Agora MT Destaques Operação mira grupo de advogados que se associou a presos em ações...
COMBATE AO CRIME

Operação mira grupo de advogados que se associou a presos em ações criminosas

A investigação apontou a existência de uma organização criminosa liderada por três presos, com a participação também de um policial militar

Fonte: PJC

Imagem: dinheiro Operação mira grupo de advogados que se associou a presos em ações criminosas
Dinheiro apreendido – Foto: PJC

A Delegacia da Polícia Civil de Tapurah deflagrou, nesta terça-feira (12.03), a Operação Gravatas, para cumprir 16 ordens judiciais, sendo oito prisões preventivas e oito buscas e apreensões, contra quatro advogados, um policial militar e três líderes de uma facção criminosa que estão custodiados no sistema prisional.

A ação operacional conta com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e regionais da Polícia Civil de Nova Mutum e Sinop. Os mandados são cumpridos nas cidades de Sinop e Cuiabá.

A investigação da Delegacia de Tapurah apontou a existência de uma organização criminosa com a participação dos advogados e do policial militar.

Os relatórios de investigação policial, que reúnem mais de mil páginas, detalham a conduta dos investigados e que cada advogado tinha uma tarefa bem definida em benefício da organização criminosa.

A investigação apontou que os líderes da facção criminosa se associaram de forma estruturalmente ordenada aos quatro advogados, que representavam o braço jurídico do grupo, e havia uma clara divisão de tarefas a fim de obterem vantagem de natureza financeira e jurídica, entre outras, com a prática de crimes como o tráfico de drogas, associação ao tráfico, tortura e lavagem de capitais.

O delegado responsável pela investigação, Guilherme Pompeo, pontuou que o braço jurídico atuou à margem da lei e sem respeitar os princípios éticos que regem a entidade da categoria.

“Não se trata da instituição democrática do direito de defesa em essência, que encontra respaldo nos direitos fundamentais da Constituição da República, mas sim de verdadeira associação voluntária dos juristas à organização criminosa”, salientou.

Além da atividade legal

A investigação apontou ainda que os advogados realizaram diversas tarefas para além da atividade jurídica legal, ou seja, atuaram à margem da lei com o propósito de embaraçar investigações policiais, repassar informações da atuação policial em tempo real, auxiliar em crimes graves, como tortura, realizando o levantamento de dados das vítimas. Ainda intermediaram a comunicação entre os líderes da organização criminosa, que estão presos, com outros integrantes que estão soltos.

O grupo criminoso contou ainda com a ajuda de um policial militar de Sinop, que enviou ilegalmente dezenas de boletins de ocorrência para os advogados. Os boletins depois eram encaminhados aos líderes da facção criminosa que se encontram detidos no sistema penitenciário. Em tempo real, aqueles que mantinham a organização e o controle do tráfico de drogas conseguiam informações sobre a atuação policial, tanto da Polícia Civil quanto da Militar.

“O acesso ilegal a tais dados, por indivíduos de alta periculosidade, coloca em risco a vida de policiais éticos e de testemunhas envolvidas nas ocorrências”, observou o delegado.

A equipe da Delegacia de Tapurah apurou ainda o número de pessoas que a banca de advogados defendeu nos últimos dois anos. O advogado de Sinop representou 205 clientes neste período e, destes, 168 eram ligados a uma facção criminosa com envolvimento por tráfico de drogas, roubos, homicídios, ou seja, 81,95% de criminosos violentos.

“Demonstra-se, assim, mais um indício de que a braço jurídico existe para atender ao interesse da organização criminosa”, destacou Guilherme Pompeo.

Apreensões

Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos, na casa de uma advogada em Cuiabá, em torno de R$ 100 mil.

As ordens de prisão e de buscas contra os presos já custodiados foram cumpridas no Sistema Penitenciário em Cuiabá.

O cumprimento das ordens judiciais contra os advogados foi acompanhado pelo Tribunal de Prerrogativas da OAB-MT.

Relacionadas

Seduc seleciona redações de estudantes finalistas do Programa Jovem Senador

A banca examinadora do Programa Jovem Senador 2024, na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc), já selecionou as três redações finalistas...

Câmara Municipal deve votar Plano Diretor de Rondonópolis em junho

A Câmara Municipal de Rondonópolis deve retomar no próximo mês de junho as discussões referentes ao Plano Diretor. De acordo com o presidente Júnior Mendonça...

Soldado morre em serviço na guarda externa da residência oficial do vice-presidente

Um soldado do Exército Brasileiro morreu enquanto prestava serviço na residência oficial do vice-presidente da República, o Palácio do Jaburu. A ocorrência foi registrada...

Mulher que furtava residências onde trabalhava é presa pela Polícia Civil em Barra do Garças

Uma mulher investigada por crimes de furto por abuso de confiança teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira...

Sortudos de Rondonópolis faturam quase R$ 5 milhões na Dupla Sena

Quatro apostadores sortudos faturaram R$ 4,8 milhões no prêmio principal da Dupla Sena em um bolão feito em uma lotérica no bairro Pedra 90,...

Fachin determina que Eduardo Leite explique mudanças na legislação ambiental do Rio Grande do Sul

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin determinou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), preste esclarecimentos, em...

Suspeito de abusar sexualmente da neta da companheira é preso em flagrante

Um homem de 48 anos foi detido em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (23.05), por abusar sexualmente de uma criança de apenas quatro...

Segunda-feira (27) começa vacinação contra poliomielite

A partir da próxima segunda-feira, 27 de maio, as unidades de saúde estarão com as atenções voltadas para as crianças com o início da...

Operação mira associação criminosa envolvida em tráfico entre MT e MS

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis deflagrou nesta terça-feira (28.05), a Operação Carona Final com o cumprimento de 41 mandados judiciais...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas