Agora MT Brasil Senado aprova criação do Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas
CAMPANHA NAS ESCOLAS

Senado aprova criação do Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas

Apesar da criação do programa, vacinação não será obrigatória; projeto de lei vai para sanção do presidente Lula

Fonte: R7

Imagem: VACINA Senado aprova criação do Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas
Projeto cria programa de vacinação em escolas – Foto: FABIO RODRIGUES-POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O Senado aprovou nesta terça-feira (21) o projeto que cria o Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas. A matéria prevê que todas as escolas públicas de educação infantil e ensino fundamental serão obrigadas a participar do programa. A vacinação não será obrigatória e escolas particulares também podem aderir à iniciativa. Com a aprovação, o texto vai a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“As crianças estão frequentando a escola todos os dias. É o local mais adequado, mais apropriado. Então, a escola entra em contato com o posto de saúde; diz o número de alunos que tem na pré-escola, no ensino infantil e fundamental; a unidade de saúde programa, junto com a escola, a data; comunica aos pais com cinco dias de antecedência; e, naquele dia, vai então a equipe da saúde, fazer a vacinação nas escolas”, detalhou o relator da proposta, senador Marcelo Castro (MDB-PI).

Durante o debate do texto, uma ala de senadores pediu a exclusão de um dos artigos da proposta que previa que as escolas fizessem uma lista com os nomes dos alunos não vacinados.

“Todos nós somos a favor do projeto de lei, de campanha nas escolas, mas o art. 4º realmente é polêmico, porque ele induz a obrigatoriedade do pai e da escola”, afirmou a senadora Damares Alves (Republicanos-DF). “E nem todas as escolas estão prontas para uma campanha de vacinação. Não é só um cartazinho; a escola vai receber uma equipe de saúde. Nós temos escolas no Brasil que ainda funcionam em barracos, debaixo de árvores. E a higienização, a esterilização?! Isso tudo foi colocado com muita atenção no debate”, completou.

Após acordo no plenário, o líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), afirmou que o presidente Lula vai vetar o trecho da lei. “Eu estou me comprometendo aqui com o veto. Portanto, será mantido na sanção o acordo feito. E o próprio projeto de lei já garante que os pais que não quiserem suas crianças vacinadas. Evidentemente, eles vão ter que assinar alguma coisa – não sei -, para pelo menos não ficar depois a responsabilidade sobre o poder público de que a criança não foi vacinada”.

Relacionadas

Dupla de trabalhadores do Maranhão é executada a tiros por motociclistas

Dois homens, identificados como João Batista Lopes de Abreu Filho, de 31 anos, e Klayvert Cunha da Silva, de 23 anos, foram mortos a...

Investigador da polícia morre em grave acidente entre motocicletas e picape

O investigador da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (DEMA), Juann Paulo Queiroz de Melo, de 43 anos, e um motociclista ainda não identificado morreram...

Inclusão de 4,6 milhões de jovens nem-nem poderia impulsionar R$ 159,6 bi na economia brasileira

A inclusão dos 4,6 milhões de jovens entre 14 e 24 anos que não trabalham nem procuram emprego poderia aumentar a economia brasileira em...

Imagens mostram motorista de carro de luxo com garrafa na mão antes de matar motociclista

Antônio Schelzi Neto, o motorista de um carro de luxo que atropelou e matou um motociclista em Goiânia (GO), vai responder ao processo em...

Polícia procura por segundo envolvido em tentativa de furto; um criminoso morreu

Equipes policiais procuram o segundo envolvido na tentativa de furto registrada na madrugada desde sábado (08), em Pedra Preta-MT. Segundo informações, por volta das...

Perdas por furto de energia são suficientes para abastecer o Brasil por quase um ano

Nos últimos 17 anos, o Brasil registrou uma perda de 500 TWh (terawatt-hora) de energia por furtos e fraudes na rede elétrica, segundo dados...

Mato Grosso bate recorde histórico com abate de 627 mil cabeças de gado em maio

Mato Grosso abateu 627 mil cabeças de gado em maio deste ano e atingiu uma marca histórica com o maior volume mensal de animais...

Seciteci abre processo seletivo com mais de 1,2 mil vagas para cursos técnicos gratuitos

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) está com vagas abertas para o processo seletivo de cursos técnicos gratuitos de capacitação...

Thiago Silva cobra asfalto para a região do Globo Recreio

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) apresentou indicação à Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra), durante sessão plenária, nesta quarta-feira (12), na Assembleia...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas