para matar Trump antes do atentado

O Serviço Secreto dos Estados Unidos aumentou a proteção para o candidato do partido Republicano à Presidência do país, Donald Trump, nas últimas semanas...

Filho arromba janela e encontra pai morto ao lado de poça de sangue em quitinete

Um homem de 43 anos, identificado como Ivoney Ribeiro dos Santos, foi encontrado morto em uma quitinete, na tarde do último domingo (21), no...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas